Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
16:49 | Bolsa
A praça nacional encerrou em queda em linha com as principais congéneres europeias. A marcar o dia nos mercados está a situação da Grécia numa altura em que um acordo entre Atenas e as instituições pode ser alcançado em breve.
15:42 | Obrigações
A operação será realizada por um sindicato bancário composto por seis instituições financeiras. Ainda na semana passada, o IGCP realizou uma troca de dívida de curto prazo por títulos com maturidade em 2024 e 2030.
Depois de ter passado mais de um ano a recusar-se a subscrever os acordos colectivos para redução do período normal de trabalho, o Governo vai homologar, na próxima quinta-feira, o primeiro acordo que aplica as 35 horas na câmara de Sintra.
14:34 | Conjuntura
O PIB terá crescido 1% nos primeiros três meses do ano, face ao quarto trimestre do ano passado, de acordo com as estimativas do BBVA, que aponta contudo para uma moderação do crescimento no resto do ano.
15:03 | Obrigações
Para tirar partido de um possível acordo entre Atenas e os credores, o banco dinamarquês está a recomendar aos clientes uma estratégia que passa pela aposta na dívida portuguesa em detrimento da alemã.
13:14 | Economia
Marco António Costa rejeitou o argumento do PS de que a Unidade Técnica de Apoio Orçamental não avalia propostas partidárias. E deixou uma ameaça: se o PS não pedir uma avaliação à UTAO, será a maioria a fazê-lo.
12:23 | Política
Os socialistas reagiram esta manhã às 29 perguntas enviadas pelo PSD sobre o cenário macroeconómico. João Galamba sublinhou que o PS vai responder a todas as questões e está disponível para enviar o documento para o Conselho de Finanças Públicas.
O organismo liderado por Teodora Cardoso não exclui a possibilidade de avaliar cenários macroeconómicos e propostas orçamentais dos vários partidos. Mas essa nova função coloca desafios e carece de clarificações sobre as condições para exercer tal trabalho.
16:38 | Bolsa
A bolsa grega fechou em alta pela quinta sessão consecutiva, desta feita já depois de o primeiro-ministro grego ter mostrado confiança de que “estamos próximos” de um acordo. Também os juros da dívida a dez anos seguem em queda.
14:31 | Zona Euro
O primeiro-ministro grego promete realizar um referendo caso um acordo com os credores vá além do mandato conferido pelos eleitores ao Syriza. Tsipras deixa cair a possibilidade de eleições antecipadas, num momento em que o apoio interno ao Governo está a diminuir.
No dia em que se soube que a economia britânica cresceu nos primeiros três meses de 2015 metade do observado no último trimestre do ano passado foi conhecida uma nova sondagem que deixa conservadores e trabalhistas a um ponto de distância nas intenções de voto.
13:00 | Zona Euro
O ministro checo das Finanças considera que uma eventual entrada na Zona Euro não é opção viável no futuro próximo e cita os elevados custos da adopção do euro, o impacto negativo sobre as importações e a ameaça latente de um "default" da Grécia como factores que desencorajam a entrada na moeda única.
12:32 | Empresas
Foram mais de 1.500 as empresas que entraram em insolvência nos primeiros três meses do ano. Deste total 70% são microempresas. Houve também um aumento das empresas que aderiram ao PER, de acordo com os dados divulgados pela Cosec.
Caetano Beirão da Veiga e Ana Paula Alves, gestores da Rioforte, criaram empresa para prestar serviços de apoio à liquidação do GES. A Back In Line trabalhará em regime de exclusividade. O valor do contrato é sigiloso.
A inauguração do "call center" da Altice em Vieira do Minho está prevista para 25 de Maio, informou esta terça-feira o município.
11:18 | Tecnologias
A Google e alguns dos principais editores de media europeus criaram uma aliança para promover a inovação no jornalismo online. El Pais, Financial Times, The Guardian, La Stampa ou o Die Zeit são algumas das publicações que assinaram esta parceria.
14:41 | Bolsa
Os principais índices norte-americanos arrancaram a sessão em alta ligeira, depois de ontem terem encerrado no vermelho. A apresentação de resultados continua a estar na agenda dos investidores.
