Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
08:45 | Zona Euro
Minuto-a-minuto: Grécia deve formalizar pedido de empréstimo de emergência ainda esta noite
Os ministros das Finanças da Zona Euro estão abertos a financiar um terceiro resgate de médio prazo para a Grécia mas pediram propostas "credíveis e viáveis" a Atenas. Alexis Tsipras está reunido com os demais líderes do euro mas quererá focar-se no curtíssimo prazo, devendo ainda hoje formalizar um pedido de empréstimo de emergência para cobrir as contas do mês de Julho.
17:52 | Zona Euro
O presidente do Eurogrupo assinou uma curta declaração onde explicita que os ministros das Finanças aguardam que a Grécia formalize “um novo pedido de apoio ao Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE)”. Se possível até esta quarta-feira, ainda durante o período da manhã.
18:52 | Zona Euro
O prémio Nobel da Economia recorre à evolução da dívida pública e do PIB na Grécia para concluir que mais do que uma subida da dívida se verificou um "colapso do PIB", algo que decorreu do programa de austeridade aplicado no país. Para Krugman, a austeridade foi completamente inútil na Grécia.
15:07 | Zona Euro
Os líderes políticos gregos uniram-se, após o referendo de domingo, em defesa de um acordo "socialmente justo" e "economicamente viável" entre a Grécia e os credores internacionais. A posição dos principais partidos gregos está expressa numa carta enviada pelo Presidente da República a Donald Tusk.
16:13 | Zona Euro
À CMTV, Helena Garrido comenta a situação da Grécia. A directora do Negócios acredita que a saída de Varoufakis é o primeiro sinal de que a Grécia quer voltar à mesa das negociações. Mas é importante perceber que propostas vão ser feitas. A reestruturação da dívida não tem condições políticas para avançar nesta fase.
09:49 | Zona Euro
Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, expressou no Parlamento Europeu a vontade de chegar a acordo com a Grécia. Garante trabalhar para isso e querer a Grécia na Zona Euro, falando dos países que aberta ou de forma menos aberta querem ver o país sem a moeda única. Juncker disse ainda estar a trocar mensagens com Tsipras.
00:01 | Zona Euro
Dimitris trabalha em engenharia eléctrica mas está em casa desde quinta-feira porque a fábrica não conseguiu pagar a matéria-prima. Gregos do 'sim' temem falência dos bancos. Os do 'não' estão apreensivos mas o orgulho prevalece.
16:24 | Empresas
O dinheiro enviado para clientes da Western Union na Grécia será creditado, mas os levantamentos estarão limitados a 60 euros por dia.
16:44 | Bolsa
O PSI-20 agravou as perdas ao longo de grande parte do dia, fechando em terreno negativo pela quarta sessão consecutiva, num dia em que a crise grega voltou a marcar o rumo dos mercados. A bolsa portuguesa está em mínimos desde Fevereiro.
A incerteza em torno da Grécia dominou a negociação na segunda sessão da semana. Depois de terem iniciado a negociação em alta, as principais praças europeias inverteram essa tendência e acabaram por desvalorizar. Também o euro perdeu terreno face ao dólar e o petróleo recuou em ambos os mercados de referência.
13:56 | Política
Nas jornadas parlamentares da coligação PSD/CDS, o primeiro-ministro sustentou que Portugal conseguiu realizar uma “transformação estrutural da economia”. E nota que para permanecer com contas equilibradas as reformas estruturais têm de ser “um processo contínuo”.
12:45 | Mercados
A tendência negativa dos mercados accionistas chineses tem provocado perdas expressivas à maior parte das cotadas. Algumas delas bem conhecidas em Portugal. Saiba quais.
13:28 | Crédito
As famílias portuguesas continuam a revelar dificuldades em cumprir com o pagamento dos empréstimos contraídos. Uma realidade constatada através dos níveis de malparado, que continuam em máximos históricos.
Os bancos portugueses voltaram a reduzir o montante de empréstimos detidos junto do banco central, em Junho. A banca reduziu em 840 milhões de euros, ou 2,96%, o financiamento junto do BCE.
