Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
17:00 | Bolsa
A Semapa vai avançar com uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre si própria, numa operação que inclui uma troca de acções com a Portucel. Ou seja, os accionistas da Semapa que aceitarem a operação vão receber em troca títulos da Portucel.
A receita com o IRS está a cair 1,5% até Abril, o que contrasta com o desempenho do IRC e do IVA. Ainda assim, o crescimento da receita fiscal do Estado está abaixo da meta anual.
19:34 | Energia
O Governo reuniu-se com as empresas comercializadoras de energia, associações de consumidores e reguladores para encontrar soluções para aumentar o número de adesões à tarifa social.
O director-geral da Cabovisão, João Zúquete da Silva, e o presidente executivo da Oni, Alexandre Fonseca, vão para a PT Portugal, depois da venda da empresa ao grupo francês Altice, adiantou à Lusa fonte ligada ao sector.
16:48 | Aviação
O dono da Avianca afirma, numa entrevista à SIC, que a companhia aérea portuguesa "está muito doente em termos financeiros". Diz que tem dois aviões parados em Sevilha a aguardar a decisão da privatização, até porque é mais barato do que tê-los a voar no Brasil.
00:01 | Aviação
Miguel Pais do Amaral diz, em entrevista ao Negócios, que vai ser muito difícil aos dois candidatos que ainda estão na corrida à TAP cumprir o caderno de encargos. Em sua opinião, o Estado vai ter de fazer cedências para que a privatização tenha sucesso.
"O local de comercialização destes instrumentos financeiros deverá ser distinto do local habitual de atendimento aos clientes", propõem o PSD e o CDS, seguindo uma ideia já defendida pelo Banco de Portugal.
A limitação de mandatos às auditoras e os obstáculos à venda de produtos de risco fazem parte das iniciativas legislativas dos socialistas a debater no Parlamento a 29 de Maio. A reavaliação da idoneidade também.
19:51 | Bolsa
O receio de que a Grécia poderá não pagar ao FMI e a indefinição provocada pelos resultados das eleições regionais espanholas patrocinaram as quedas das bolsas, num dia em que a fraca liquidez acentuou as descidas.
A bolsa de Lisboa fechou em queda, em linha com os mercados accionistas europeus. A taxa de juro implícita na dívida soberana portuguesa a 5 anos manteve-se inalterada, numa sessão marcada pelas subidas na periferia. O euro está a desvalorizar face ao dólar. O petróleo avança mais de 1%.
16:44 | Bolsa
O principal índice da praça nacional encerrou a sessão desta segunda-feira em terreno negativo, com todas as cotadas em queda. No resto da Europa, o vermelho foi também a cor dominante.
19:07 | Research
Os resultados do primeiro trimestre apresentados pela construtora justificaram também a redução do preço-alvo das acções da Mota-Engil África. No entanto, a recomendação subiu de "reduzir" para "comprar".
A empresa de John Malone estará perto de concluir o negócio de compra da Time Warner Cable, depois de ter efectuado uma oferta de 195 dólares por acção, avança a agência Bloomberg.  
16:57 | Câmbios
A moeda única europeia continua a ser pressionada pela situação na Grécia, após o ministro do Interior ter admitido que o FMI não vai ser capaz de reembolsar o FMI. As eleições em Espanha e o feriado em vários países também estão a condicionar o euro.
Carlos Costa deverá ser reconduzido como governador do Banco de Portugal. O Negócios explica como se vai processar essa nomeação e antecipa algumas circunstâncias deste segundo mandato.
15:23 | Obrigações
Para cumprir o objectivo mensal de 60 mil milhões de euros, a instituição monetária da Zona Euro terá apenas de comprar cerca de 12,7 mil milhões em activos, ao longo desta semana. Através dos três programas, o BCE já adquiriu um total de 223 mil milhões de euros em activos.
13:16 | Crédito
O valor médio da avaliação que os bancos fazem das habitações, para conceder créditos, continua a avançar. Em Abril, o impulso deu-se sobretudo nas avaliações de apartamentos. E nas realizadas em Lisboa.
