Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
16:48 | Bolsa
As cotadas de banca fecharam todas no vermelho, com o BCP a cair mais de 3%. A Portugal Telecom e a Galp também fecharam a sessão em queda.
13:17 | Economia
O Executivo de Passos Coelho vai discutir e aprovar o Orçamento Rectificativo na próxima semana. O Governo acelerou a conclusão do documento depois das decisões do Tribunal Constitucional na semana passada, segundo o ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares.
13:52 | Economia
O saldo das balanças corrente e de capital que mede as relações financeiras com o exterior voltou a terreno negativo. O excedente da balança comercial quase desapareceu.
Tanto os certificados de aforro como os do Tesouro registaram um elevado fluxo de entradas no último mês, período marcado pela turbulência no sector financeiro que culminou com o resgate ao Banco Espírito Santo.
16:10 | Economia
Estas empresas prestadoras de serviços vão receber um total de 229 milhões de euros este ano, menos 95 milhões de euros relativamente ao ano passado.
16:53 | Media
A televisão pública garantiu crescimento das suas receitas nos primeiros três meses do ano, segundo o relatório da Direcção Geral das Finanças, relativo ao Sector Empresarial do Estado.
A "yield" associada à dívida portuguesa a cinco anos atingiu um novo mínimo histórico, enquanto a dez anos, negoceia no valor mais baixo desde Setembro de 2005. Também a dívida espanhola bateu hoje novos recordes.
09:45 | Conjuntura
A actividade económica na Zona Euro suavizou mais do que o previsto durante o mês de Agosto, numa altura em que a região está a ser penalizada pelo abrandamento da taxa de inflação e pelas tensões geopolíticas entre Rússia e Ucrânia.
16:56 | Bolsa
A subida dos principais indicadores económicos dos Estados Unidos e expectativas em relação ao encontro de Jackson Hole, que reúne os banqueiros centrais, estão a dar ânimo aos investidores e a justificar a subida dos índices norte-americanos.
A comissão de trabalhadores do Novo Banco considera que os momentos de maior apreensão por parte dos clientes já ficaram para trás. O processo de reestruturação também será pacífico.
A administração do Novo Banco aguarda orientações do Banco de Portugal sobre qual será o seu campo de actuação. Responsáveis da banca, que assumiu o risco do resgate à instituição, reclamam igual clarificação do supervisor.
O sector do turismo espanhol registou, em Julho, o segundo melhor mês da história com um aumento de 5,9% da recepção de turistas estrangeiros.
10:12 | Bolsa
A Espírito Santo Saúde mantém a tendência positiva que regista desde que os mexicanos da Ángeles lançaram uma oferta pública de aquisição sobre a empresa liderada por Isabel Vaz. As acções da Espírito Santo Saúde, cotadas na Bolsa de Lisboa desde Fevereiro, negoceiam acima do valor oferecido pelo grupo mexicano.
14:46 | Bolsa
As bolsas dos Estados Unidos iniciaram a sessão em alta, numa altura em que os investidores aguardam pelos discursos dos banqueiros centrais. Dados positivos sobre o mercado de trabalho também estão a contribuir para a tendência.
O investimento da Portugal Telecom em dívida da Rioforte determinou que o auditor da Oi colocasse uma reserva nas contas trimestrais da operadora brasileira.
PUBLICIDADE
16:31 | Media
O actual director do Dinheiro Vivo, André Macedo, vai substituir João Marcelino na direcção do Diário de Notícias (DN), confirmou esta quinta-feira à Lusa fonte da empresa.
15:46 | Política
A maioria sugeriu três reuniões em tempo de férias parlamentares, a 2, 4 e 11 de Setembro. A primeira para analisar e alterar os decretos que foram devolvidos pelo Presidente sobre os cortes salariais e nas pensões, e outras para o Orçamento Rectificativo.
Artur Santos Silva, Presidente do conselho de administração da Fundação Calouste Gulbenkian, é o 13.º mais poderoso da economia
O Governo estima que a taxa a aplicar sobre todos os dispositivos que permitam gravações, como telemóveis e tablets, garanta uma remuneração para os autores e artistas de 15 a 20 milhões de euros.
patrocinado por:
A comissão permanente da Assembleia da República reúne esta quinta-feira, 21 de Agosto, para tentar acelerar a entrada em vigor dos cortes salariais aos funcionários públicos. O Negócios explica-lhe, em poucas palavras, o que falta para que esses cortes sejam aplicados.
13:05 | Américas
Apontada como uma "terceira via", as suas ideias permanecem em grande parte uma incógnita. Vai estar sob intensa pressão até Outubro. Ela e Dilma. Presidente no Brasil vai continuar a escrever-se no feminino. Mas pode mudar de nome.
Editorial
  • André Veríssimo
    Portugal tem défice de capital. Crónica. Até nos grandes bancos o capital sempre escasseou. Falta que as instituições financeiras foram disfarçando, aumentando o capital próprio com recurso a capital alheio. Dívida. O BCP, com autofinanciamento do próprio banco, nos aumentos de capital do início da década passada. O BES, com aumentos de capital que a família Espírito Santo financiou através do GES. A CGD, com injecções pagas pela dívida pública. Dívida, sempre dívida.