15:28 | Obrigações
Tal como nos dois primeiro trimestres do ano, o instituto responsável pela gestão da dívida pública portuguesa pretende realizar três duplos-leilões de dívida de curto prazo, ao longo dos próximos três meses. Com estas operações, o IGCP procura angariar entre 3,25 mil milhões e quatro mil milhões de euros.
10:14 | Obrigações
Os juros da dívida pública portuguesa prolongam a tendência de alta de segunda-feira, enquanto as "yields" das obrigações alemãs estão a recuar, levando o "spread" da dívida portuguesa para os 249 pontos base.
14:41 | Bolsa
As principais praças norte-americanas iniciaram uma vez mais a sessão em queda, com os investidores na expectativa da evolução das negociações entre a Grécia e os credores. Investidores também estão na expectativa pela divulgação das minutas da Fed na quarta-feira.
16:20 | Automóvel
A fábrica de Palmela vai parar a 31 de Julho. Em menos de 24 horas, uma alteração nos registos das encomendas evitou mais dois dias de não produção.
PUBLICIDADE
A Sanofi e o Negócios distinguem hoje as boas práticas na saúde. Pelo quarto ano consecutivo centros de saúde, hospitais e unidades de cuidados continuados são galardoados pela excelência na gestão e nos serviços prestados à população.
13:57 | Autarquias
O presidente da autarquia bracarense confirmou, em comunicado, a detenção pela PJ de um técnico camarário, aproveitando o momento para garantir que "a batalha contra a corrupção no município de Braga continuará a ser travada todos os dias". 
Para que entrem nas deduções com saúde em sede de IRS, as despesas com artigos com IVA a 23% têm de ser confirmadas junto do Fisco. O Negócios explica o que tem de fazer com as facturas de saúde.
07:21 | Mundo
Maria Barroso revelou ao Negócios, numa entrevista no final de 2010, que encarava a morte com "tranquilidade" e admitiu que a dor "custa mais suportar". Morreu como desejava: a trabalhar até ao fim. Releia a entrevista na íntegra publicada inicialmente em Dezembro de 2010.
12:32 | Celso Filipe
Maria Barroso morreu. Este é um obituário de afectos e de admiração por uma mulher que quis trabalhar até ao fim da sua vida. Obrigado pelas conversas. Foi muito gratificante tê-la conhecido.
A PT Portugal confirmou esta terça-feira que Paulo Neves foi nomeado presidente executivo da operadora que foi comprada em Junho pela Altice. Guy Pacheco, João Sousa, Helena Féria e Marta Neves são outros dos nomes da nova comissão executiva da dona do Meo.
14:58 | Conjuntura
Entre as categorias de produtos de alta tecnologia, só há um que Portugal vende mais do que compra: armamento. No total, Portugal tem um défice de 2,8 mil milhões de euros.
14:05 | Cultura
‘Mundo Jurássico’ e ‘Velocidade Furiosa 7’ colocam a Universal na liderança da corrida este ano. O estúdio cinematográfico facturou mais na primeira metade no ano do que a Walt Disney e a Warner Bros, que ocupam o segundo e terceiro lugar do pódio, respectivamente.
Editorial
  • Helena Garrido
    Os bancos não reabrem esta terça-feira na Grécia conforme foi previsto, o BCE exige dos bancos gregos mais garantias obrigado a isso pelo incumprimento do Estado grego, há empresas gregas a dar férias antecipadas aos trabalhadores porque já não conseguem euros para importar.
  • Helena Garrido
    Alexis Tsipras e Yanis Varoufakis tiraram o povo grego do resgate financeiro, não da austeridade. Atiraram o povo grego para uma muito provável ajuda humanitária, para a falta de dinheiro e de bens essenciais. Tempos ainda mais difíceis esperam, infelizmente, o povo grego.
  • Celso Filipe
    A nova PT, detida desde 2 de Junho pelos franceses da Altice, tem um poder enorme sobre os fornecedores. Uma situação que herdou da anterior PT, à volta da qual floresceram muitas empresas prestadoras de serviços.
13:54 | Saúde
As despesas de saúde privada em Portugal e na Grécia tiveram o maior crescimento da área da OCDE desde 2009 a 2013, significando já um terço da despesa total em saúde, segundo um relatório hoje divulgado.
