Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
A operação pode avançar "no futuro próximo, sujeito às condições de mercado", adianta a Bloomberg. O IGCP já tinha sinalizado a operação nas últimas semanas.
16:55 | Bolsa
Apesar da boa performance da PT, que subiu mais de 2,5%, a praça lisboeta fechou em queda, penalizada por cotadas como a Jerónimo Martins ou o grupo EDP.
13:24 | Empresas
O Governo já publicou em Diário da República o decreto-Lei que indica a última fase de privatização dos CTT.
13:32 | Bolsa
A bolsa nacional inverteu a tendência positiva do início da sessão, pressionada pelas quedas da EDP e EDP Renováveis. O PSI-20 segue em queda ligeira a acompanhar as praças europeias.
15:02 | Bolsa
As principais praças norte-americanas abriram no verde numa altura em que os investidores acreditam que a produção industrial da maior economia mundial voltou a avançar em Agosto. Obama está a caminho da Europa de Leste para demonstrar o seu apoio aos parceiros europeus.
00:01 | Empresas
Menos de duas semanas antes de pedir a protecção de credores, a "holding" não financeira do GES autorizou a administração a aumentar capital em 2.000 milhões. Reforço de fundos próprios não chegou a avançar.
Clientes do BES que investiram em dívida do GES através de outros bancos do universo Espírito Santo poderão deixar de pagar créditos que contraíram na instituição que era liderada por Ricardo Salgado. O problema, para o qual a KPMG chama a atenção, pode vir a ter impacto negativo no Novo Banco.
01 de Setembro | Banca & Finanças
O Banque Privée Espírito Santo (BPES), com sede na Suíça, comunicou aos seus clientes detentores de títulos da Espírito Santo Internacional (sociedade do Grupo Espírito Santo, sedeada no Luxemburgo) que oferece 2% do valor investido.
13:30 | Energia
A produção fotovoltaica no mercado nacional cresceu mais de 50% no mês passado, face a 2013, assumindo-se como a fonte de electricidade que mais cresce em Portugal.
10:08 | Energia
O relatório preliminar da Parpública e da Águas de Portugal considera que a proposta do agrupamento SUMA "satisfaz amplamente todos os critérios em causa, bem como os objectivos da reprivatização da EGF".
17:32 | Imobiliário
O cenário é justificado pela evolução positiva da conjuntura económica e pelo aumento do investimento estrangeiro no país.
Os primeiros seis meses foram positivos para os hotéis em Portugal, contudo em Junho registou-se uma ligeira quebra.
17:11 | Mercados
A empresa era responsável pelo fornecimento de cimento para fechar o poço Macondo, explorado pela BP, e que derramou crude na sequência da explosão da plataforma Deepwater Horizon. O caso remonta a Abril de 2010 no Golfo do México.
01 de Setembro | Banca & Finanças
O CaixaBank, accionista do BPI, e terceiro maior grupo bancário em Espanha, garantiu o acordo para a compra da actividade bancária do Barclays no país vizinho por 800 milhões de euros.
10:20 | Conjuntura
A estagnação da Zona Euro penalizou as exportações suíças, levando o PIB do país a ficar inalterado no segundo trimestre deste ano. É o pior desempenho trimestral dos últimos dois anos.
11:20 | Europa
Se a taxa em cadeia inverteu a tendência positiva, em termos homólogos continua em queda. A taxa de desemprego caiu 5,76% em Agosto face a 2013. A maior descida em Agosto desde 2006.
00:01 | Transportes
Os "swaps" que foram transferidos para a "holding" do Estado com o financiamento de 600 milhões contratado para a alta velocidade apresentavam uma perda potencial de 153 milhões no final de Junho.
00:01 | Construção
O grupo espanhol Sacyr vai construir na Argélia um dos complexos desportivos mais aguardados no país. O estádio de Sétif, cidade a 300 quilómetros a Este de Argel, terá capacidade para 50 mil pessoas e está orçado em 290 milhões de euros.
