Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
Taxas continuam a cair para mínimos de há vários anos. A dez anos, rendibilidade é a mais baixa desde 2006. Portugal acompanha tendência de ligeira descida na abertura dos mercados de dívida desta quarta-feira.
22 de Abril | Economia
As remunerações médias declaradas à Segurança Social subiram 2,3% em 2013, rompendo com ligeira quebra de 2012. Governo garante que ajustamento no privado está feito.
07:45 | Bolsa
Acções asiáticas e petróleo estão em queda ou com grande indefinição depois de um dado económico revelado na China apontar para um abrandamento da segunda maior economia do mundo.
22 de Abril | Zona Euro
Decisão tomada em Novembro e implementada em Abril evitou que banco central "empurasse" País para o cautelar.
Primeira emissão de obrigações do Tesouro sem apoio dos bancos deverá contar com forte procura, dizem os analistas.
22 de Abril | Ajuda Externa
Os vários grupos parlamentares saíram da ultima reunião com os representantes da troika com a mesma conclusão: "os cortes estão para ficar" e "há um longo caminho para percorrer".
22 de Abril | União Europeia
O professor da IESE e ex-director executivo do FMI diz em entrevista ao Negócios que a Alemanha deve assumir a liderança da Europa e assumir os custos que essa posição acarreta.
22 de Abril | Banca & Finanças
Mudança faz parte do processo de segregação da gestão da área financeira e não financeira.
22 de Abril | Ambiente
Executivo pôs as cartas na mesa: na venda da EGF, os municípios podem alienar as suas posições nas empresas do grupo. Na Valorsul, o preço mínimo garantido é de 12,21 euros por acção.
22 de Abril | Bolsa
Analistas esperam um bom primeiro trimestre para os resultados das empresas da bolsa de Lisboa, pois "o ano passado foi, provavelmente, o bater no fundo".
22 de Abril | Política
Chefe de Estado defende novamente que pensionistas têm de ser compensados pelos sacrifícios dos últimos anos e não carregados com novos encargos. O Presidente da República classificou os sacrifícios exigidos de "talvez excessivos".
22 de Abril | Economia
O ministro da Economia disse esperar que a consolidação orçamental possa abrir margem para reduzir a carga fiscal nos próximos anos e admitiu que há ainda um caminho a percorrer para que as pessoas sintam a recuperação económica.
22 de Abril | Ajuda Externa
O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, afirmou esta terça-feira que o Governo está a ponderar "os prós e contras" das possibilidades de saída do programa de ajustamento e que "brevemente" anunciará e justificará a decisão.
22 de Abril | Construção
A construtora chegou a acordo com o grupo espanhol Dragados para alienar a totalidade do capital da Prince Contracting, a sua subsidiária nos Estados Unidos. O grupo português pretende com esta venda concentrar a sua actividade de construção na parceria celebrada com a GAM Holdings, detida pelo empresário angolano António Mosquito.
22 de Abril | Construção
A construtora realizou esta terça-feira uma emissão de obrigações seniores no montante de 50 milhões de euros com maturidade em 2019.
22 de Abril | Energia
Combinando um crescimento de 5,5% na capacidade instalada com um maior factor de utilização dos seus parques eólicos, a EDP Renováveis aumentou a produção de energia nos primeiros três meses do ano.
22 de Abril | Banca & Finanças
Os resultados de 2013 do Espírito Santo Financial Group serão conhecidos na próxima segunda-feira. A sociedade que controla o Banco Espírito Santo tem sido fortemente penalizada em bolsa desde que foi anunciada a necessidade de colocar de lado 700 milhões de euros, o que irá afectar os resultados. Na sessão de hoje, voltou a tocar num mínimo histórico.
22 de Abril | Bolsa
O Deutsche Bank foi o primeiro investidor institucional a anunciar uma participação na estrutura accionista dos CTT após a privatização. Também tem sido aquele que mais tem oscilado entre uma posição qualificada e residual.
