Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
15:57 | Zona Euro
Segundo uma terceira sondagem divulgada esta sexta-feira, realizada pela Public Issue para o jornal Avgi, 45,5% dos gregos irão votar sim e 45% não. Há 3,5% de indecisos. E 83% dos estudantes pretendem votar contra as propostas dos credores.
15:04 | Zona Euro
O primeiro-ministro grego endereçou um discurso à nação, pediu calma no domingo, na ida às urnas, e apelou novamente ao ‘não’. Para que não se ceda a chantagens e ultimatos. Disse também que o último relatório do FMI confirma que a dívida helénica não é sustentável, pelo que defende um "haircut" de 30%.
13:32 | Zona Euro
Vivemos dias decisivos na Zona Euro, afirma Helena Garrido, directora do Negócios, que analisa os efeitos que o referendo na Grécia pode ter na construção europeia. Os gregos vão a votos no domingo, dia 5 de Julho, num referendo que promete ser histórico para a União Monetária e para a União Europeia.
14:16 | Zona Euro
Os gregos deverão ir às urnas no domingo votar sobre o acordo proposto ao governo grego pelas instituições há uma semana e meia. A proposta nunca chegou a ser aprovada pelos governos do euro e dizia respeito à extensão do programa de ajustamento que entretanto se extinguiu. Por isso, o plebiscito serve essencialmente para reforçar ou fragilizar a posição do governo grego perante os credores.
11:01 | Zona Euro
Num artigo arrasador para as políticas implementadas na Europa, o Nobel da Economia defende que se o "não" ganhar no referendo grego o país enfrenta ameaças no curto prazo com a saída do euro, mas ganha uma hipótese real de recuperação.
10:13 | Zona Euro
O vice-presidente do BCE avisa que a vitória do "não" no referendo poderá piorar ainda mais a situação dos bancos gregos. Como o voto condicionará as negociações para um acordo, também será decisivo para as decisões do banco central sobre o financiamento aos bancos do país.
16:52 | Bolsa
O principal índice da praça de Lisboa encerrou em queda em linha com as restantes bolsas europeias. O vermelho foi a cor dominante ao longo da sessão nas praças do Velho Continente, tendo sido penalizadas pela situação da Grécia.
O Stoxx 600 caiu 0,53% e o PSI-20 perdeu 0,68%, isto numa sessão em que as taxas da dívida dos países do euro estiveram a descer com os investidores a apostarem numa vitória do "sim" na Grécia. O euro valorizou face ao dólar, já o petróleo afundou mais de 2% nos mercados internacionais.
Através de uma opção de compra, o grupo espanhol reforçou a sua posição na filial norte-americana para crédito ao consumo. Pagou quase mil milhões de dólares e o rácio de solidez sofreu um impacto ligeiramente negativo.
Os fornecedores da PT Portugal estão "bastante preocupados" com o caminho que o processo de renegociação dos contratos está a trilhar. E pedem ao poder político para estar atento a "possíveis ilegalidades".
11:36 | Conjuntura
O índice PMI para a Zona Euro acelerou em Junho para 54,2 pontos, um valor ligeiramente acima do apresentado na primeira leitura, publicada no final do mês passado. Esta leitura confirma uma aceleração para máximos de quatro anos, apesar da crise na Grécia.
12:39 | Vinho
Os 23 mil produtores da região demarcada passam a aceder através da Internet a toda a informação sobre as suas parcelas de vinha, incluindo a identificação que era feita no terreno por fiscais do instituto público.
11:13 | Aviação
A eurodeputada socialista enviou esta sexta-feira cartas às comissárias para a Concorrência, para o Mercado Interno e para os Transporte, pondo em causa a capacidade de Humberto Pedroso de garantir o controlo efectivo na TAP como exigem as regras europeias.
11:38 | Transportes
Três dezenas de deputados socialistas requereram a declaração de inconstitucionalidade de três normas do novo regime jurídico do serviço público de transporte de passageiros, de forma a impedir que o Governo assuma competências dos municípios.