00:01 | Bolsa
"Venda em Maio e só regresse no Dia do Trabalhador", que nos EUA se celebra no início de Setembro. Este adágio tem sido bom conselheiro para os investidores na bolsa de Lisboa. Há três anos que a estratégia dá certo.
00:01 | Bolsa
A retalhista chinesa não quer repetir a estreia conturbada do Facebook e deverá entrar para a bolsa com uma avaliação cautelosa. A estreia na bolsa de Nova Iorque é esperada para 18 ou 19 de Setembro.
00:01 | Empresas
Fim de linha para um grupo que chegou a ser o terceiro maior operador grossista do País e que empregava mais de 1.500 pessoas. Com milhares de credores e sem grandes activos, o GCT deixou um rasto de dívidas da ordem dos 500 milhões de euros.
PUBLICIDADE
13:59 | Mundo
A recém nomeada Alta Representante para a Política Externa da União Europeia responsabilizou a Rússia pelo facto de "já não ser um parceiro estratégico". Já a decisão da NATO de aumentar a presença militar nos seus parceiros do leste europeu representa "uma ameaça militar externa contra a Rússia”, considera Mikhail Popov.
Os pratos da balança continuam a pender para o "não", mas os adeptos de uma Escócia independente estão a ganhar terreno. Referendo está marcado para o próximo dia 18.
12:52 | Política
Quatro históricos socialistas declararam esta terça-feira apoiar António Costa nas eleições primárias do PS. Jorge Sampaio, Almeida Santos, Manuel Alegre e Vera Jardim defendem que uma "urgente mudança" de Governo "passa por uma mudança no PS".
Isabel dos Santos, Administradora da Unitel, do BIC e da Nos, é a 4.ª mais poderosa da economia
00:01 | Autarquias
Portaria que regulamenta as rescisões por mútuo acordo nas autarquias deve estar pronta até ao fim do mês. Mas as candidaturas só abrem depois de o diploma entrar em vigor. A redução de pessoal este ano já triplicou o exigido.
00:01 | Economia
PSD e CDS-PP não querem apresentar alterações nem pedir a confirmação do diploma que previa cortes nas pensões, mas também a subida do IVA e da TSU e a nova fórmula de actualização das reformas. Nada avança. Pelo menos para já.
17:30 | Empresas
A maior feira de joalharia, ourivesaria e relojoaria vai investir 300 mil euros num evento de luxo na capital. As multinacionais estão a procurar a indústria portuguesa para produzir peças e montar relógios em Portugal.
Silva Rodrigues diz que a gestão das empresas públicas está condicionada e é por vezes impedida por questões de natureza política e partidária, mas acredita que a má imagem que existe dos gestores é injusta.
16:16 | Media
A partir de dia 3 de Setembro, o jornal desportivo conta com uma nova direcção, com Bernardo Ribeiro e Nuno Farinha como adjuntos.
Editorial
  • André Veríssimo
    Os resultados das cotadas permitem traçar um retrato da saúde financeira das grandes empresas portuguesas. Pelo menos das que estão em bolsa. Bastam algum rácios para chegar a conclusões, a maioria preocupantes.
  • André Veríssimo
    A cimeira europeia do fim-de-semana deixou completo o elenco das principais figuras na hierarquia da União Europeia. Não se vê, na nova equipa, um corte com o passado que permita acreditar num novo rumo para a Europa. Espera-se que o tempo o desminta.
  • Helena Garrido
    A saída da troika já está a mostrar o que vale, mesmo a tempo da gestão do tempo eleitoral. Os apertos orçamentais começam a ser mais suaves, com sinais de entrada no princípio do fim da austeridade. Assim se compreendem as correcções às contas públicas deste ano apresentadas pelo Governo. Há uma espécie de milagre de multiplicação dos pães, com muito mais receita e muito menos corte na despesa pública.
01 de Setembro | Telecomunicações
A PT Portugal passou a integrar a Oi a 5 de Maio de 2014. A PT SGPS passou a deter apenas a participação na Oi - operações que obrigaram a uma transformação total nas contas. A PT SGPS registou um lucro semestral de 345,2 milhões de euros. A PT Portugal perdeu mil milhões.