O alargamento do número de prestações de 120 para 150 para pessoas colectivas, aprovado em Conselho de Ministros a 28 de Maio, foi hoje publicado em Diário da República e entrará esta quarta-feira, 8 de Julho, em vigor.  
15:14 | Empresas
O ministro da Economia adiantou que o Governo está a trabalhar o concurso para poder utilizar neste segundo semestre 1.500 milhões de euros de fundos europeus como instrumento de crédito e de capital através do chamado Banco do Fomento.
O autor do livro "City Marketing" diz que faltam soluções criativas para atrair as empresas, não bastando oferecer terrenos. Os "investimentos catastróficos" e as sucessões monárquicas subsistem nos governos locais.
12:26 | Américas
A renúncia não é uma hipótese, garantiu a presidente brasileira, que enfrenta o “auge da pior crise dos seus quatro anos de meio de Governo”, escreve o Folha de S. Paulo, a quem Dilma concedeu uma entrevista.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Numa altura em que a mais profunda crise económica das nossas vidas se estende pelo sétimo ano, a maioria dos países da OCDE continua a apresentar resultados insuficientes. Este ano, espera-se que o crescimento do PIB nas economias avançadas seja, em média, de 2%, em comparação com 3,2% em todo o mundo. Em 2016, os resultados deverão ser mais positivos, com os países da OCDE a crescerem 2,5%, e o resto do mundo cerca de 3,8% - uma taxa próxima da média pré-crise.
  • Já passou quase meio ano desde que o Banco Central Europeu declarou a sua intenção de comprar cerca de 1,1 biliões de euros em títulos da Zona Euro. Quando anunciou pela primeira vez o chamado "programa alargado de compra de activos" em Janeiro, o BCE sublinhou que só estava a expandir um programa já existente, ao abrigo do qual tinha estado a comprar quantidades modestas de obrigações do sector privado, para cobrir títulos dos governos. Mas essa pretensão de continuidade era apenas isso mesmo: uma pretensão.
  • A inflação vai aumentar no próximo ano. O mercado de trabalho está mais ajustado: a taxa de desemprego baixou para 5,4%, o desemprego de curta duração (um indicador-chave da pressão inflacionária) caiu para 3,8% e a taxa de desemprego entre graduados universitários é de apenas 2,7%.
  • Apesar da oposição oficial dos Estados Unidos e do Japão, 57 países optaram por estar entre os membros fundadores do Banco Asiático de Investimento em Infraestruturas (AIIB), liderado pela China. Independentemente daquilo que os opositores acreditam, esta mudança notável nos acontecimentos pode apenas beneficiar a governança económica mundial.
  • Pela primeira vez desde há anos, parece reinar uma dose saudável de otimismo. A economia global – à exceção de alguns pontos problemáticos – está finalmente a ultrapassar a crise financeira. Os avanços tecnológicos colocaram as energias renováveis em pé de igualdade com os combustíveis fósseis.
06:00 | Energia
A comercializadora tornou-se na segunda maior empresa em termos de clientes no mercado de gás natural à conta do recuo da Goldenergy. A Galp cresceu por consumo entre grandes clientes e mercado residencial.
00:01 | Aviação
A Comissão Europeia está a acompanhar a privatização da TAP, mas diz que compete ao regulador português, primeiro, avaliar se a Gateway cumpre as regras em matéria de propriedade e controlo. Os novos donos ainda não deram informação à ANAC.
00:01 | Aviação
O grupo de aviação alemão não prevê abrir novas rotas em Portugal, mas admite que essa possibilidade não está fechada. Funchal está na mira. O segmento executivo é uma das chaves para o crescimento nos voos lusos.
dossier Weekend
TAP: O primeiro dono privado
Muito antes de Humberto Pedrosa e David Neeleman, a TAP teve accionistas privados. O primeiro foi António de Medeiros e Almeida. Entre 1955 e 1960, o milionário português controlou 50% do capital da companhia, que depois trocou pela SATA. Pelo caminho, teve conversas com Salazar para ser presidente da TAP.
pub

 

pub

7
Terça-feira
Julho 2015