Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
O BCP decidiu antecipar a apresentação dos resultados referentes aos primeiros nove meses do ano. O banco decidiu reportar os números já este domingo, depois de conhecidos os resultados dos testes de stress à banca realizados pelo BCE.
O banco polaco, detido em 65,5% pelo BCP, terminou os primeiros nove meses do ano com um aumento de lucros de 25,6%.
O saldo das Administrações Públicas fixou-se nos -3.989,9 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, um desagravamento de 1.421 milhões face ao período homólogo. As principais melhorias vieram da receita.
16:45 | Bolsa
O principal índice da praça de Lisboa encerrou em terreno negativo e acompanhou o sentimento das principais praças do Velho Continente. Isto numa altura em que os investidores aguardam pela divulgação dos resultados dos testes de stress à banca europeia.
Há 25 instituições em risco de falhar os testes de stress europeus. 15 delas já terão conseguido reforçar os fundos próprios em 2014, pelo que não têm de apresentar qualquer plano. O que não acontece com outros 10 bancos.
O Governo já fez chegar ao Parlamento a proposta para a reforma do IRS que tem algumas alterações face à versão preliminar. O Negócios explica-lhe quais as principais alterações nesta "nova" reforma do IRS.
A proposta de lei de reforma de IRS entregue esta quinta-feira no Parlamento consagra, como previsto, o quociente familiar e avança com várias alterações nas deduções e com a criação de uma cláusula de salvaguarda. Veja as 12 principais mudanças em cima da mesa.
Os testes de stress do BCE dizem respeito a 2013 mas, em 2014, os bancos "têm feito um trabalho muito consistente", garante a ministra das Finanças. A governante não reage a "especulações" que apontam para o chumbo do BCP nestas provas à solidez financeira da banca europeia.
14:08 | Economia
A ministra de Estado e das Finanças considerou hoje que a proposta de Orçamento do Estado para 2015 dá início a um desagravamento dos sacrifícios impostos nos últimos três anos, com a economia em recuperação.
O Estado continua a atrair elevados montantes através dos seus produtos de poupança para o retalho. Entraram, em Setembro, mais 226 milhões de euros nos certificados de aforro e 310 nos do Tesouro.
13:48 | Economia
António Horta Osório considerou a baixa dos salários nominais "um desastre", no entanto admitiu que as pessoas têm de trabalhar mais e melhor.
16:23 | Empresas
Fernando Teles, presidente e accionista do BIC (Banco Internacional de Crédito), garante que a saída de Américo Amorim da estrutura accionista do BIC Angola e do BIC Portugal se processou com normalidade e que continuam "amigos e parceiros".
12:12 | Bolsa
O principal índice da praça de Lisboa está a acentuar as quedas. Os títulos da Portugal Telecom estão a perder mais de 3% e estão a pressionar a evolução do PSI-20. No resto da Europa, o sentimento é igualmente de perdas.
A operação é normal no mercado e tem o nome de arbitragem. O BTG Pactual tem uma relação muito próxima com a Oi: é accionista de referência da operadora brasileira, está a estudar a aquisição da Tim e está a estudar o futuro da Oi para apresentar uma análise aos accionistas.
13:11 | Mercados
O banco central já procedeu à compra de 800 milhões de euros de activos de bancos espanhóis, portugueses, italianos e alemães, com o objectivo de aliviar o balanço das instituições de forma a fazer chegar mais dinheiro a empresas e famílias.
O banco espanhol que detém 44,1% do BPI garante que vai apoiar e acompanhar de perto o estudo da instituição de Fernando Ulrich para a eventual compra do Novo Banco. "Vamos segui-lo de perto para formarmos a nossa opinião e apoiar a decisão", garantiu responsável do CaixaBank.
12:59 | Bolsa
A generalidade das praças bolsistas do Velho Continente está a negociar em terreno negativo, no dia em que várias cotadas europeias apresentam resultados. Permanece ainda a expectativa face aos resultados dos testes de stress aplicados pelo BCE, que serão conhecidos no domingo. Grécia, Itália e Espanha fogem à regra e negoceiam no verde.
11:33 | Política
O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, advertiu esta sexta-feira que a crise da Zona Euro nunca será ultrapassada sem a correcção de assimetrias na origem da moeda única, num discurso em que criticou a corrente conservadora.