  • Helena Garrido
    Todas as estrelas se alinham para o Novo Banco ser vendido o mais depressa possível, de preferência ainda este ano. Banqueiros, Governo e reguladores têm todos os incentivos, vantagens e lições do passado para acelerarem a solução. O caso BPN mostrou bem como pode sair caro deixar andar, uma tentação muito nacional. Esperemos que não se deixem embrulhar por conflitos entre bancos interessados.
  • Helena Garrido
    Há alguns anos, Manuela Moura Guedes entrevistou um vigarista profissional. Vendia casas que não eram suas por metade ou mesmo um terço do que valiam, é o que de memória se consegue aqui recordar. Como foi capaz de fazer isso? Não se sentia culpado? Envergonhado? "Nunca enganei ninguém que não me quisesse enganar a mim. Quem comprava também não me estava a querer enganar?" A resposta estava dada.
14:25 | Research
Os lucros da retalhista de 52 milhões de euros no primeiro semestre ficaram acima das estimativas dos bancos de investimento. Para o BPI as acções da empresa liderada por Paulo Azevedo "continuam a ser uma das melhores apostas na Península Ibérica".
A OPA da Ángeles foi bem recebida no mercado. As acções dispararam, mas não superaram o valor da proposta mexicana. Os analistas dizem que tendo em conta o baixo prémio não ficariam surpreendidos com uma oferta concorrente.
Os mexicanos compraram acções da empresa até à véspera do anúncio da OPA. Quem vendeu desconhecia que proposta de compra ia avançar com um prémio de 9% sobre o valor dos títulos. A CMVM está a analisar, dizem o Público e Diário Económico.
13:33 | Empresas
A empresa liderada por Pedro Soares dos Santos é a única presença nacional no "ranking" da revista Forbes. A norte-americana Salesforce ocupa o primeiro lugar há quatro anos consecutivos.
00:01 | Autarquias
Mais de 100 câmaras celebraram a totalidade dos seus contratos deste ano através de ajuste directo. A lei permite este expediente em obras abaixo de 150 mil euros. Câmaras dizem que concurso público demora demasiado tempo.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Copenhaga, capital da Dinamarca, quer ser a primeira cidade do mundo sem emissões de CO2, em 2025. No entanto, como muitas outras cidades e países bem-intencionados descobriram, reduzir significativamente as emissões de CO2 é muito mais difícil do que parece, e pode exigir alguma contabilidade criativa.
  • Se o mundo quer resolver a crise das alterações climáticas, vamos precisar de uma nova abordagem. Actualmente, as grandes potências vêem as mudanças climáticas como uma negociação sobre quem irá reduzir as suas emissões de CO2 (principalmente devido ao uso de carvão, petróleo e gás).
  • Mais oui! Como qualquer estudante francês do quinto ano sabe, a internet foi inventada em Paris. Era chamada de minitel, uma abreviação para Médium interactif par numérisation d’information téléphonique, e era uma rede de quase nove milhões de terminais que permitia às pessoas e organizações conectarem-se entre si e trocar informações em tempo real.
  • O crescente derramamento de sangue no Iraque e na Síria está a ser acompanhado tão de perto na China como em qualquer outra parte do mundo. De facto, o Médio Oriente está a tornar-se cada vez mais um foco da política externa chinesa.
  • Antes da erupção da crise financeira em 2008, o crédito privado na maioria das economias desenvolvidas cresceu mais rapidamente do que o produto interno bruto (PIB). Depois o crescimento do crédito colapsou.
00:01 | Empresas
A José de Mello Saúde duplicou os lucros e reduziu a dívida no primeiro semestre do ano. Sem referir a ES Saúde, assume querer alavancar a sua base de activos em Portugal.
A gestão controlada das empresas do grupo não travou operação de venda dos hotéis, contudo o processo tem-se arrastado por mais tempo do que inicialmente previsto.
13:46 | Mundo
Sob o pretexto de várias falhas ao nível de regras sanitárias, o regulador russo decretou a suspensão da actividade de quatro restaurantes, localizados em Moscovo, da multinacional norte-americana. Este procedimento poderá não ficar por aqui.
dossier Weekend
Carlos da Camara Pestana: O perigo do desastre obrigará os partidos a entender-se
Subiu ao vértice da banca portuguesa, foi afastado pelo 11 de Março, atravessou o Atlântico para recomeçar, aos 40 e com cinco filhos, uma nova escalada que o levou de novo ao topo, agora da banca brasileira. Antigo dirigente do BPA, o maior banco português na década de 70, que chegou depois a presidente do Itaú Unibanco, o maior banco da América Latina no presente, completa 83 anos neste domingo, 27 de Julho.
pub
pub

21
Quinta-feira
Agosto 2014
    Cerimónia de Entrega de Prémios Best Ethical Practices Awards

    negócios opinião