Publireportagem
Ser o Primeiro significa reinventar a forma de ver Televisão. Agora, e pela primeira vez na História, já é possível ter uma experiência de visualização com um formato natural, totalmente adaptado à vista humana. Mais do que uma Evolução, sujeitar a forma do equipamento ao sonho humano significa uma Revolução
PUBLICIDADE
22 de Abril | Iniciativas Negócios
O 25 de Abril faz 40 anos na sexta-feira. Na edição do Negócios desta quarta-feira, oferecida aos leitores, veja o que mudou na economia portuguesa desde o início da democracia até aos dias de hoje.
Em 1973, Portugal usava 34% da sua despesa total para financiar o esforço de guerra. Hoje, 40% dos gastos servem para pagar prestações sociais, como pensões. Há 40 anos, Portugal reservava uma fatia maior da sua despesa para investir em Educação do que actualmente.
00:03 | Europa
O investigador do Instituto de Ciências Sociais explica que o que domina a evolução da economia portuguesa são os ciclos internacionais. E esse é um dos motivos para não acreditar na estratégia da troika.
Não demorou muitos dias até o novo poder estabelecido pelo 25 de Abril de 1974 chamar os banqueiros para falar do desenvolvimento do país.
00:01 | Comércio
Belmiro de Azevedo e Alexandre Soares dos Santos são dois dos homens mais ricos de Portugal. As suas fortunas foram amealhadas já no pós-25 de Abril.
00:01 | Empresas
Manuel Boullosa é o empresário que no pré-25 de Abril começou a criar o grupo. Ficará como o homem do petróleo em Portugal. E voltou à empresa depois da privatização.
00:01 | Energia
Não é caso único. A EDP entrou no “ranking” das maiores empresas portuguesas à conta das fusões concretizadas após as nacionalizações de 1975.
00:01 | Bolsa
Após o 25 de Abril, a bolsa portuguesa esteve encerrada durante quase três anos. A revolução trouxe alterações profundas ao mercado accionista que, na década de 80, viu o número de cotadas disparar com as privatizações.
22 de Abril | Economia
O antigo Presidente da República Mário Soares afirmou que "nunca Portugal foi tão destruído como é hoje" e defendeu a necessidade de mudar a forma como é praticada a democracia.
22 de Abril | Desporto
Portugal ficou fora da organização do Euro2020 de futebol, depois de a Câmara Municipal de Lisboa ter abdicado hoje de formalizar uma candidatura ao evento, que ficará distribuído por 13 países.
22 de Abril | Discos Pedidos
Ulisses Pereira mantém-se optimista em relação ao BCP, “que prossegue o seu poderoso Bull Market.” Ainda assim deixa alguns alertas.
Editorial
  • Helena Garrido
    Muitos dos textos que hoje podemos ler livremente não estariam publicados, vítimas do lápis azul. No Negócios como noutros jornais. O valor da liberdade tem de ser sistematicamente relembrado. Porque só se valoriza aquilo que conhecemos como perda. A paz depois da guerra, a liberdade depois da ditadura.
  • Helena Garrido
    Muito menos compras, muito mais poupança. Muito menos lucros em sectores como os da electricidade, muito mais liberdade de despedir e de reduzir salários. Em jeito de alerta para o futuro, é a receita do FMI para Portugal garantir a prosperidade sem caminhar para um novo pedido de ajuda externa, agora que está a sair da terceira intervenção em quatro décadas.
  • André Veríssimo
    A pressão externa na atmosfera em que se movimenta o Governo nunca foi tão baixa. Seja a pressão da troika, que está de partida. Seja a dos mercados, onde as taxas de juro estão em mínimos históricos. Talvez esteja nesta descompressão o motivo para os assomos de arrogância e o desnorte a que se tem assistido nas últimas semanas.
  • Helena Garrido
    Sim, a austeridade não pode ser um modo de vida. Nem é estratégia económica. A austeridade é o pior dos remédios que, levado ao extremo, mata o doente. Mas a gestão eleitoral da austeridade e da prosperidade pode ser o mais terrível de todos os mundos. Afirmar que se consegue reduzir o défice público em 2015 com poupanças em papel ou software aberto é dizer que entramos em campanha eleitoral. Acabou a política de redução activa do défice público. É mau? Desta vez talvez não.