PUBLICIDADE
16:48 | Impostos
Depois do terramoto em torno da "lista VIP", que levou à saída de dois altos quadros da Autoridade Tributária, o Fisco avança com um plano de 30 medidas para proteger o sigilo fiscal dos contribuintes. O seu alcance e eficácia é, para já e com o actual nível de informação, difícil de perceber. Documento é omisso sobre a instauração de processos disciplinares.
Depois da descida registada esta semana, os preços de venda da gasolina nos postos de abastecimento nacionais têm margem para aumentar novamente na próxima. O gasóleo deverá ficar inalterado.
16:11 | Educação
O Estado vai ter de garantir uma rede para que as crianças com quatro anos tenham vaga no pré-escolar, mas o Governo tem de estudar a possibilidade de se descer a fasquia até aos três anos.
Em final de mandato, o Governo quer aperfeiçoar as regras de nomeações no Estado, que, na sua maioria já só condicionarão um futuro Executivo. Toda a oposição critica os resultados da CRESAP, que, ao contrário do anunciado, não garantiu a despartidarização dos cargos dirigentes.
09:49 | Weekend
Mandela foi quem "realmente me encheu a alma". Diplomata com a maior parte da carreira na União Europeia, Luísa Bastos de Almeida faz connosco uma viagem pelo seu passado e pelo presente da Europa.
15:19 | Weekend
Mistura o sotaque do Norte com expressões brasileiras. É da Maia, no distrito do Porto, mas vive no Brasil há 10 anos. Em 2013, Hugo Veiga ganhou o prémio de melhor "copywriter" do mundo, em Cannes. Veio a Lisboa lançar o seu livro de contos "Fricções".
O BCE vai passar a comprar obrigações de empresas estatais. Em Portugal, há duas eleitas pela autoridade monetária. O Negócios explica quais são e porque houve esta alteração.
A Unidade de Convalescença Bella Viana tem na sua unidade uma parte de cuidados continuados e outra de residência para idosos. Entre as medidas de sustentabilidade que implementou está o aquecimento de água com painéis solares.
Editorial
  • Celso Filipe
    A nova PT, detida desde 2 de Junho pelos franceses da Altice, tem um poder enorme sobre os fornecedores. Uma situação que herdou da anterior PT, à volta da qual floresceram muitas empresas prestadoras de serviços.
  • Helena Garrido
    Rostos desesperados. Pensionistas modestos com senhas nas mãos aglomeravam-se pela manhã na quarta-feira, 1 de Julho, à porta dos bancos que abriram na Grécia. As imagens estão por todo o mundo. Gritam mais alto do que todas as palavras do discurso de Alexis Tsipras a falar em humilhações. O Syriza está a usar o seu povo como uma peça do seu jogo. Este foi o ponto a que chegou a Grécia. E a Zona Euro.
  • Celso Filipe
    No palco grego joga-se mais do que o futuro do euro. Joga-se o futuro da União Europeia e da estabilidade da região. Os últimos dias tornaram o jogo perigoso. Nenhuma das partes, Grécia e credores, aceita apenas cedências. Querem a capitulação do oponente. Uma rendição que seja incondicional e, por consequência, humilhante para o adversário.
00:01 | Crédito
O banco liderado por Fernando Ulrich considera que pode ser colocado um limite à variação do indexante. Contudo, no novo preçário passa apenas a disponibilizar a Euribor a seis e a 12 meses. Acabou com a de três meses.
11:55 | Comércio
O volume de vendas a retalho aumentou em Maio 0,2% comparativamente ao mês anterior, em linha com a evolução positiva registada na Zona Euro.
00:01 | Conjuntura
As novas operações de crédito a empresas estão a cair 31% nos primeiros quatro meses do ano, uma tendência que tem já dez meses. Construção, imobiliário e SGPS têm destaque negativo. Ao mesmo tempo, o malparado continua a bater recordes.
