Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
11:44 | Bolsa
A bolsa nacional já inverteu da tendência de queda e segue a valorizar, com os ganhos da Galp Energia a sustentar, enquanto o BCP continua a perder mais de 4% em dia de estreia das acções emitidas no âmbito do aumento de capital.
Os juros da dívida pública portuguesa no mercado secundário estão a cair em todos os prazos. Na última sexta-feira, a agência de notação financeira Moody’s subiu o “rating” da dívida nacional, estando este assim a um nível de sair de lixo.
Ao subir o "rating" para Ba1, a Moody’s passou a classificar a dívida soberana portuguesa no mesmo nível da Fitch. Entre as três grandes, a Standard & Poor’s tem agora a notação mais baixa para Portugal. Veja a evolução de todos os "ratings" desde 2010.
12:38 | Empresas
As insolvências registaram, no primeiro semestre deste ano, uma diminuição de 16% face ao mesmo período do ano passado. Entre os sectores mais afectados pelas insolvências, a construção lidera a tabela. Quanto às revitalizações, nos primeiros seis meses do ano, 500 empresas solicitaram adesão ao PER.
09:29 | Bolsa
As acções do Banco Comercial Português seguem a descer mais de 5%, tendo chegado já a recuarem mais de 6%. A pressionar a evolução do BCP pode estar a tomada de mais-valias por parte dos investidores.
A operação polaca do BCP prevê registar no terceiro e quarto trimestre deste ano resultados idênticos aos do segundo trimestre. O Bank Millennium teve lucros de 39,1 milhões de euros no segundo trimestre, o melhor resultado de sempre, sem contar com 2005.
00:01 | Empresas
Luanda vai assumir o controlo do BES Angola, através de uma injecção de capital no banco. BES perde a maioria, mas receberá o compromisso de que o empréstimo de 3.000 milhões ao banco angolano será reembolsado.
00:01 | Empresas
O novo presidente do BES, Vítor Bento prepara-se para divulgar esta semana ao mercado o seu plano de acção futura no banco. Um documento que deverá dar uma ideia das traves mestras que o banqueiro pretende pôr em marcha para fazer face às perdas que a instituição vai registar por causa da sua exposição ao Grupo Espírito Santo (GES). Venda de activos e injecção de capital são duas alternativas em cima da mesa.
07:14 | Energia
A Galp Energia fecho o primeiro semestre do ano com um lucro de 115 milhões de euros, o que corresponde a uma queda de quase 29% face ao mesmo período do ano passado. A contribuir para a queda esteve a descida das margens de refinação.
12:43 | Energia
Investimento de 370 milhões de euros da EDP está a levantar dúvidas ao Governo do ponto de vista do cumprimento das obrigações ambientais do projecto.
00:01 | Bolsa
Cresce entre os analistas a opinião de que os problemas com origem no Grupo Espírito Santo, e que contagiaram toda a bolsa, são um caso isolado. A bolsa deverá recuperar, se a tensão na Ucrânia não piorar.
PUBLICIDADE
António Horta Osório, Presidente executivo do Lloyds Bank, é o 44.º mais poderoso da economia
Em Agosto chegam muitos dos portugueses que, durante os outros meses do ano, estão fora do País. Os residentes no estrangeiro merecem nesta altura do ano uma atenção especial dos bancos. As instituições financeiras lançam campanhas para captarem as poupanças dos emigrantes e oferecem vantagens em alguns serviços. O que não faltam são "brindes" para estes portugueses.
É praticamente impossível ter uma conta sem custos. Mas, se está à vontade com a Internet, o ActivoBank não cobra cartões, despesas de manutenção, nem transferências online.
00:01 | Economia
Futebolistas pagam IS integral sobre os salários, mas têm isenção nas mais-valias, capitais e direitos de imagem de fonte estrangeira. Regime visa atrair estrangeiros, mas acaba por dar uma isenção indiscriminada a todos.
10:34 | Europa
Navanethem Pillay, Alta Comissária para os Direitos Humanos, admitiu esta segunda-feira que o disparo de um míssil sobre o avião da Malaysia Airlines pode ser considerado um crime de guerra.
00:01 | Economia
Os diplomas dos cortes salariais e da contribuição de sustentabilidade aprovados no final da semana passada seguem quinta-feira para Belém. Cavaco Silva tem oito dias para enviar para o Tribunal Constitucional.
Editorial
  • Nuno Carregueiro
    A 5 de Julho de 2011 a Moody's conseguiu colocar grande parte dos portugueses, desde políticos ao comum cidadão, unidos nas críticas à agência de notação financeira. Um corte de quatro níveis no "rating" da dívida pública colocou Portugal no "lixo" e mesmo quem na altura nunca tinha ouvido falar em "rating" certamente insultou esta agência de notação financeira.
  • Helena Garrido
    Considerar que só porque deixou de ter poder no BES é que a justiça actua é fazer o raciocínio ao contrário. Ricardo Salgado deixou de ter poder porque as instituições funcionaram e a justiça já estava a actuar. A detenção do ex-presidente do BES nesta quinta-feira de Julho e as medidas de coacção de grau elevado que lhe foram aplicadas revelam que o trabalho dos investigadores do caso Monte Branco continuava a ser feito.
  • Helena Garrido
    O BES começa a dar sinais de calma. Cada um está a fazer o que deve. A família Espírito Santo está a pedir a protecção de credores, o presidente de Angola está a garantir que resolverá o problema do BESA e a administração do BES está a reconquistar lentamente a confiança dos clientes e dos investidores. Não ganhámos para o susto. Mas a cooperação que está a existir aponta para um caminho de estabilização do banco e do sistema financeiro menos doloroso do que se poderia antecipar.