PUBLICIDADE
14:02 | Weekend
Pela primeira vez em 25 anos, serão os indecisos que decidirão quem será o próximo presidente do Brasil. Dentro da caixa de surpresas mora um país dividido. Com que cara acordará metade do eleitorado brasileiro na manhã do dia 27 de Outubro?
11:18 | Política
Votos da classe média e classe alta - mais favoráveis a Aécio Neves - estão a fugir para Dilma Rousseff. Candidato do PSDB está a perder pontos nas grandes cidades: Rio de Janeiro e São Paulo.
12:02 | Weekend
Em algum momento se poderia recomeçar a história da humanidade com: no princípio era a tecnologia. A relação entre o homem e a técnica, entre a arte e a ciência; e a necessidade que temos de parar, ainda que à volta tudo esteja em constante movimento, define grande parte da obra fotográfica de Edgar Martins.
09:50 | Weekend
Completou este ano oito décadas de vida e cinco de exercício de uma profissão. No gabinete de advocacia, onde ainda vai todos os dias - na sua perspectiva agora já "à malandro" - respira-se essa realidade. Em livros, quadros e retratos. Lá está Maria de Jesus Serra Lopes, a sua mulher.
14:02 | Weekend
25 anos depois da sua criação, começa hoje, no Fórum Luís da Camões, o Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora. Com contas redondas: o Batman faz 75 anos, a Mafalda 50 e Joana Afonso, a primeira mulher a criar o cartaz, outros 25 anos.
16:27 | Economia
Em parceria com a Associação de Estudantes Angolanos em Portugal, o Consulado Geral de Angola em Lisboa vai realizar nos dias 1, 2 e 3 de Novembro a “5ª Edição da Feira de Emprego de Lisboa”. O objectivo passa por recrutar profissionais de várias áreas para trabalhar em Angola.
Juntar a inovação e a indústria tradicional ligada ao mar é o objectivo de uma rede que está a dar os primeiros passos. A biotecnologia marinha começa a ganhar alguma expressão, mas enfrenta desafios que esta rede procura superar.
Após várias horas de negociação, os governantes europeus concordaram nas metas a assumir para 2030, numa decisão anunciada com entusiasmo pelo ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, no seu Twitter.
00:54 | Economia
O embaixador da China em Portugal, Huang Songfu, declarou que o tempo é que dirá se o investimento chinês é bom para Portugal ou não, o qual, especificou, surgiu como convite do "povo português", trazendo benefícios para ambos os países.
Editorial
  • Nuno Carregueiro
    Para não haver stress no sector financeiro há coisas mais importantes do que os testes. Que a conduta dos bancos seja mais transparente e que a intervenção preventiva dos reguladores seja (bem) mais eficaz. O primeiro ponto é o mais difícil, mas o segundo inevitável se a Europa quiser que casos como o do BES não se repitam.
  • André Veríssimo
    Desabafou Alexandre Soares dos Santos esta semana que "detesta investimento chinês", porque não acrescenta nem conhecimento, nem capacidade de gestão. "Só levam barato", sentenciou o experiente empresário. Uma discriminação sem sentido ou justiça.
  • Helena Garrido
    O Governo conseguiu converter medidas positivas em factores de incerteza, na recuperação parcial dos cortes salariais da função pública e na reforma do IRS.
  • Celso Filipe
    O plano de recapitalização do Banco Espírito Santo Angola (BESA), anunciado pelo Banco Nacional de Angola (BNA), tem um efeito imediato e duplo: diminui o grau de incerteza em relação ao Novo Banco e aumenta o seu valor de mercado. O empréstimo de 3,6 mil milhões de euros do BES ao BESA era dinheiro dado como perdido. Esta segunda-feira, o Novo Banco, por decisão do BNA, recuperou 20% deste montante, o que equivale a 720 milhões de euros. Destes 20%, 56 milhões serão transformados numa posição accionista de 9,9% que o Novo Banco passará a ter no âmbito do plano de recapitalização do BESA.
O incentivo ao abate de veículos em fim de vida vai ser uma realidade a partir do próximo ano, na tentativa de travar o envelhecimento do parque automóvel nacional. Mas para o obter só com a compra de automóveis que utilizem sistemas de propulsão eléctricos.
23 de Outubro | Empresas
As empresas públicas não financeiras registaram lucros de 337 milhões de euros em 2013. O número de efectivos diminuiu 10% Já o seu endividamento aumentou para quase 34,8 mil milhões de euros.
Grande maioria dos clientes com obrigações de muito longo prazo que beneficiavam de garantias de liquidez aceitaram a proposta do Novo Banco. Adesão reforça depósitos em quase 800 milhões.