PUBLICIDADE
Há empresas que não estão a receber os reembolsos do IVA, que o Fisco suspendeu por divergências entre o comunicado através do e-factura e as declarações periódicas. O Negócios explica o que se está a passar nestes casos.
00:01 | IVA
Empresas estão a ver os seus reembolsos de IVA suspensos por divergências entre o comunicado através do e-factura e as declarações periódicas. Mesmo quando a falha é dos seus fornecedores, ficam sem o dinheiro, até descobrirem o problema.
12:29 | Energia
O ministro do Ambiente defende que a medida está a ser benéfica para os bolsos dos consumidores e destaca a importância da redução do combustível em três cêntimos por litro em média, pois "todas as poupanças são úteis para os consumidores".
15:08 | Media
Os patrões dos media privados consideram que é necessário alterar a lei da cobertura eleitoral mas de forma “flexível”, uma opinião partilhada pelo Presidente da República. A Plataforma de Meios Privados sublinha que “não foi tida nem achada” na recente proposta de alteração da lei e vai pedir audições com os partidos.
Ulisses Pereira diz não acreditar numa fusão BCP/BPI, ainda assim está optimista em relação às acções do banco liderado por Nuno Amado.
00:01 | Crédito
Está a crescer a procura por empréstimos para a compra de casa com taxas fixas, que estão em mínimos históricos. Mas ao contrário do que acontece com as Euribor, não há regras definidas. Cada banco dá a taxa que quer.
00:01 | Crédito
A aplicação das taxas fixas não tem uma regra. Cada banco segue a fórmula que entende. Os deputados admitem analisar este tema e introduzir legislação que harmonize a fixação destas taxas no crédito à habitação.
A minúcia no controlo dos custos extraordinários e dos hábitos do consumidor é um dos "segredos" da multinacional sueca de mobiliário e decoração, que adapta a marca à cultura, geografia e clima do país.
00:01 | Economia
Poiares Maduro apresenta esta terça-feira os primeiros resultados do plano para a redução de custos com tecnologias de informação no Estado. Passa também a estar disponível um portal na Internet sobre o que vai sendo feito em cada ministério.
00:01 | Economia
Thomas Piketty teve casa cheia na Gulbenkian para o ouvir explicar as teorias que desenvolve no livro O Capital no Século XXI. Pelo meio, sugestões de reforma ao sistema fiscal português.
Editorial
  • Celso Filipe
    A coligação entre o PSD e o CDS/PP é a solução que oferece mais garantias de sucesso nas próximas legislativas a ambos os partidos. Pode ser que sim, pode ser que não.
  • Helena Garrido
    Quando as diferenças não existem vence o pragmatismo. PS, PSD e CDS caminham para as primeiras eleições legislativas do pós-troika concentrados nos problemas concretos da classe média e dos pensionistas. Mesmo que se tentem mostrar diferentes nas medidas, não são. A importância da diferença está em serem dois grupos que se supervisionam mutuamente, é o papel que assim desempenham na defesa da democracia.
  • Nuno Carregueiro
    A manipulação das taxas interbancárias durante vários anos e a queda abrupta de Wall Street na sessão de 6 de Maio de 2010 voltaram esta semana a ser notícia. Estes casos de fraude contribuíram para expor as fragilidades que persistem nos mercados financeiros.
27 de Abril | Tecnologias
A empresa liderada por Tim Cook reportou esta noite, após o fecho das bolsas do outro lado do Atlântico, um resultado líquido acima das expectativas, o que a coloca a caminho de poder registar lucros anuais recorde. Accionistas vão receber mais 70 mil milhões de dólares.
11:49 | Petróleo
Os preços do petróleo estão a cair. A especulação de que as reservas de crude tenham aumentado está a pressionar o "ouro negro". A última estimativa da Bloomberg aponta que os inventários terão crescido 2,5 milhões de barris nos Estados Unidos na semana passada.
09:36 | Emprego
Um estudo da Deco conclui que a média dos ordenados oferecidos pelas empresas em Portugal é de 505 euros, segundo o Correio da Manhã. Além de pagarem o ordenado mínimo, as empresas cortaram benefícios e exigem, agora, mais horas de trabalho.