01 de Setembro | Telecomunicações
Apesar de considerar que a Telefónica aprendeu muito e que a experiência foi "fenomenal", o presidente da operadora espanhola explicou que o principal obstáculo para o sucesso da parceria entre as duas empresas foi o facto de "não sermos italianos".
01 de Setembro | Educação
O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, admitiu, esta segunda-feira, alargar para os 18 anos os vales sociais de educação, excluídos de tributação fiscal, no âmbito da reforma do IRS, actualmente em consulta pública.
09:17 | Mundo
A economia dominou o segundo debate entre os candidatos às presidenciais brasileiras de 5 de Outubro que ficou ainda marcado pela polarização entre Dilma Rousseff e Marina Silva.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Vladimir Putin pode beneficiar (ou não) de 80% de apoio popular na Rússia devido à sua política na Ucrânia; mas torna-se cada vez mais claro que está a perder o controlo da situação. A pergunta é: em que ponto é que a sua posição, enquanto Presidente, se tornará insustentável?
  • Os problemas do português Banco Espírito Santo, conhecidos neste verão, lembram-nos que os problemas financeiros da Zona Euro não estão, de forma alguma, resolvidos. Há, sem dúvida, factores idiossincráticos por trás dos problemas do banco, resultantes da sua exposição a outras partes do império da família Espírito Santo. Mas quando o banco anunciou prejuízos de 3,6 mil milhões de euros no primeiro semestre, o colapso repentino da confiança foi alarmante, e os investidores nervosos começaram a questionar se existiriam outras bombas-relógio semelhantes noutros lugares.
  • O crescimento económico na Europa continua a desiludir. Espera-se que todos os Estados-membros da União Europeia apresentem melhores resultados em 2014; porém, de acordo com as últimas projecções do Fundo Monetário Internacional, o crescimento médio na Zona Euro mal vai exceder 1%. E apesar de a economia britânica estar a mostrar um ímpeto forte, só agora é que o PIB ultrapassou os valores anteriores à crise. Per capita, a UE ainda está mais pobre do que estava há sete anos.
  • O estratega militar alemão do século XVIII Carl von Clausewitz definiu a guerra como a continuação da política por meios diferentes e, tal como o antigo estratega chinês Sun Tzu, acreditava que assegurar a paz significava preparar-se para um conflito violento. À medida que o mundo se torna cada vez mais tumultuoso – uma realidade evidente no renascimento da luta militar na Ucrânia, no caos no Oriente Médio, e nas crescentes tensões no leste da Ásia - tal pensamento não poderia ser mais pertinente.
  • Apesar do aumento da esperança de vida e do acesso à educação e da diminuição das taxas de pobreza e de fome, o mundo tem ainda um longo caminho a percorrer para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Cerca de mil milhões de pessoas continuam a ir para a cama com fome, 1,2 mil milhões vivem em pobreza extrema, 2,6 mil milhões não tem acesso a água potável e saneamento e quase três mil milhões queimam materiais perigosos dentro das suas casas para se manterem quentes.
01 de Setembro | União Europeia
A partir de amanhã, Carlos Moedas - e os seus novos colegas de trabalho na Comissão Europeia - vai ter uma noção mais precisa da sua área de responsabilidade.
00:01 | Europa
A Europa deve continuar a trilhar o caminho da união política, defende o ministro alemão das Finanças. "Mais integração é o objectivo certo para a Europa", sustenta Wolfgang Schäuble.
dossier Weekend
Eduardo Gageiro: Ninguém é condenado em Portugal, só o homem que rouba uma lata de sardinhas
Ele era o menino Eduardo de Sacavém. Aviava copos de vinho e servia refeições na taberna do pai, a Casa do Bacalhau, ali mesmo em frente à antiga Fábrica da Loiça.
pub
pub

2
Terça-feira
Setembro 2014
    Cerimónia de Entrega de Prémios Best Ethical Practices Awards

    negócios opinião