Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
18:56 | Research
O banco francês acredita que o BCP está bem posicionado para beneficiar da recuperação económica de Portugal e também do colapso do BES, um dos seus maiores concorrentes.
O Barclays quer fechar mais cerca de 60 balcões em Portugal, país onde a presença deixou de ser estratégica, e reduzir entre 350 a 400 postos de trabalho, disseram fontes da instituição bancária à Lusa.
Depois dos quase 600 milhões captados em Julho, a tendência manteve-se em Agosto com os certificados de aforro e do Tesouro a angariarem mais 550 milhões de euros das poupanças dos portugueses.
O Tribunal Cível da Comarca de Lisboa rejeitou a anulação de um contrato 'swap' de dois milhões de euros entre a construtora civil Inovacil e o banco Santander Totta, segundo a sentença que a agência Lusa teve acesso.
18:59 | Bolsa
A Nos, que adquiriu a Mainroad à Sonaecom, somou perto de 1% na sessão de hoje. A Sonaecom, que recebeu 14 milhões pela venda, avançou mais de 3,5%. As empresas portuguesas contrariaram o pessimismo europeu.
16:47 | Bolsa
O principal índice da praça nacional encerrou em terreno negativo, com 14 das empresas que negoceiam no índice em queda. No resto da Europa, o vermelho foi igualmente a cor dominante.
16:51 | Bolsa
Uma subida de 0,02% da Espírito Santo Saúde levou as acções a fecharam 20 cêntimos acima do preço oferecido pela Ángeles. A justificação é a perspectiva de que a José de Mello Saúde venha a melhorar a contrapartida oferecida.
O presidente do BCE rejeitou esta segunda-feira que o caso do BES afecte a credibilidade do BCE e considerou que foi graças aos contributos da instituição para melhorar a supervisão do Banco de Portugal que foram detectados os problemas.
17:45 | Economia
Numa altura em que o Governo tenta um acordo sobre o salário mínimo, a UGT opõe-se a uma nova suspensão do valor das horas extraordinárias, medida defendida pelos patrões.
13:05 | Aviação
A companhia aérea, que vai lançar um voo do Porto a partir do dia 6 de Outubro, confirma interesse na privatização da TAP.
13:52 | Zona Euro
"A reestruturação em curso em Espanha e de Portugal está a criar base para uma forte recuperação. Infelizmente, esse não é o caso na Grécia", conclui Bruxelas, que põe também Itália em "alerta laranja".
18:00 | Economia
O indicador que mede a confiança dos consumidores da região está em queda desde Junho. As tensões geopolíticas que marcaram os últimos meses contribuíram para o pessimismo.
19:34 | Educação
O presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE) disse que não é sua competência ou obrigação denunciar à tutela as escolas que inflacionam notas, até porque os dados que permitiram detectar o problema foram fornecidos pelo Ministério.
Da borboleta que fazia parte da primeira campanha do Novo Banco, ficam as asas. Representam uma potência matemática, para mostrar que o banco que herdou os activos do BES quer crescer. A nova identidade chega hoje.
Os ex-presidentes da Anacom não são unânimes em relação a se deverá haver ou não consolidação dos reguladores.
O CEO da Oni, Alexandre Fonseca, defende que enquanto não houver alterações regulatórias, o mercado das telecomunicações terá muito mais pressão para se consolidar.
17:22 | Comércio
Hipermercado irá deter e operar uma área de 12 mil metros quadrados no centro comercial ParkLake, em Bucareste, detido pela empresa portuguesa e pelo Grupo Caelum Development.
17:42 | Empresas
A participada angolana da Sumol+Compal vai aumentar em 51 milhões de dólares (39 milhões de euros) o investimento numa fábrica em Angola, lançado em 2013, segundo adenda ao contrato a que a Lusa teve acesso.
17:31 | Imobiliário
Portugal fica-se pelos 115 milhões de euros de investimento em imobiliário comercial. A maioria dos negócios (60%) foi realizada por investidores estrangeiros.
17:26 | Aviação
Os preços vão dos 42 euros para Madrid aos 141 euros para Moscovo, em viagens a realizar entre o dia 1 de Novembro e o dia 31 de Maio do próximo ano.
Um tribunal de recurso francês obrigou esta segunda-feira o UBS a depositar uma garantia de 1,1 mil milhões de euros. Em causa está uma investigação que diz que, alegadamente, o banco terá ajudado contribuintes franceses ricos a escaparem aos impostos.
PUBLICIDADE
Eleitores do CDS são os que mais desconfiam do Novo Banco, enquanto os do Bloco de Esquerda são os únicos que confiam na instituição que ficou com os activos do BES. Os mais novos são quem menos confia no Novo Banco, com os mais velhos a confiarem mais.
16:22 | Economia
Tanto os portugueses como os estrangeiros consideram que, em 2014, houve melhorias nos capítulos da "eficiência governativa" e "ambiente económico". No geral, os estrangeiros têm melhor imagem de nós do que nós próprios.
Angela Merkel diz-se "impressionada" com a agenda reformista da França. Frisa que há muitas medidas capazes de estimular o crescimento que não passam por mais dinheiro público. Valls pede tempo e promete determinação.
11:20 | Política
Pedro Passos Coelho não teve entre Novembro de 1995 e de 1999 qualquer regime de exclusividade enquanto exerceu funções de deputado, garantiu hoje à agência Lusa o gabinete do secretário-geral da Assembleia da República.