14:47 | Bolsa
As bolsas do outro lado do Atlântico abriram em alta, mas ligeira. As fortes perdas da Amazon e os receios de que um médico que esteve em África e deu entrada num hospital nova-iorquino tenha contraído o vírus do ébola estão a travar o ímpeto altista.
23 de Outubro | Banca & Finanças
O regulador deu, a 29 de Julho, dois dias para que o BES fosse salvo e evitasse a resolução, avançou hoje o Diário Económico. Nada foi dito à CMVM. O Banco de Portugal diz que não tinha de dar essa informação. Se alguém o tinha de fazer, era a administração de Vítor Bento.
23 de Outubro | Bolsa
Carlos Tavares, presidente da CMVM, alertou para o impacto do caso BES no mercado, num discurso na conferência do "Jogo da Bolsa". Devem ser tomadas medidas, defende, até porque, "infelizmente, as penas são ligeiras".
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Com a inflação na Zona Euro teimosamente em trajectória descendente, cresce a pressão sobre o Banco Central Europeu para fazer "alguma coisa" de forma a evitar um cenário de deflação. Esse "alguma coisa" é geralmente entendido como a compra de activos em massa, ou flexibilização quantitativa (QE, na sigla inglesa). Mas será essa a solução para o problema?
  • A Califórnia pode ser o maior e mais conhecido hub de tecnologia, mas não está sozinho na tarefa de impulsionar start-ups inovadoras. De facto, tais empresas estão a surgir – quase despercebidas – por todo o lado, desde as megalópoles asiáticas, como Singapura e Xangai, até às pequenas cidades europeias como Espoo na Finlândia e Dwingeloo na Holanda. Muitas start-ups internacionais – incluindo a sueca Spotify, o Skype da Estónia e o Waze de Israel – e mais recentemente, o Alibaba da China – arrecadaram valorizações de milhares de milhões de dólares.
  • É agora globalmente aceite que a recente crise financeira foi, na verdade, uma crise de balanços. Longos períodos de taxas de juro negativas permitiram e facilitaram o financiamento insustentável da compra de activos, com hipotecas de alto risco a enfraquecer os balanços nacionais. Quando a liquidez nos principais mercados interbancários secou, as fragilidades foram expostas – e com consequências devastadoras.
  • Quase todos temos uma pegada digital – o rasto dos chamados "dados passivos" que se produzem quando participamos em qualquer interacção online, por exemplo com conteúdos vinculados a uma marca nas redes sociais, ou quando fazemos uma transacção digital, como uma compra com cartão de crédito. Há alguns segundos, você pode ter gerado dados passivos, apenas por clicar num link para ler este artigo.
  • Um paradoxo cada vez mais óbvio surgiu este ano nos mercados financeiros mundiais. Apesar dos riscos geopolíticos – o conflito entre a Rússia e a Ucrânia, a ascensão do Estado Islâmico e a crescente agitação no Médio Oriente, as disputas territoriais da China com os seus vizinhos e os protestos em massa em Hong Kong, bem como o risco da sua repressão – se terem multiplicado, os mercados mantêm uma actividade sustentada, se não mesmo borbulhante.
14:15 | Empresas
A empresa norte-americana Chiquita, que comercializa bananas e ananás, recusou a oferta conjunta das empresas brasileiras Cutrale e Safra. As empresas brasileiras ofereciam 686 milhões de dólares.
O BCE está a aliviar o balanço dos bancos de forma a que chegue mais dinheiro à economia real. Mario Draghi já avisou que pretende engordar o balanço do BCE até um bilião de euros.
dossier Weekend
António Serra Lopes: Este Governo não tem uma ideia de país
Completou este ano oito décadas de vida e cinco de exercício de uma profissão. No gabinete de advocacia, onde ainda vai todos os dias - na sua perspectiva agora já "à malandro" - respira-se essa realidade. Em livros, quadros e retratos. Lá está Maria de Jesus Serra Lopes, a sua mulher. Lá estão os netos. Lá estão também alguns dos seus amigos: Sá Carneiro, Mário Soares ou Jorge Sampaio. Na política, diz, o coração bate pelo centro-esquerda. Preocupa-o, ao cidadão António Serra Lopes, a forma como a riqueza é distribuída; e também a falta de um rumo para o país e para a Europa.
pub
pub

24
Sexta-feira
Outubro 2014

    negócios opinião