10:37 | Bolsa
Em duas horas de negociação, trocaram de mãos mais acções do que as que costumam ser transaccionadas em cada sessão dos últimos seis meses. O regresso aos lucros é o grande impulsionador.
O Banco do Vaticano aumentou os lucros para 69,3 milhões de euros em 2014, o que traduz um forte aumento face aos lucros de 2,9 milhões de euros do ano anterior.
PUBLICIDADE
17:53 | Justiça
Depois da discussão que na semana passada envolveu Teresa Leal Coelho e Fernando Negrão, o grupo de trabalho para o enriquecimento injustificado reuniu, mas não chegou a nenhum entendimento. Proposta da maioria mantém-se como estava.
20:01 | Cultura
A Secretaria de Estado da Cultura, a Câmara Municipal de Lisboa e a Santa Casa da Misericórdia estão a negociar uma solução para a Fundação criada pelo avô de Ricardo Salgado. Reuniões das equipas técnicas começam esta semana.
17:57 | Empresas
O ministro da Economia, António Pires de Lima, agradeceu esta segunda-feira o investimento da Altice em Portugal, que, espera, gerará quatro mil empregos. E garantiu que a PT, que era uma empresa "egoísta", está agora em "boas mãos".
18:15 | Aviação
Um avião da companhia aérea israelita Israir foi arrestado esta segunda-feira no aeroporto de Lisboa, por uma dívida de "vários milhões de euros" à Euroatlantic, confirmou à Lusa o presidente da transportadora portuguesa, Tomaz Metello.
As acções têm mostrado subidas expressivas durante o ano. As obrigações também. E por isso a dúvida está a tomar conta dos mercados. Poderá estar a formar-se uma bolha nos mercados. O Negócios explica os contornos da subida e o que se poderá antecipar.
13:43 | Angola
O Ministério Público angolano pediu 30 dias de prisão para Rafael Marques, apesar de os representantes dos generais no processo de difamação sobre violação dos direitos humanos e exploração diamantífera terem aceitado as explicações do jornalista.
O candidato presidencial Sampaio da Nóvoa comprometeu-se esta segunda-feira a dar continuidade ao legado de Ramalho Eanes, Mário Soares e Jorge Sampaio, considerando que o Presidente da República "não deve agir nem contra nem a favor dos governos ou das oposições".
00:01 | Zona Euro
Considerado um dos economistas norte-americano mais brilhantes e polémicos da sua geração, que trabalhou com Clinton e Obama, Larry Summers, veio a Sintra avisar para os riscos que Europa e EUA ainda enfrentam.
07:58 | Economia
O economista Richard Baldwin considera que, com a dívida pública nos 130% do PIB, Portugal não tem margem para estimular a economia através de políticas orçamentais e que a única via a seguir é a das reformas estruturais.  
19:09 | Política
"É completamente falso que tenham aparecido ‘300 pessoas da Igreja Maná que roubaram fichas de inscrição e credenciais’ e que geraram ‘confusão na votação e insultos’", diz o comunicado enviado às redacções.
Cavaco Silva teve de promulgar a lei da cópia privada. Mas continua a dizer que "não foi feita uma adequada e equilibrada ponderação de todos os interesses em presença" nesta legislação.
Editorial
  • Celso Filipe
    O país das redes sociais entrou em modo de indignação colectiva, por causa de um exercício do Livro Escolar de Física do 9º ano, que pressupunha que o Diogo atirava um gato da varanda do seu quarto, a cinco metros do solo.
  • André Veríssimo
    Um relatório divulgado ontem pela OCDE dá conta de um vergonhoso recorde: a desigualdade na distribuição de riqueza nos países daquela organização nunca foi tão elevada. Conclui também que quanto maior for a desigualdade, menos riqueza teremos todos para partilhar no futuro.
  • Celso Filipe
    Primeiro facto. O PS apresentou um projecto de programa eleitoral. Com esta estratégia António Costa cumpre dois objectivos: 1) tacteia terreno para perceber a receptividade às propostas do partido; 2) vai ocupando, disputando, espaço mediático ao Governo num crescendo que o conduzirá à apresentação do programa propriamente dito.
