Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
A generalidade dos reformados vai recuperar poder de compra em 2015. Mas os que beneficiam do efeito conjugado do fim da CES com a subida da dedução específica no IRS ganham a dobrar. Rendimento líquido chega a aumentar 15%.
19:11 | Economia
Com novas regras de contabilidade mais de quatro mil sociedades que estavam registadas como "economia real" passaram para o sector financeiro. Uma das consequências foi uma redução expressiva da dívida empresarial.
Stock da Cunha foi a Luanda fechar o acordo que permitirá ao Novo Banco reaver 20% do crédito sobre o BESA. O banco vai anular parte da provisão para o risco de perda total. E reduz o potencial de prejuízos da sua venda.
Os accionistas do BES ficaram com títulos que, na prática, não têm valor, mas que implicam custos. Isto porque, ao que o Negócios apurou, a maior parte dos intermediários financeiros, incluindo o Novo Banco, continua a cobrar comissões pelo facto de as acções do BES estarem ali depositadas. Em causa estão as comissões de custódia de títulos.
23:17 | Empresas
De acordo com a lista de credores da ES Irmãos, que entrou em processo especial de revitalização a 30 de Julho, a Rioforte é a sociedade que reclama maiores créditos junto da "holding" que tinha 49% do ESFG
As impressoras de Frankfurt começaram a funcionar para tentar retirar a Europa de uma situação de deflação que espreita à medida que a economia arrefece e taxa de inflação baixa para os 0,3%.
23:11 | Bolsa
A PT registou a maior queda de sempre em bolsa. Afundou quase 30%, penalizada pela perspectiva de que com a insolvência da Rioforte seja impossível recuperar alguma dívida. Para os analistas, o valor da operadora já só reflecte a posição na Oi.
23:11 | Bolsa
O presidente interino já pôs mãos à obra e reduziu o número de directores e mudou processos, o objectivo é gerar poupanças e mostrar uma estrutura mais "enxuta". Quanto à venda de activos ainda não há fumo branco.
19:52 | Política
O primeiro-ministro defendeu que as próximas eleições legislativas deverão ocorrer no prazo "normal" previsto na lei, "a menos" que haja uma "crise profunda" que disse não desejar nem antecipar.
23:10 | Energia
O novo diploma da pequena produção de energia já está publicado e prevê, por exemplo, que se um condómino quiser usar uma área comum do prédio para instalar painéis solares precisa do aval de dois terços dos moradores.
21:04 | Política
O ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, disse esta segunda-feira que o "estado de saúde" da coligação governamental é "óptimo", advogando que o país beneficia de pontos de vista diferentes entre os governantes.
23:20 | Economia
A reforma do IRS tem ocupado grande parte da discussão em torno da proposta de Orçamento do Estado para 2015, mas do ponto de vista orçamental a principal novidade está nos impostos sobre o consumo. Sobem todos, e muito.
22:50 | Política
O manifesto dos 74 ou a proposta do PS para a dívida pública vão a debate já amanhã, quarta-feira, no Parlamento. Há propostas em defesa da reestruturação ou renegociação da dívida. O PS quer iniciar uma audição parlamentar.
23:05 | Autarquias
As autarquias que contrataram empréstimos com taxas de juro elevadas vão estar autorizadas a pedir, em 2015, um novo empréstimo com juros mais baixos, desde que mantendo os prazos e o montante.
22:30 | Empresas
Com ou sem açúcar, os chocolates da Imperial dão novos passos nesta parte do mundo. Os contactos a esse nível já estão em curso. Por cá, a aposta nos valores do passado tem conquistado os amantes desta iguaria.
19:39 | Research
A petrolífera liderada por Ferreira de Oliveira apresenta os resultados do terceiro trimestre no próximo dia 27 de Outubro, antes da abertura dos mercados.
20:18 | Research
As margens operacionais acima do normal, a eficiente infraestrutura industrial e a gestão focada são os três factores que fazem da Altri uma das "empresas mais eficientes da indústria europeia".
22:55 | Construção
A sustentabilidade da Estradas de Portugal e da Refer, que estão em processo de fusão, passa pela captura de receitas futuras, seja com a venda de imóveis seja com o lançamento de novas concessões.
