Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
O Banco Espírito Santo (BES) considera que as decisões tomadas na assembleia-geral do Banco Espírito Santo Angola (BESA) são "inválidas" e promete "agir em conformidade".
A petrolífera angolana deverá investir 200 milhões na capitalização do BESA, ficando com 35% da instituição. Além da mudança de propriedade o BESA muda também de nome, passando a chamar-se Banco Económico.
A CVM, o polícia do mercado de capitais brasileiro, está a investigar a Oi e os seus administradores. Quer saber se algum sabia na altura da oferta de acções da aplicação que a PT fez na Rioforte de perto de 900 milhões de euros. Está a colaborar com a SEC e CMVM, conta o jornal brasileiro Valor Econômico.
09:44 | Bolsa
A bolsa nacional acentuou as quedas do início da sessão numa altura em que a Jerónimo Martins perde mais de 5% e o BCP cai 2,61%
10:41 | Bolsa
As principais praças europeias seguem em queda com o fim dos estímulos do banco central presidido por Janet Yellen. Os maiores bancos europeus perdem mais de 1,5%.
29 de Outubro | Resultados
O grupo de distribuição registou, entre Janeiro e Setembro, uma queda dos resultados, fruto da pressão de uma "maior deflação alimentar". As vendas melhoraram em Portugal e na Polónia, mas as margens voltaram a cair.
09:49 | Conjuntura
O indicador de confiança dos consumidores portugueses continuou a subir em Outubro, atingindo um máximo de 12 anos. No mês anterior o máximo era de oito anos. O optimismo dos empresários também está em alta, atingindo o valor mais elevado desde 2008.
09:03 | Zona Euro
O PIB espanhol registou uma expansão de 0,5% entre Julho e Setembro deste ano e completou um ciclo de cinco trimestres sempre a crescer.
09:54 | Zona Euro
O número de desempregados na maior economia da Zona Euro caiu em 22 mil durante o mês de Outubro, mantendo a taxa de desemprego nos 6,7%, o nível mais baixo das últimas duas décadas.
29 de Outubro | Política Monetária
O banco central norte-americano concluiu a sua reunião de política monetária de dois dias, na qual aprovou o fim do programa de compra de activos. Actualmente, este ascendia a 15 mil milhões de dólares.
29 de Outubro | Taxas de juro & Crédito
Desde o segundo trimestre deste ano que as condições de concessão de financiamento à economia têm vindo a tornar-se menos restritivas, depois de terem vindo a agravar-se desde meados de 2007.
00:01 | Energia
A empresa instalará neste quarto trimestre 400 megawatts, mais do que instalou nos primeiros nove meses do ano, diz João Manso Neto, notando que será "um desafio" manter o resultado em linha com 2013.
O banco fez provisões no valor de 500 milhões de libras no terceiro trimestre para enfrentar possíveis multas devido a alegadas manipulações do mercado cambial. As multas poderão chegar a 1,2 mil milhões de libras este ano.
29 de Outubro | Automóvel
Para já, o clima é de confiança quanto à votação positiva do pré-acordo, tendo em conta o “carácter social” do mesmo. Os trabalhadores decidirão na próxima sexta-feira, 31 de Outubro.
29 de Outubro | Empresas
O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, anunciou esta quarta-feira a extinção e liquidação da Empresa de Meios Aéreos (EMA), o que vai proporcionar uma poupança anual estimada em cerca de 11 milhões de euros.
29 de Outubro | Empresas
As receitas de portagem nas auto-estradas da BCR cresceram 5,1% até Setembro, superando as expectativas da concessionária para 2014, que apontavam para um acréscimo da ordem dos 3%.
PUBLICIDADE
O primeiro-ministro diz que devolverá 20% do corte salarial em 2015 e que, de acordo com as decisões do Tribunal Constitucional, em 2016 os restantes 80% deverão ser restituídos. Pensionistas e trabalhadores com salário mínimo também ganham.
10:06 | Economia
A Unidade Técnica de Apoio ao Parlamento apresenta 31 propostas para aumento da transparência no relatório do Orçamento do Estado que é debatido quinta e sexta no Parlamento.
As condições à concessão de empréstimos deverão manter-se inalteradas no quarto trimestre, o primeiro que vai sentir na globalidade a resolução do BES, decidida em Agosto. Só nos créditos de curto prazo a empresas é que haverá mais facilidades.
11:09 | Aviação
Este é o primeiro dia da greve dos tripulantes. O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) avançou com quatro dias de greve, dois dos quais para 30 de Outubro e 1 de Novembro.
00:01 | Mercados
As regras dizem que é crime. Mas isso não impede que os investidores tentem fazê-lo. A prova está no Relatório Anual em que a CMVM descreve alguns dos casos de abuso de informação e manipulação do mercado registados na bolsa.
00:01 | Saúde
A epidemia do vírus ébola é grave. Mas para já não há pandemia, ou seja, não é uma epidemia à escala mundial. Francisco George, director-geral da Saúde, garante que há risco, mas admite ansiedade desmedida na Europa e EUA.
00:01 | Economia
O ébola ainda não é uma pandemia, mas os receios já se espalharam. Um nervosismo que os investidores reflectiram no mercado. Se há títulos que acabam por ser afectados, há outros estão a beneficiar do vírus.
Entre os países da Zona Euro com contas no vermelho e sem programas da troika, o orçamento nacional propõe a segunda menor redução do défice estrutural. Só a Finlândia quer cortar menos, mas tem metade da dívida pública.
Editorial
  • André Veríssimo
    A parca dimensão do mercado accionista português não impede que nos últimos anos tenha sido palco de um ror de crimes, capaz de preencher várias entradas numa enciclopédia sobre o tema. Há um pouco de tudo. O que vai faltando é quem os condene.
