Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
09:11 | Bolsa
As quedas da EDP e da EDP Renováveis estão a pressionar o PSI-20. O BCP e a Nos também estão a ajudar à desvalorização da praça portuguesa. Lá fora, as praças europeias também negoceiam em terreno negativo.
07:56 | Energia
Durante os primeiros três meses do ano, a petrolífera nacional registou um aumento de 50% do EBITDA consolidado para 398 milhões de euros. Já a dívida liquida registou uma queda de 12,4% em 202 milhões de euros.
10:25 | Research
Sem ajuda estatal e sem venda de dívida pública, factores penalizadores das contas dos primeiros três meses de 2014, o BPI poderá ter um resultado positivo de 28,4 milhões de euros entre Janeiro e Março, diz o Caixa BI.
07:51 | Energia
A EDP Renováveis chegou a acordo com a EDP Brasil para adquirir a EDP Renováveis Brasil por 190 milhões de reais (cerca de 59 milhões de euros).
A entidade polaca do Banco Comercial Português registou no primeiro trimestre do ano um lucro de 162,5 milhões de zlotys (39,0 milhões de euros). Este valor representa um aumento de 3,9% face ao período homólogo.
08:30 | Saúde
A José de Mello Saúde tinha já anunciado o acordo de compra do Hospital Privado de Santarém. Entretanto notificou a Autoridade da Concorrência e os interessados têm agora 10 úteis para se pronunciarem.
00:01 | Comércio
A Inapa "não tem nada a ver" com outras empresas em que o Estado participa, defende José Morgado, destacando a distribuidora de papel do resto das participações públicas "privatizáveis". Os accionistas da empresa reúnem-se esta terça-feira.
10:18 | Automóvel
As acções da Volkswagen chegaram a subir mais de 5%, depois de no fim-de-semana ter sido revelado que Ferdinand Piëch abandonou o cargo de "chairman" do grupo em divergência com a estratégia da fabricante automóvel.
As acções do HSBC seguem em alta, a beneficiar das notícias que dão conta de que o banco está a preparar a separação da unidade de retalho.
10:59 | Zona Euro
O governo espanhol melhorou as suas previsões económicas para este ano, esperando agora que o PIB cresça 2,9%. Esta estimativa supera as do Fundo Monetário Internacional, da Comissão Europeia e do Banco de Espanha.
00:01 | Câmbios
A Douro Azul até está a construir mais um barco para americanos, mas nem todas as exportadoras embarcam em euforias. Importações e investimentos industriais são o lado frágil da moeda.
26 de Abril | Política
O secretário-geral do PS, António Costa, considerou este domingo que a coligação anunciada entre o PSD e o CDS-PP é um "casamento" para "disfarçar as conveniências" e que demonstra que o Governo "nada de novo tem para dar".
00:01 | Bolsa
Os fundos de investimento internacionais aproveitaram a queda do PSI-20 no ano passado para reforçar a aposta nas acções nacionais. Perto de um quarto do capital das cotadas está agora nas mãos de gestoras estrangeiras.
26 de Abril | Banca & Finanças
O BE fala em “más práticas” na PT e aponta o dedo aos gestores. O PCP diz que o Novo Banco também causou problemas à operadora. Os partidos querem colocar essas indicações no relatório de inquérito ao BES.
PUBLICIDADE
00:01 | Impostos
A maioria PSD/CDS-PP alargou regime excepcional de regularização para as multas das portagens, que inicialmente se aplicaria a infracções até 31 de Dezembro de 2014 e que passa a abranger os processos de pelo menos os três primeiros meses de 2015.
00:01 | Start-ups
A mudança de ciclo político com as eleições legislativas é uma ameaça, apontada por Carlos Oliveira, à autonomia operativa da capital de risco pública. O sucessor de Epifânio da Franca é eleito hoje em assembleia-geral.
09:42 | Impostos
O Ministério Público está a recolher elementos sobre a negociação de um contrato entre o Estado, a Salvador Caetano e a Airbus, noticia esta segunda-feira o jornal Público. Na negociação intervieram um ex-responsável pela imagem de Passos Coelho e um ex-adjunto do Governo.
26 de Abril | Investidor Privado
A assembleia-geral do BPI vai centrar as atenções dos investidores. Mas as contas do banco liderado por Fernando Ulrich, bem como as de várias outras cotadas nacionais e internacionais estarão em foco. Dados económicos, além da reunião da Fed, estão também na agenda, numa semana mais curta nas bolsas.
26 de Abril | Turismo & Lazer
O Four Seasons lançou um novo hotel, mas este tem asas. É um Boeing 757 que foi totalmente remodelado de acordo com os elevados padrões da cadeia hoteleira. E quer levar os hóspedes numa volta ao mundo.
26 de Abril | IRS
Esta é a última semana para a entrega da declaração de IRS via internet, para os trabalhadores por conta de outrem e pensionistas. No dia 1 de Maio começa o prazo para os trabalhadores independentes.
10:03 | IRS
A consignação de IRS por parte de ex-alunos será uma forma de financiar os estabelecimentos de ensino superior de acordo com o grupo de peritos do PS que elaborou o documento "Uma década para Portugal", escreve o Diário Económico.
26 de Abril | Mundo
A comunidade internacional mobilizou equipas de resgate e ajuda humanitária para o Nepal, onde pelo menos 2.500 pessoas morreram e outras 6.000 ficaram feridas na sequência do pior sismo que atingiu aquele país, nos últimos 80 anos.
25 de Abril | Economia
Os ministros das Finanças europeus discutiram este sábado, 25 de Abril, pela primeira vez, a proposta de Bruxelas para um mercado único de capitais que leve as empresas a dependerem menos do financiamento bancário e deram 'luz verde' ao combate à optimização fiscal.
