Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
11:21 | Conjuntura
O INE confirma crescimento de 0,9% no ano passado, ligeiramente menos que a previsão do Executivo, mas em linha com a estimativa do Banco de Portugal. O conjunto das importações e exportações deu um contributo negativo para o crescimento.
10:33 | Zona Euro
O Bundestag deu luz verde ao prolongamento dos empréstimos à Grécia com 542 votos positivos, 32 negativos e 13 abstenções. A extensão do apoio tem ainda de ser submetida ao escrutínio da Estónia, Países Baixos e Finlândia.
10:55 | Autarquias
Despacho publicado esta sexta-feira em Diário da República atribui 543 mil euros à câmara transmontana de Alfândega da Fé para pagar salários e juros. Dinheiro é uma antecipação do Fundo de Apoio Municipal. No total, seis câmaras foram buscar 25 milhões de euros.
10:31 | Impostos
Depois de ter estabelecido o envio obrigatório dos "stocks" de empresas com uma facturação acima de 100 mil euros, o Fisco vai agora avançar com uma acção de fiscalização.
10:35 | Bolsa
A bolsa nacional segue em queda, pressionada pela desvalorização do sector bancário e da Nos, numa manhã que está a ser marcada por oscilações entre ganhos e perdas nas bolsas europeias.
09:46 | Obrigações
Portugal, Espanha, Itália e Irlanda destacam-se no mercado de dívida secundário, com as taxas de juro a atingirem novos mínimos históricos em dia de votação da extensão dos prazos dos empréstimos à Grécia.
10:09 | Energia
A administração da EDP chegou a acordo com os trabalhadores para um aumento salarial de 1% da remuneração base este ano, um valor considerado "razoável", disse à agência Lusa o dirigente sindical da Fiequimetal Daniel Sampaio.
00:01 | Bolsa
Depois de um ano negativo, este está a ser de ganhos expressivos para a praça portuguesa. É a bolsa que mais sobe a nível mundial, beneficiando dos estímulos do BCE. E, dizem os analistas, tem potencial para continuar a bater as pares.
00:01 | Bolsa
George Soros, Warren Buffett e Robert Shiller estão atentos aos máximos das bolsas europeias. E têm vindo a reforçar a aposta deste lado do Atlântico.
26 de Fevereiro | Banca & Finanças
"Não guardo de memória" foi talvez o início de frase mais referido por Zeinal Bava na comissão de inquérito parlamentar. Os deputados não ficaram satisfeitos com as intervenções do gestor, que dizem não ter respondido ao que lhe era perguntado. Seis horas depois ficou a saber-se que Bava não assume responsabilidades pelo que se passou nas aplicações da PT depois de Junho de 2013.
00:49 | Empresas
A cimenteira liderada por Ricardo Lima registou um resultado líquido de 27,2 milhões de euros, ao passo que as receitas diminuíram 0,8%.
26 de Fevereiro | Indústria
Empresa de aglomerados de madeira aumentou o EBITDA recorrente em 10% face a 2013. Mas a reorganização de actividades levou a que os prejuízos piorassem para 116 milhões de euros.
11:06 | Research
A deflação nos mercados onde a empresa está presente terá continuado a penalizar a Jerónimo Martins, que de acordo com as estimativas do CaixaBI terá fechado 2014 com lucros de 320 milhões de euros.
00:01 | Conjuntura
Vários países já recuperaram muitos milhões em impostos com a “lista Lagarde”, mas as autoridades estão agora a ser atacadas por terem poupado os faltosos a processos-crime.
26 de Fevereiro | Banca & Finanças
O fundo de pensões neozelandês é um dos fundos que instaurou um processo contra o Novo Banco em Inglaterra pelo investimento em dívida do BES através da Oak Finance. O banco não pagou e, por isso, a acção avançou.
O actual presidente da Caixa Económica e da Associação Mutualista admite deixar de acumular os dois cargos caso venha a candidatar-se à liderança do Montepio. Aguarda-se ainda a divulgação do novo regime mutualista.
A necessidade de o CaixaBank detalhar o projecto de prospecto da oferta pública de aquisição (OPA) sobre o BPI será um dos pedidos adicionais de informação feitos pela CMVM ao grupo catalão. Prazo para o supervisor registar operação está suspenso.
Há relatórios e documentos que alguns accionistas do BES querem ter para poder avaliar a actuação do Banco de Portugal. O regulador rejeita. O tribunal obrigou a essa entrega. Carlos Costa vai recorrer.