08:20 | Empresas
A seguradora Aetna vai pagar 37 mil milhões de dólares pela segunda maior seguradora dos Estados Unidos na área do programa privado de saúde Medicare.
02 de Julho | Mundo
Com um crescimento do PIB português projectado para 1,8%, Portugal fica em 17.º lugar, numa lista de 47 países. Com crescimento negativo, destacam-se quatro países: Ucrânia, Rússia, Argentina e Brasil.
12:00 | Weekend
Manuel Rocha tem 52 anos e aos 14 era o menino do violino da Brigada Victor Jara, nascida há 40 anos. A banda com nome de activista chileno tem raízes em 1975
14:57 | Europa
Se a Catalunha fosse a votos, o ‘não’ à independência ganharia, mas o facto é que não são as questões de soberania que vão orientar no voto nas eleições autonómicas de 27 de Setembro, mas antes a resposta à crise económica.
02 de Julho | Política
O livro “O outro lado da governação”, de Miguel Relvas e Paulo Júlio, foi lançado esta quinta-feira em Lisboa e contou com diversas personalidades de variados sectores na plateia. Passos Coelho ou Luís Filipe Vieira não quiseram faltar à cerimónia. Nem Jorge Coelho.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Actualmente, o perigo das alterações climáticas e de outras formas de degradação ambiental é tão evidente que parece uma loucura ignorá-lo. E ainda assim, o mundo falhou na tentativa de encontrar uma resposta adequada para resolver o problema.
  • No final deste ano, o Fundo Monetário Internacional (FMI) vai decidir se o chinês renminbi vai juntar-se ao euro, ao iene japonês, à libra britânica e ao dólar norte-americano no cesto de moedas que determinam o valor das reservas internacionais de activos, o Direito de Saque Especial (Special Drawing Right – SDR - em inglês).
  • Como reservatório natural de carbono, o oceano absorve aproximadamente 25% de todo o dióxido de carbono produzido pela actividade humana todos os anos. Mas estamos a exigir demasiado da sua capacidade de absorção. O carbono dissolvido no oceano alterou a sua composição química, aumentando a sua acidez em 30% desde o início da Revolução Industrial.
  • Ao promover um enfoque mais pragmático do financiamento para o desenvolvimento, o modelo institucional chinês poderia ser o Fundo para a Rota da Seda, que dispõem de 40 mil milhões de dólares, que o presidente Xi Jinping anunciou em Novembro.
  • Todos os anos perde-se um quarto de toda a comida do mundo devido a colheitas ineficientes, a armazenamentos inadequados e a desperdícios na cozinha. Se reduzissemos a metade essa perda poderíamos alimentar mais mil milhões de pessoas – e tornar a fome um problema do passado.
02 de Julho | Research
O banco de investimento aproveitou a antevisão para o segundo semestre das bolsas ibéricas para revisitar as avaliações atribuídas a 16 cotadas do mercado nacional. Conheça as novas avaliações e recomendações.
02 de Julho | Bolsa
Foram executadas menos ordens pelos intermediários financeiros a actuar em Portugal, no quarto trimestre do ano passado, revelou a CMVM. As acções continuam a ser o activo mais procurado pelos investidores.
02 de Julho | Segurança Social
O Instituto de Informática da Segurança Social desenvolveu uma ferramenta que permite que as contratações e dispensas de funcionários sejam automaticamente comunicadas ao Fundo de Compensação do Trabalho, mediamente a actualização dos seus softwares de gestão.
dossier Weekend
TAP: O primeiro dono privado
Muito antes de Humberto Pedrosa e David Neeleman, a TAP teve accionistas privados. O primeiro foi António de Medeiros e Almeida. Entre 1955 e 1960, o milionário português controlou 50% do capital da companhia, que depois trocou pela SATA. Pelo caminho, teve conversas com Salazar para ser presidente da TAP.
pub

 

pub

3
Sexta-feira
Julho 2015