08:28 | Energia
A REN e a Galp estabeleceram um acordo em que a primeira adquiriu a concessão de armazenamento subterrâneo de gás natural à petrolífera por 71,7 milhões de euros. Esta operação fica a aguardar "aprovações legais."
11:07 | Energia
A chinesa State Grid – que já é accionista da REN - está a negociar a entrada no grupo industrial português, noticia esta segunda-feira o Diário Económico, citando uma fonte ligada ao processo.
Dez empresas do PSI-20 prestam contas aos investidores esta semana. Galp, BCP, EDP e Jerónimo Martins estão entre os destaques. As atenções estarão principalmente viradas, contudo, para os resultados do BES na quarta-feira.
26 de Julho | Impostos
Com base no balanço social da Autoridade Tributária, o Negócios mostra-lhe a máquina fiscal. Sabe porque faltam os funcionários do Fisco? Sabe quantos são e que habilitações têm? E quanto ganham? Veja na infografia preparada pelo Negócios.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Os líderes da Zona Euro continuam a debater a melhor forma de revigorar o crescimento económico e os franceses e italianos argumentam actualmente que se deve relaxar o rígido tratado do "compacto orçamental".
  • A proximidade entre o 70.º aniversário da conferência de Bretton Woods, da qual surgiram o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional, e outros aniversários históricos como o do desembarque dos Aliados na Normandia revela a ambição dos seus organizadores.
  • As recentes eleições na Índia podem ser a melhor notícia de 2014 para a economia do país. Os eleitores indianos rejeitaram o partido do Congresso, que governou a Índia praticamente sem interrupções desde que o país conseguiu a independência do Reino Unido em 1947. E é provável que um dia se alegrem por tê-lo feito.
  • O Acordo Transatlântico de Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês) que, actualmente, é objecto de intensas negociações entre a União Europeia (UE) e os Estados Unidos, está a causar um grande choque.
  • Um estudo pioneiro publicado no passado mês de Novembro revelou que as actividades de apenas 90 produtores de carvão, petróleo, gás e cimento – apelidados de "grandes emissores de dióxido de carbono" – foram responsáveis por 63% do total de emissões desde a Revolução Industrial.
A agência de notação efectuou a segunda subida no espaço de três meses ao "rating" de Portugal, que fica a apenas um patamar de sair da classificação de "lixo". Mas não deverá ser tão cedo que a Moody's dará esse passo.
09:57 | Aviação
Para o seu ano fiscal, terminado em Março de 2015, a companhia aérea deverá fechar com lucros na ordem dos 620 a 650 milhões de euros, acima dos 580 a 620 milhões anteriormente previstos.
dossier Weekend
Portugal foi grande quando se abriu ao mundo
Em miúdo era um engenhocas. Um dia ligou um comboio a pilhas à electricidade e, claro, correu mal. António Melo Pires, prémio Excellens Oeconomia de 2014, fala da sua vida desde o liceu em Setúbal. Do tempo em Espanha e no Brasil. Confessa que era impulsivo. É no serviço militar, para onde não queria ir, que encontra a raiz do saber liderar.
pub
pub

28
Segunda-feira
Julho 2014
    Cerimónia de Entrega de Prémios Best Ethical Practices Awards

    negócios opinião