Jorge Martins entrou para o BES em 1993. Permaneceu com a equipa de Vítor Bento na administração. Não ficou no conselho liderado por Stock da Cunha. Mas aceitou o convite para ser consultor.
26 de Fevereiro | Banca & Finanças
O Novo Banco não quer mandar na Portugal Telecom, uma vez que só tem 12,5% do grupo de telecomunicações. “Não podem dizer que um determinado senhor mandava na PT porque tinha 12,5% e depois querer que eu mande na PT porque tenho 12,5”, defende Eduardo Stock da Cunha.
O Lloyds registou lucros pela primeira vez em cinco anos. Os número ficaram aquém do esperado pelos analistas, mas o banco liderado por Horta Osório surpreendeu ao anunciar que vai distribuir dividendos aos seus accionistas, o que não acontece desde 2008.
00:01 | Obrigações
Os juros da dívida a 10 anos caíram para menos de 2% pela primeira vez. Já a 30 anos, recuaram para menos de 3%. Desempenhos inéditos, num dia em que Portugal atingiu vários mínimos históricos e o 'spread' face à Alemanha recuou para níveis de 2009.
00:01 | Bolsa
As propostas do PS e BE para travar as penhoras de imóveis por dívidas fiscais deverão ser chumbadas, esta sexta-feira, pela maioria parlamentar. Contudo, estes partidos não excluem apresentar uma proposta sobre este tema.
08:05 | Gadgets
A Apple deverá apresentar o seu relógio a 9 de Março, de acordo com a Bloomberg.
07:55 | Aviação
A "holding" detentora da British Airways, a IAG, aumentou os lucros operacionais em 81%, devido à recuperação da Iberia e à forte procura nas ligações à América do Norte, de acordo com o divulgado pela empresa, citada pela Bloomberg. A Iberia já deu lucro.
07:56 | Aviação
A Airbus terminou o ano passado com um aumento dos lucros, superando as estimativas. A empresa anunciou um aumento de encomendas e um plano para aumentar a produção.
26 de Fevereiro | Aviação
O secretário de Estados dos Transportes considera que a divulgação do número de entidades que assinaram acordo de confidencialidade para ter acesso aos documentos da privatização da TAP poderia ser até prejudicial ao processo.
26 de Fevereiro | Empresas
O ministro da Economia, Pires de Lima, assumiu esta quarta-feira a opção pela localização do Barreiro para construir o novo terminal de contentores de Lisboa, projecto cujos estudos de engenharia e de impacto ambiental vão ser agora candidatados ao mecanismo "Interligar a Europa".
26 de Fevereiro | Transportes
Sérgio Monteiro admite que as regras para a subconcessão da Carris e do Metro de Lisboa serão exigentes e que só as entidades que se sentirem capazes de gerir nas condições do Estado é que apresentarão proposta.
26 de Fevereiro | Conjuntura
O Citi reviu em alta as suas previsões para a economia nacional, prevendo agora que o produto interno bruto (PIB) cresça 1,9% este ano.
PUBLICIDADE
09:47 | Weekend
Temos o complexo de sermos pequeninos. Se alguém faz alguma coisa fora do normal, é sempre extraordinário. Em pequena, Maria tinha medo de bisturis.
00:01 | Economia
Comissão de Recursos prevê um aumento "significativo" do número de anulações de subsídios aos desempregados que não cumprem as obrigações, porque o processo passou a ser automático. Anulações tinham caído para metade.
08:18 | Autarquias
A procura de habitação pública registou um aumento "significativo" nos últimos três anos devido à "deterioração da situação social", superando a oferta em cerca de 71% dos municípios do país, segundo um estudo hoje divulgado.
26 de Fevereiro | Economia
Em reacção às críticas dos técnicos da Comissão Europeia, que acusam o Governo de nada fazer para combater a pobreza, o gabinete de Pedro Mota Soares lembra que Bruxelas insistiu na redução do subsídio de desemprego.
"A inovação na Celoplás é sinónimo de sobrevivência. Aquilo que nos diferencia e faz crescer é procurarmos todos os dias desenvolver soluções, nos processos e produtos, vantajosas para o cliente e para nós".
Na sua tese de doutoramento, Pedro Pacheco estudou como os músculos do corpo humano podem aplicar-se a estruturas de grande porte, nomeadamente pontes.