14:46 | Indústria
A ministra da Agricultura indicou que os novos fundos comunitários vão premiar os investimentos feitos em conjunto e que podem ajudar a superar a falta de matéria-prima para a indústria de pasta e papel.
Ao contrário do que tinha prometido o presidente do partido conservador, nem todos os cidadãos britânicos a viver no estrangeiro vão poder votar. De fora ficam também os estrangeiros que vivem no Reino Unido. O referendo vai ser anunciado na quarta-feira após o discurso da rainha.
13:07 | Obrigações
A agência canadiana de notação financeira atribuiu à Parpública o mesmo rating que a Portugal, em BBB (baixo), com perspectiva "estável".
13:10 | África
As receitas do governo angolano foram afectadas pela descida do preço do petróleo e deverão levar Angola a registar este ano o crescimento mais baixo desde 2011. Os países lusófonos em África deverão crescer acima dos 3% este ano.
As famílias portuguesas estão a pedir cada vez mais dinheiro emprestado para o consumo. São várias centenas de milhões de euros, todos os meses, num tipo de financiamento tradicionalmente mais arriscado
A correcção nos mercados de dívida, no início de Maio, penalizou as carteiras prudentes. Acções continuam a ser o activo preferido, mas as elevadas avaliações somadas à instabilidade política e ao impasse grego, levam os especialistas a adoptar uma postura mais defensiva. Ganhos nas carteiras agressivas chegam aos 14,5%.
11:10 | Start-ups
Um sistema de reconstrução detalhado a três dimensões de ambientes urbanos desenvolvido por uma equipa da Faculdade de Ciências de Tecnologia da Universidade de Coimbra foi financiado pela Google.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • É altura para serem feitos julgamentos – literalmente nos tribunais – a um número crescente de democracias asiáticas. A lista de grandes líderes políticos nacionais na região que enfrentaram, ou estão prestes a enfrentar, acusações criminais cresceu tanto que é plausível duvidar se a própria democracia pode sobreviver em vários destes países.
  • Um dos maiores desafios que a economia europeia enfrenta é a falta de liquidez nos seus mercados de capitais. Desde a crise financeira mundial de 2008, um enorme número de novas regras foram impostas. De modo a facilitar o investimento de longo prazo que a Europa precisa desesperadamente, seria prudente reavaliar o ambiente regulatório mais amplo que emergiu durante os últimos seis anos.
  • No fim da Segunda Guerra Mundial no Pacífico, nós, japoneses, com sentimentos de remorsos profundos, embarcámos na reconstrução e renovação do nosso país. As acções dos nossos predecessores provocaram um grande sofrimento aos povos da Ásia, e nunca devemos esquecer-nos disso. Neste sentido, eu defendo os pontos de vista expressos pelos anteriores primeiros-ministros do Japão.  
  • Um novo acordo global para combater as alterações climáticas está a ganhar forma, com os Estados Unidos a juntarem-se à União Europeia (UE) para, formalmente, submeterem junto da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (UNFCCC, na sigla original) um plano para cortar as emissões de gases com efeito de estufa (GHG, na sigla original). Os Estados Unidos enviaram um forte sinal assumindo-se como um dos primeiros países a garantir o seu compromisso para uma acção concreta sobre o clima. Nos dias vindouros, espera-se que muitos países, incluindo a China e a Índia, apresentem os seus planos.
  • Estamos na época das assembleias-gerais – a altura do ano em que algumas das maiores empresas do mundo se reúnem para prestar contas aos accionistas e ter uma espécie de conversa com eles. Nos próximos meses, uma série de empresas vai falar sobre o que influenciou o seu desempenho no ano anterior, o que planeiam para o futuro e as decisões que os seus conselhos de administração têm tomado.
O facto da PT Ventures não ter nenhum administrador na Unitel desde Outubro de 2012 é um dos motivos a justificar os três processos movidos contra a operadora angolana, explica o Diário Económico.
O objectivo era capitalizar a Sonangol e reforçar a presença da petrolífera estatal no sector bancário angolano. Mais de metade do valor recebido destinou-se à entrada no BESA, escreve o Público desta segunda-feira.
pub

 

pub

25
Segunda-feira
Maio 2015