22 de Abril | Finanças Públicas
No ano passado Portugal recebeu 10 mil milhões de euros da troika, o que contribuiu para agravar o peso da dívida no PIB em quase 5 pontos percentuais.
22 de Abril | Ajuda Externa
O coordenador da Comissão Política Nacional do PSD, Marco António Costa, discorda "frontalmente" da oposição do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao aumento do salário mínimo e referiu que Portugal "caminha para um espaço de liberdade".
01:23 | Tecnologias
Chet Kanojia, presidente executivo da Aereo, que permite ver TV na Internet, fala sobre problemas relacionados com direitos de autor, sobre o processo que a empresa enfrenta em tribunal e sobre a indústria televisiva.
A operadora norte-americana de telecomunicações AT&T registou uma melhoria dos lucros devido a uma transição em todo o sector, liderada pela rival de menor dimensão T-Mobile US Inc., que está a deixar para trás a venda de telemóveis abaixo do preço de custo.
22 de Abril | Tecnologias
A portuguesa Tekever continua a crescer e para isso precisa de aumentar a sua força de trabalho. Ricardo Mendes, co-fundador da empresa, convida os “apaixonados por tecnologia” a juntarem-se à sua equipa.
22 de Abril | Dividendos
Saiba os dias em as cotadas portuguesas pagam dividendos, as sessões em que descontam a remuneração e o último dia em que negoceiam em bolsa com o dividendo incorporado.
22 de Abril | Política
O socialista Manuel Alegre disse esta terça-feira que vai comemorar o 25 de Abril no Largo do Carmo, em Lisboa, porque não quer assinalar o 40.º aniversário da revolução "ao pé de certas pessoas".
22 de Abril | Justiça
O inquérito instaurado ao magistrado do tribunal de pequena instância criminal de Lisboa pelo Conselho Superior de Magistratura concluiu pela inexistência de responsabilidade disciplinar do magistrado.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Os riscos económicos, financeiros e geopolíticos mundiais estão a mudar. Alguns riscos têm agora uma menor probabilidade de acontecer – mesmo que não estejam totalmente extintos. Outros tornaram-se mais prováveis e importantes.
  • Ao longo dos últimos cinquenta anos, a Coreia do Sul tem assistido a um progresso económico considerável, com o rendimento per capita a aumentar de apenas 80 dólares, em 1960, para mais de 22 mil dólares, no ano passado.
  • Os efeitos das alterações climáticas que já aconteceram estão a espalhar-se significativamente e a afectar a agricultura, saúde humana, ecossistemas terrestres e marítimos, recursos hídricos e algumas indústrias. Os efeitos podem ser vistos dos trópicos aos pólos, das pequenas ilhas aos grandes continentes.
  • Com o atenuar da crise da dívida na Europa, outro desastre económico parece estar a aproximar-se – o preço da energia. Desde o início dos anos 2000, os preços da electricidade para as indústrias europeias quase duplicaram, e as empresas pagam o dobro de gás em relação às congéneres norte-americanas. Estarão as ambiciosas políticas climáticas – que procuram aumentar os custos das "más" fontes de energia – a destruir a base industrial da região?
  • "Mas que bela caracterização sobre o estado do capitalismo do século XX", exclamou o "motivador profissional" Jordan Belfort enquanto olhava para o seu passado de fraude, sexo e drogas. Como líder da empresa de corretagem Stratton Oakmont, ele espoliou investidores de centenas de milhões de dólares no início dos anos 90. Vi o filme "O Lobo de Wall Street" de Martin Scorsese e fiquei intrigado o suficiente para ler a biografia de Belfort, na qual se baseia o argumento do filme. Aprendi muito.
22 de Abril | Aviação
Sete cidades europeias e outras quatro na América do Sul são as apostas da TAP.
22 de Abril | Energia
Filipe de Botton abandonou a administração da REN, e admite alienar a sua posição de 8,4%, mas não para já. “Está fora de questão fazer qualquer coisa que possa pôr em causa o processo de privatização”, disse o empresário e gestor ao Negócios.
pub
pub

23
Quarta-feira
Abril 2014

    negócios opinião