22:40 | Empresas
A fabricante das "melhores toalhas do mundo" vai abrir uma unidade dedicada à produção de lençóis, artigo que anda a testar há já cinco anos. Com vendas de 13 milhões de euros, quer crescer 50% nos próximos cinco anos.
11:07 | Research
A casa de investimento Société Générale acredita que o BCP não vai falhar os testes de stress. Mas mesmo que falhe, o preço da acção já descontou este evento.
20:20 | Tecnologias
O acordo comercial entre a União Europeia e os EUA irá tornar a operação da Critical Software "mais fácil no mercado norte-americano", disse o presidente da empresa, Gonçalo Quadros.
16:33 | Empresas
“Sem as conexões da Fosun não nos teria sido possível aceder e estar no radar deste tipo de investimentos”, afirmou Magalhães Correia. A seguradora vendeu, no mesmo dia, um terço da posição adquirida no IPO da Alibaba.
19:38 | Política
O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, reiterou hoje a sua confiança no ministro da Educação e sublinhou a forma como Nuno Crato assumiu e resolveu os problemas da contratação de professores.
19:36 | Política
O antigo primeiro-ministro José Sócrates defendeu hoje, na Covilhã, a importância de valorizar o "valor da igualdade" e do "interesse colectivo", em detrimento dos valores individuais, nas escolhas políticas que se tomam.
PUBLICIDADE
Os recibos verdes que optem pelo regime simplificado no IRS poderão abater uma parte do que paguem à Segurança Social. Haverá também descontos para quem estiver em início de actividade.
22:30 | O Negócios
Os reformados com pensões médias e altas são os que mais poder de compra recuperam no Orçamento do Estado para 2015 e com a proposta de alterações de IRS. Na edição desta terça-feira pode ler no Negócios os efeitos dessas mudanças.
20:43 | Impostos
A proposta de lei de reforma de IRS aprovada pelo Conselho de Ministros de 16 de Outubro consagra o quociente familiar e avança com várias alterações nas deduções. Veja aqui as 10 principais mudanças em cima da mesa.
23:15 | Bolsa
A alteração que equipara os rendimentos com os fundos aos obtidos com acções consta da proposta de Reforma do IRS. Para já, inclui apenas os fundos de investimento estrangeiros que até agora eram alvo de retenção na fonte.
O Orçamento do Estado para 2015 dá uma folga à austeridade, mas a reforma do IRS anunciada vai limitar o aumento do poder de compra prometido no documento de contas públicas. Helena Garrido, directora do Negócios, comenta os anúncios do Governo.
O Negócios saiu à rua para ouvir a opinião dos portugueses sobre o Orçamento do Estado para 2015. É "o Orçamento possível" dizem uns, "eleitoralista" respondem outros. Certo é que a austeridade não deixou as contas do Estado.
Editorial
  • Celso Filipe
    O plano de recapitalização do Banco Espírito Santo Angola (BESA), anunciado pelo Banco Nacional de Angola (BNA), tem um efeito imediato e duplo: diminui o grau de incerteza em relação ao Novo Banco e aumenta o seu valor de mercado. O empréstimo de 3,6 mil milhões de euros do BES ao BESA era dinheiro dado como perdido. Esta segunda-feira, o Novo Banco, por decisão do BNA, recuperou 20% deste montante, o que equivale a 720 milhões de euros. Destes 20%, 56 milhões serão transformados numa posição accionista de 9,9% que o Novo Banco passará a ter no âmbito do plano de recapitalização do BESA.
  • Helena Garrido
    Tem dois ou mais filhos? Faz parte do feliz grupo dos 548 mil contribuintes que deverá ser contemplado com menos IRS em 2015. Um pequeno grupo de 14% num total de cerca de 3,9 milhões de contribuintes.
  • André Veríssimo
    As bolsas estão de novo num tumulto, tingidas pelo vermelho das quedas, numa fuga apressada ao risco. Os índices de volatilidade, que medem o medo nos mercados, dispararam para o nível mais elevado desde a última crise. De que têm medo os investidores? De que a economia trave a fundo ou volte mesmo à recessão.