11:31 | Mundo
Baltimore decretou o recolher obrigatório a partir das 22h e Maryland já convocou milhares de agentes policiais e tropas da Guarda Nacional para controlar os motins em Baltimore e que se seguiram ao funeral de um jovem negro que morreu quando estava sob custódia policial.
10:31 | Mundo
Oito milhões de pessoas foram afectadas pelo terramoto devastador registado no sábado no Nepal, anunciou esta terça-feira a Organização das Nações Unidas (ONU). A organização está a preparar uma operação maciça de ajuda humanitária.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Na luta para limitar o aquecimento global, nenhum país tem mais importância do que a China - um país fortemente dependente de carvão, e que é responsável por 30% das emissões de dióxido de carbono globais. Felizmente, o país está a esforçar-se para melhorar o seu desempenho ambiental. Mas estará a fazer o suficiente?
  • Era suposto que, no ano passado, a economia global iniciasse o regresso à normalidade. As taxas de juro começariam a subir nos Estados Unidos e no Reino Unido; a flexibilização quantitativa iria levar ao aumento da inflação no Japão; a confiança restaurada nos bancos permitiria uma recuperação conduzida pelo crédito na Zona Euro. Doze meses depois, a normalidade parece mais distante do que nunca – os ventos contrários da economia da China são o principal motivo para isso.
  • A Europa tem uma forte tradição enquanto líder no combate às alterações climáticas. Contudo, nos últimos tempos, o continente bateu de frente com um impasse ideológico na forma como responder a este problema, com a sustentabilidade ambiental e o crescimento muitas vezes vistos como mutuamente exclusivos. Se quiser manter a posição de líder ambiental, como um centro de inovação e de competitividade, a Europa terá de abandonar a sua rigidez ideológica e adoptar soluções realísticas e pragmáticas que possam desencadear vantagens ambientais sem sacrificar o desenvolvimento económico.
  • Com a China pronta a liderar uma nova instituição financeira, o Banco Asiático de Investimento em Infra-estruturas (AIIB, na sua sigla original), no valor de 50 mil milhões de dólares, grande parte do debate centrou-se nos esforços inúteis dos Estados Unidos no sentido de desencorajar outras economias avançadas a aderirem. Tem sido dada muito pouca atenção a tentar compreender por que razão é que o financiamento multilateral para o desenvolvimento tem falhado tão frequentemente e o que poderá ser feito para funcionar melhor.
  • Todos os anos nesta altura, o governo da China organiza uma grande conferência – patrocinada pelo Centro de Investigação para o Desenvolvimento, o "think tank" oficial do Conselho de Estado – que reúne altos responsáveis, presidentes-executivos de importantes empresas chinesas e do Ocidente e um pequeno grupo de responsáveis e académicos internacionais. O Fórum de Desenvolvimento da China (CDF, nas siglas em inglês) acontece logo depois do Congresso Popular Nacional anual.
00:01 | Obrigações
Passos Coelho disse que o país vai reembolsar antecipadamente todo o empréstimo do FMI. Mas o Programa de Estabilidade aponta que parte vai manter-se como planeado, algo que faz mais sentido do ponto de vista financeiro. Permite poupar mais nos juros.
10:39 | Impostos
O Provedor da Justiça abriu 8.500 processos no ano passado no seguimento de mais de 15 mil queixas, segundo o Diário Económico. A maioria é contra o Fisco.
A queda das taxas no mercado para níveis negativos vai encolher a remuneração dos certificados a partir do próximo mês. Os juros abaixo de zero ainda não descontam ao prémio, mas já quase não acrescentam nada ao bónus implícito de 1%.
dossier Weekend
Mariana Mortágua: "O maior erro é achar que isto é culpa do Ricardo Salgado"
O que mais me perguntam na rua é o que é que vai acontecer ao Salgado - se vai preso. Mariana Mortágua tem 28 anos. Interrompeu um doutoramento em Inglaterra, numa universidade de esquerda, é claro, para ser deputada do Bloco de Esquerda.
pub

 

 

pub

28
Terça-feira
Abril 2015
    Documentos Negócios
    consulte ou faça download