  • Celso Filipe
    Os bolos em camadas são uma especialidade transversal a todos os governos portugueses. Expliquemo-nos. Em vez de se começar de novo, em Portugal vão-se criando instituições por cima umas das outras. Imagine um bolo de bolacha. Coloca-se uma primeira fiada de bolachas, depois besunta-se com creme e esta operação vai-se repetindo até construir um bolo de altura generosa.
  • Celso Filipe
    Os brasileiros, tal como os portugueses, são peritos em diagnósticos. Conhecem, em profundidade, os seus defeitos, a origem dos mesmos e os problemas que provocam. Dilma Rousseff, reeleita presidente do Brasil, prometeu no seu discurso de vitória uma reforma política, o combate à corrupção e a construção de um país "mais inclusivo, mais moderno e produtivo".
  • Helena Garrido
    Os testes de stress e de avaliação da qualidade dos activos marcam simbolicamente o início da actividade do BCE como supervisor dos bancos europeus mais significativos, já a partir de 4 de Novembro.
29 de Outubro | Bolsa
Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa e Reinaldo da Costa Teles Pinheiro, respectivamente presidente e vogal do conselho de administração da SAD do Futebol Clube do Porto não vão aceitar a oferta do FCP, "uma vez que pretendem manter a sua posição accionista na FCP SAD", diz o relatório do conselho de administração.
29 de Outubro | Desporto
A Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do futebol do Sporting de Braga registou um resultado líquido negativo de 2,3 milhões de euros em 2013/14, depois de quatro épocas seguidas a apresentar lucros.
29 de Outubro | PME
O programa "Internacionalizar em parceria" assina quinto acordo para apoiar expansão internacional de PME portuguesas. O projecto da Vitropor é o primeiro a ser desenvolvido em Moçambique.
00:30 | Media
O Negócios venceu o Prémio Navegantes XXI de melhor "site" de Media Especializada, atribuído pela ACEPI - Associação da Economia Digital.
29 de Outubro | Autarquias
No próximo ano, as câmaras deixam de estar todas obrigadas a reduzir pessoal. Mas nem todas podem contratar. De acordo com os critérios definidos pelo Governo, serão, no máximo, uma centena as que o poderão fazer.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • O que é necessário para gerar uma resposta mundial a uma ameaça global? A crise financeira de 2008 e as ameaças decorrentes da insurreição e do terrorismo em 2014 são vistos por todos como "perigos evidentes e actuais" - e ambos provocaram uma reacção à escala mundial.
  • Desde que os caçadores-recolectores começaram a construir as suas próprias moradas, há cerca de 14.000 anos, ser dono de uma casa tem sido um sinal de elevado estatuto social e económico.
  • Os mercados obrigacionistas são notoriamente instáveis, muitas vezes impulsionados pelo sentimento, mais do que por uma análise macroeconómica rigorosa. E, como a crise financeira global de 2008 demonstrou, estão longe de ser infalíveis, podendo ser particularmente pouco fiáveis na avaliação das perspectivas de longo prazo de uma economia.
  • No mais recente encontro dos ministros das Finanças do G-20, na Austrália, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Jack Lew, sublinhou as "diferenças filosóficas face a alguns dos nossos parceiros na Europa" antes de instar aos europeus para que façam mais de forma a impulsionar as suas anémicas taxas de crescimento. Esta terminologia é surpreendente e realça as dificuldades da Europa para encontrar um caminho para sair do mal-estar actual.
  • Com a atribuição final das pastas do seu braço executivo, a Comissão Europeia, a União Europeia concluiu o seu render da guarda. O processo demorou quase quatro meses, depois das eleições para o Parlamento Europeu em finais de Maio, e o resultado final baseou-se inevitavelmente numa série de compromissos – algo que se deve esperar quando se trata de uma UE formada por 28 Estados muito susceptíveis.
29 de Outubro | Automóvel
No ano em que se comemoram os 50 anos da união entre a Fiat e a Ferrari, as duas empresas vão separar-se. As companhias "precisam de seguir caminhos separados", afirmou Sergio Marchionne.
29 de Outubro | Construção
Os contratos celebrados no mês passado registaram uma quebra homóloga de 48%, de acordo com a AICCOPN. Nos concursos públicos, a conservação corrente da Estradas de Portugal e o túnel do Marão resultaram num aumento de 29% dos contratos celebrados.
29 de Outubro | Zona Euro
As condições de saída do programa de ajustamento já começaram a ser debatidas entre Atenas e Bruxelas. A Comissão Europeia não acredita numa saída limpa, semelhante à escolhida por Portugal e Irlanda, e já aceitou que, no próximo ano, o país use o valor do fundo de estabilidade financeira (11,3 mil milhões de euros) como linha cautelar.
dossier Weekend
António Serra Lopes: Este Governo não tem uma ideia de país
Completou este ano oito décadas de vida e cinco de exercício de uma profissão. No gabinete de advocacia, onde ainda vai todos os dias - na sua perspectiva agora já "à malandro" - respira-se essa realidade. Em livros, quadros e retratos. Lá está Maria de Jesus Serra Lopes, a sua mulher. Lá estão os netos. Lá estão também alguns dos seus amigos: Sá Carneiro, Mário Soares ou Jorge Sampaio. Na política, diz, o coração bate pelo centro-esquerda. Preocupa-o, ao cidadão António Serra Lopes, a forma como a riqueza é distribuída; e também a falta de um rumo para o país e para a Europa.
pub
pub

30
Quinta-feira
Outubro 2014

    negócios opinião