Três empresas portuguesas foram esta quinta-feira distinguidas, no âmbito do Prémio PME Inovação COTEC. A Vision-Box e a Celoplás foram as vencedoras e a BERD recebeu uma menção honrosa.
O investimento nos títulos do Estado disparou em Janeiro. Mas, ao contrário do esperado, só parte do dinheiro saiu dos depósitos a prazo. De onde veio então? Nem os economistas sabem ao certo.
26 de Fevereiro | Empresas
Nascem em Portugal mais “start-ups” viradas para a exportação, mas que facturam e empregam menos, com dois terços a serem constituídas por quem entra na aventura empresarial pela primeira vez. Já a taxa de sobrevivência diminuiu nos últimos anos, revela o estudo “O Empreendedorismo em Portugal 2007-2014”, da Informa D&B.
26 de Fevereiro | Economia
O Presidente da República esteve na sessão de encerramento do 11ª Encontro Nacional de Inovação da COTEC. No seu discurso, sustentou que "devemos valorizar o potencial do talento produzido em Portugal e criar condições para trazer de volta os que saíram a contragosto do País".
Casinos e Santa Casa da Misericórdia de Lisboa pediam o exclusivo na exploração das apostas online. O novo regime aprovado ontem em Conselho de Ministros não seguiu nesse sentido. Ainda assim, a Santa Casa vê o seu papel reforçado.
26 de Fevereiro | Política
O secretário-geral do PS disse estar "perplexo" por se pensar que "por fazer oposição ao Governo, isso me impede de defender o país". Depois de afirmar que o país está numa "situação diferente", as críticas ao líder socialista sucederam-se, com o Executivo a acolher com agrado essas palavras. António Costa disse que é preciso dar aos investidores "uma mensagem de confiança", porque para a diminuir "já chega o Governo".
26 de Fevereiro | Saúde
Os médicos que "têm assumido" a chefia de equipa da Urgência do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, recusaram esta quinta-feira continuar à frente do serviço, invocando "degradação das condições de trabalho".
Editorial
  • Helena Garrido
    As avaliações da Comissão Europeia são sem dúvida importantes, nem que seja para disfarçar a sua incompetência passada. Mas está na hora de os tecnocratas serem também eles avaliados. É altura de perguntarmos se podem dizer o que lhes apetece sem qualquer preocupação de coerência e, por mais populista que seja, os cidadãos europeus têm o direito de saber porque ficaram os seus salários e as suas regalias imunes à crise que assolou a Zona Euro.
  • André Veríssimo
    A bolsa portuguesa é a síntese em laboratório da alteração de poderes a que assistimos na economia portuguesa. Já lá vai o tempo em que os bancos nacionais pululavam as estruturas accionistas das grandes cotadas, albardando a gestão à sua vontade. Em que o Estado e alguns grupos empresariais punham e dispunham, mesmo com pouco capital. Chineses, angolanos e espanhóis são agora os senhores do capital. Será que ficámos a ganhar com a troca?
  • Nuno Carregueiro
    A política monetária fortemente expansionista do BCE tem tido até aqui um efeito quase exclusivo nos mercados. O dinheiro barato do banco central tem ficado à porta da economia real, servindo antes para aumentar o valor de vários activos financeiros, desde as obrigações às acções. Em vez de emprestarem às famílias e às empresas, os bancos têm utilizado este dinheiro para investir na bolsa e em dívida pública.
26 de Fevereiro | Zona Euro
"Há uma tendência de países de pequena e média dimensão de só falar quando está em causa o interesse directo do seu país. É um erro, na minha opinião. Cada país deve afirmar o seu próprio conceito estratégico para a Europa", disse José Manuel Durão Barroso.
26 de Fevereiro | Indústria
Bosch Car Multimedia de Braga vai avançar com candidatura aos fundos europeus para financiar novo investimento em inovação, em parceria com Universidade do Minho. Processo prevê a contratação de 92 engenheiros e 165 bolseiros.
26 de Fevereiro | Petróleo
A Agência Internacional da Energia e a Arábia Saudita antecipam um aumento da procura do petróleo, que irá reequilibrar os preços. Mas o aumento das reservas continua, esta quinta-feira, a pressionar a matéria-prima.
26 de Fevereiro | Câmbios
A grívnia, moeda ucraniana, está a sofrer elevada volatilidade esta semana, acompanhando as reviravoltas da política monetária de Kiev. Atingiu mínimos históricos esta quinta-feira, com uma desvalorização de 27%.