Editorial
  • Helena Garrido
    Quando as diferenças não existem vence o pragmatismo. PS, PSD e CDS caminham para as primeiras eleições legislativas do pós-troika concentrados nos problemas concretos da classe média e dos pensionistas. Mesmo que se tentem mostrar diferentes nas medidas, não são. A importância da diferença está em serem dois grupos que se supervisionam mutuamente, é o papel que assim desempenham na defesa da democracia.
  • Nuno Carregueiro
    A manipulação das taxas interbancárias durante vários anos e a queda abrupta de Wall Street na sessão de 6 de Maio de 2010 voltaram esta semana a ser notícia. Estes casos de fraude contribuíram para expor as fragilidades que persistem nos mercados financeiros.
  • André Veríssimo
    O PS ultrapassou o Governo pela esquerda com as propostas do grupo de economistas. Conseguiu modelar um discurso político alternativo, como lhe competia. Mas de resultado perigosamente incerto.
24 de Abril | Matérias-Primas
A forte valorização do petróleo nos mercados internacionais, que levou o barril a máximos do ano, vai ditar um novo agravamento no preço de venda dos combustíveis nos postos nacionais. A gasolina pode subir mais do que o gasóleo.
24 de Abril | Aviação
O presidente da TAP, que esteve reunido esta sexta-feira com o Presidente da República, diz que nenhuma das partes quer que haja uma greve dos trabalhadores da companhia aérea, mas no caso das diuturnidades considera que "difícil um acordo por questões legais".
24 de Abril | Obrigações
A agência de notação financeira manteve as notações soberanas de Espanha e de Itália em ‘BBB+’, uma classificação que se integra na categoria de investimento. Os outlooks de ambos os países, por seu lado, são "estáveis".
25 de Abril | Negócios num minuto
Esta semana o Negócios escolheu cinco temas para explicar em poucas palavras. Reveja os vídeos.
25 de Abril | Mundo
Os responsáveis das Nações Unidas criticaram a resposta da União Europeia à crise no Mediterrâneo, considerando que deve haver um plano abrangente para instalar os refugiados e não apenas um enfoque na proteção de fronteiras.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Com a China pronta a liderar uma nova instituição financeira, o Banco Asiático de Investimento em Infra-estruturas (AIIB, na sua sigla original), no valor de 50 mil milhões de dólares, grande parte do debate centrou-se nos esforços inúteis dos Estados Unidos no sentido de desencorajar outras economias avançadas a aderirem. Tem sido dada muito pouca atenção a tentar compreender por que razão é que o financiamento multilateral para o desenvolvimento tem falhado tão frequentemente e o que poderá ser feito para funcionar melhor.
  • Todos os anos nesta altura, o governo da China organiza uma grande conferência – patrocinada pelo Centro de Investigação para o Desenvolvimento, o "think tank" oficial do Conselho de Estado – que reúne altos responsáveis, presidentes-executivos de importantes empresas chinesas e do Ocidente e um pequeno grupo de responsáveis e académicos internacionais. O Fórum de Desenvolvimento da China (CDF, nas siglas em inglês) acontece logo depois do Congresso Popular Nacional anual.
  • A Europa está a viver uma transformação tecnológica sem precedentes. Chama-se a "Internet de Tudo": a penetração da World Wide Web na vida quotidiana. A tecnologia vai dizer-nos se estamos a dormir bem e se precisamos de fazer exercício. Os sensores na rua vão ajudar-nos a evitar as filas do trânsito e a encontrar estacionamento. As aplicações de telemedicina vão permitir aos médicos tratar os pacientes que estão a centenas de quilómetros de distância.
  • A recente capa da revista Der Spiegel que mostra a chanceler alemã Angela Merkel à frente da Acrópole rodeada por oficiais nazis serve um objectivo importante: levanta finalmente, e de forma inevitável, a questão da germanofobia na Europa.
  • O mundo desenvolvido parece estar a caminhar em direcção a um contexto de taxas de juro zero a longo prazo. Embora os Estados Unidos, o Reino Unido, o Japão e a Zona Euro tenham mantido, durante vários anos, em zero as taxas de juro fixadas segundo a política dos seus bancos centrais, a percepção de que esta era uma aberração temporária levou a que as taxas de médio a longo prazo permanecessem substanciais. Mas isso pode estar a mudar, especialmente na Zona Euro.
24 de Abril | Finanças Públicas
O encaixe com impostos nos primeiros três meses do ano cresceu 4,8%, ficando abaixo da meta para 2015. Diferença é mais significativa nos impostos directos, que está a cair 1,8% até Março.
24 de Abril | Ajuda Externa
O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou esta sexta-feira que o Governo decidiu submeter aos parceiros europeus um novo pedido de amortização antecipada de toda a dívida ao Fundo Monetário Internacional (FMI).
dossier Weekend
Mariana Mortágua: "O maior erro é achar que isto é culpa do Ricardo Salgado"
O que mais me perguntam na rua é o que é que vai acontecer ao Salgado - se vai preso. Mariana Mortágua tem 28 anos. Interrompeu um doutoramento em Inglaterra, numa universidade de esquerda, é claro, para ser deputada do Bloco de Esquerda.
pub

 

 

pub

27
Segunda-feira
Abril 2015
    Documentos Negócios
    consulte ou faça download