12:42 | Educação
Os empregadores preferem quem estudou algum tempo no estrangeiro, conclui um estudo encomendado pela Comissão Europeia. Bruxelas quer duplicar para 20%, até ao fim da década, a percentagem de estudantes europeus em mobilidade.
19:28 | Desporto
O Mundial de Futebol no Qatar está envolto em polémica por suspeitas de corrupção no processo de selecção e pelas situações de trabalhadores estrangeiros explorados no país.
Depois da nota de 5 euros ter sido a primeira a ser renovada, chega agora a vez da nota de 10 anos, que entra em circulação esta terça-feira, 23 de Setembro. Conheça aqui a nova nota.
O confronto não é de agora. Mas um mercado touro com mais de cinco anos de existência expõe as divergências. Os touros acreditam que o mercado tem ainda margem para crescer. Os ursos apontam para as quedas que estarão ao virar da esquina. A dúvida mantém-se: quem terá razão?
Editorial
  • Nuno Carregueiro
    A conversa não é nova, mas nunca deixa de ser actual. A Alemanha persiste como o bode expiatório de muitos males. É sempre mais fácil dizer que se algo não corre como previsto é porque a maior economia europeia não está a fazer o que devia. Tem sido assim no passado e voltou a acontecer este fim-de-semana em Cairns, na Austrália.
  • Celso Filipe
    Marinho e Pinto foi um bastonário da Ordem dos Advogados empolgado que conquistou o poder com o apoio dos pequenos advogados e que sempre contou com a hostilidade dos grandes escritórios. Marinho e Pinto foi um bastonário desabrido no falar, de verbo fácil e crítico do estado da Justiça.
  • Celso Filipe
    A fazer fé nas sondagens, cujas projecções já fazem a distribuição dos indecisos, os escoceses vão esta quinta-feira votar contra a independência do país e a sua separação do Reino Unido. O resultado será, ao que tudo indica, tangencial. Assim, 58% dos escoceses irão votar "não" no referendo sobre a independência, enquanto 42% se manifestarão favoráveis a esta opção. Este resultado permite extrair duas conclusões. A primeira é a de que os escoceses estão divididos sobre o seu futuro enquanto país. A segunda é a de que a Escócia já ganhou, apesar do "sim" à independência sair derrotado.
14:26 | Lei Laboral
O ministro da Economia, António Pires de Lima, remeteu hoje para a Concertação Social uma posição sobre o eventual prolongamento para 2015 dos cortes nos feriados e nas horas extraordinárias, medida defendida por patrões e empresários.
21 de Setembro | Finanças Públicas
O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, garantiu hoje que "não há ninguém no Governo que não esteja a trabalhar firmemente" para a redução da carga fiscal, mas tal só vai suceder se as condições do país o permitirem.
A dívida dos países periféricos ainda tem margem para valorizar, num contexto de "crescimento desapontante" na Europa, acredita Mauro Vittorangeli, responspável pela estratégia de dívida da Allianz Global Investors.
Sabia que se deixar de movimentar uma conta, mesmo que a julgue encerrada, alguns bancos cobram comissões que podem atingir os 52 euros por trimestre? Conheça os seus direitos e evite situações desagradáveis.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • No ano passado, a China alcançou aparentemente outro marco na sua ascensão meteórica, ao ultrapassar os Estados Unidos e passar a ser a maior potência comercial do mundo, com as suas receitas comerciais totais avaliadas em 25,83 biliões de yuans (4,16 biliões de dólares). Mas este feito é, em grande medida, ilusório – e não se deve permitir que oculte a necessidade da China de transformar o seu modelo de comércio.
  • Há dois anos, a eleição de Shinzo Abe como primeiro-ministro do Japão levou ao advento do "Abenomics", o plano em três partes para resgatar a economia do lodaçal de estagnação e deflação.
  • Recaída é a regra da pós-crise económica mundial. Nos Estados Unidos, Japão e Europa, o crescimento do PIB fraquejou novamente no primeiro semestre de 2014. Estes contratempos são dificilmente uma coincidência. Este crescimento persistentemente lento por todo o mundo desenvolvido deixou as grandes economias invulgarmente vulneráveis em relação às contrariedades inevitáveis.
  • Itália está mergulhada numa tripla recessão. Mas não chegou lá por si só. Sim, o longo declínio da economia reflecte o fracasso dos líderes italianos em enfrentar a perda de competitividade do país; mas é uma falha amplamente partilhada na Europa.
  • Chegámos ao fim da era da inflação elevada? Quando o mundo cresce de forma lenta, a dívida é elevada e existem tremendas pressões de distribuição é importante saber se a inflação está morta ou simplesmente dormente.
14:21 | Tecnologias
Só no primeiro fim-de-semana de vendas, o novo iPhone da Apple chegou a mais de 10 milhões de utilizadores. A empresa garante que está a trabalhar "arduamente" para atender aos pedidos o mais rápido possível.
14:48 | Bolsa
As bolsas dos Estados Unidos abriram a sessão em queda, pressionadas pelas declarações do Governo chinês de que não haverá alterações na política económica apesar dos indicadores que apontam para um abrandamento.
dossier Weekend
António Simões: Não há um líder que possa liderar sem ter uma inteligência emocional desenvolvida
António Simões é o CEO no Reino Unido do HSBC. Normalmente, quando se fala dele, diz-se que é gay assumido. Como se se revelasse uma característica exótica. António explica, na entrevista, que é mais improvável ter 39 anos e liderar 43 mil pessoas do que ser gay e liderar 43 mil pessoas.
pub
pub

22
Segunda-feira
Setembro 2014

    negócios opinião