26 de Fevereiro | Bolsa
As principais bolsas norte-americanas encerraram mistas, com o Dow Jones e o S&P 500 a registarem recuos marginais. O índice tecnológico, por seu lado, está cada vez mais perto dos recordes de sempre, marcados no ano 2000 antes do estoiro da bolha das dot.com.
00:01 | Autarquias
O Benfica não pretende pagar 4,6 milhões de euros em taxas relativas a licenciamento de edifícios. O vereador do Urbanismo chegou a defender que essa isenção é "sensata". A autarquia quer cobrar uma taxa sobre chegadas a Lisboa que deve render sete milhões de euros.
26 de Fevereiro | Saúde
O Executivo aprovou esta quinta-feira em Conselho de Ministros o alargamento da isenção das taxas moderadoras a todas as pessoas com menos de 18 anos.
26 de Fevereiro | Automóvel
O Volkswagen Passat foi eleito Carro do Ano 2015 em Portugal por um Júri constituído por 21 jornalistas dos principais órgãos de comunicação social nacionais. Esta é a quarta vez que o modelo alemão conquista este prémio, depois de ter vencido também as edições de 1990, 1997 e 2006.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Em Novembro, a Autoridade de Conduta Financeira (FCA na sigla em inglês) anunciou um acordo através do qual seis bancos seriam alvos de uma coima total de 4,3 mil milhões de dólares por manipulação dos mercados cambiais. Mesmo assim, o preço das suas acções praticamente não se alterou. Porquê?
  • O encontro deste ano do Fórum Económico Mundial em Davos, Suíça, abordou as ameaças à estabilidade geopolítica e à vida humana e a procura de formas de acelerar a criação de ferramentas mais eficazes em termos políticos, económicos e tecnológicos para abordar esta questão. Entre os desafios mais assustadores está a fome, a água e a escassez de energia; as alterações climáticas e o aumento do nível do mar e a propagação de novas doenças resistentes aos medicamentos.
  • Quem imaginaria que, seis anos após a crise financeira mundial, a maioria das economias avançadas continuaria a nadar numa sopa de letras – ZIRP, QE, CE, FG, NDR e U-FX Int [siglas na designação anglo-saxónica] – de políticas monetárias não convencionais?
  • Os receios acerca do impacto da tecnologia no mercado laboral não são nenhuma novidade. No início do século XIX, um grupo de trabalhadores têxteis ingleses, conhecidos como os Luddities, receavam que as novas tecnologias, como teares eléctricos e máquinas de fiar, lhes custasse os empregos. Protestaram ao destruir as máquinas.
  • Nos últimos meses, a Coreia do Norte tem novamente exibido uma ousadia notável. Primeiro, o regime ameaçou levar a cabo mais testes nucleares, caso os Estados Unidos não retirassem a sua recomendação para julgar os líderes do país por crimes contra a humanidade, no Tribunal Criminal Internacional. Mais ainda, os responsáveis norte-americanos alegaram que o regime orquestrou um ataque cibernético clandestino à Sony Pictures, alegadamente por objecções ao "The Interview", um filme humorístico com a premissa de uma tentativa de assassinato do líder norte-coreano, Kink Jong-un. Posteriormente, em outra jogada melodramática, Kim ofereceu-se, no seu discurso de Ano Novo, para retomar as negociações com a Coreia do Sul.
26 de Fevereiro | Media
"Vamos ficar com a Liga e não vamos sublicenciar", disse Gonçalo Reis à Lusa, acrescentando que, apesar dos direitos de transmissão da 'Champions' representarem um "investimento muito elevado", este é "um grande produto televisivo".
26 de Fevereiro | Conjuntura
Os consumidores portugueses mostram-se mais optimistas do que os empresários. Enquanto a confiança dos primeiros continua a recuperar, o clima económico está a perder gás desde Agosto do ano passado.
dossier Weekend
Elisa Ferrreira: "Não admito que digam que a Grécia não fez nada"
Na semana passada, em Lisboa, disse que é altura de os ministros das Finanças saírem de cena. E deixou no ar uma interrogação: a Europa pode viver sem haver nenhuma relação entre a imoralidade e a legalidade?
pub

pub

27
Sexta-feira
Fevereiro 2015
    Documentos Negócios
    consulte ou faça download