  • Helena Garrido
    Vamos fazer uma pausa na dita austeridade. Pensionistas e funcionários públicos recuperam poder de compra. Está prometida uma redução da carga fiscal algures em 2016 para todos os contribuintes de IRS. Como se previa, o IRC vai baixar. Mas o problema das contas públicas não está resolvido.
21:37 | Bolsa
Os mercados accionistas do outro lado do Atlântico encerraram em terreno positivo, pela terceira sessão consecutiva, sustentados pelo optimismo em torno dos resultados das empresas.
16:48 | Bolsa
A bolsa nacional encerrou a sessão a perder pouco mais de 0,1%, acompanhando a tendência negativa da Europa. Ganhos da banca não foram suficientes para compensar o deslize de 10% da PT.
13:44 | Mercados
A Grécia é o único periférico que recua, depois do primeiro-ministro anunciar que vai negociar um programa cautelar com a troika. O programa de compra de "covered bonds" do BCE teve hoje início, mas os juros dos periféricos não recuaram.
20:30 | Empresas
O negócio da consultoria em Portugal deverá estar a sair de um ciclo de quatro anos de recessão.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Um paradoxo cada vez mais óbvio surgiu este ano nos mercados financeiros mundiais. Apesar dos riscos geopolíticos – o conflito entre a Rússia e a Ucrânia, a ascensão do Estado Islâmico e a crescente agitação no Médio Oriente, as disputas territoriais da China com os seus vizinhos e os protestos em massa em Hong Kong, bem como o risco da sua repressão – se terem multiplicado, os mercados mantêm uma actividade sustentada, se não mesmo borbulhante.
  • As reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional (FMI) vão decorrer a 10-12 de Outubro em Washington e o sector financeiro mundial é um assunto central na agenda. Será um encontro interessante uma vez que as duas visões diametralmente opostas do sistema financeiro mundial vão enfrentar-se uma à outra.
  • Em 2012, o responsável de capital de risco William Janeway argumentou que o desenvolvimento económico é um jogo com três jogadores que envolve o Estado, a inovação empresarial privada e o capitalismo financeiro, com excessos cíclicos inevitáveis que criam as condições para a próxima onda de invenção e crescimento de produção.
  • "Bonjour Monsieur, comment pourrais-je vous aider?", pergunta o obsequioso concierge do meu hotel em Paris. Imediatamente me questiono sobre o que terá acontecido à infame arrogância desta cidade - especialmente perante um turista americano. Se a capital francesa já não é a cidade europeia mais rude, talvez o possamos agradecer ao crescimento de ferramentas de avaliação online, como o TripAdvisor.
  • Com a queda do Muro de Berlim, que teve lugar há 25 anos [caiu a 9 de Novembro de 1989], os especialistas liderados por Francis Fukuyama proclamaram o fim da história – o triunfo do capitalismo democrático sobre os sistemas rivais. O sucesso económico dos Estados Unidos da América e o colapso do comunismo alimentaram a narrativa. O longo confronto político, intelectual e por vezes militar que conhecíamos como Guerra Fria tinha terminado.
16:20 | Transportes
Trabalhadores do Metropolitano de Lisboa em greve de 24 horas. Também as ligações fluviais entre Lisboa e Barreiro paralisam ao início da tarde desta terça-feira.
17:45 | Gadgets
A gigante norte-americana resolveu entrar na concorrência das tecnologias “vestíveis”, com um novo dispositivo que deverá ser apresentado dentro de duas semanas.
dossier Weekend
O legado cultural da família Espírito Santo
Por estes dias, o Novo Banco está a fazer um inventário de todos os activos que "herdou" do BES. Entre eles, está o património cultural e histórico acumulado ao longo dos anos. Também a Fundação Ricardo Espírito Santo Silva faz contas à vida. Perdeu o seu principal mecenas e está afundada em dívidas.
pub
pub

20
Segunda-feira
Outubro 2014
    Conferência Divulgação de Informações Não Financeiras

    negócios opinião