Conheça a primeira página do Negócios
A primeira página do Negócios, o acesso
ao ePaper
Três deputados socialistas enviaram um conjunto de perguntas à ministra das Finanças onde apresentam dúvidas sobre as estimativas do Governo para 2015, pelo que os socialistas consideram que tanto a meta para as receitas como para o défice em 2015 estão em causa.
O maior banco da Europa vai passar a ser liderado por um português. António Simões, que já lidera o HSBC no Reino Unido, assume as novas funções de presidente executivo do HSBC Bank e HSBC Europe a partir de 1 de Setembro.
António Simões foi nomeado CEO do HSBC para a Europa. Leia a entrevista do gestor português ao Negócios em Setembro do ano passado , em que António Simões assinala que "é mais improvável ter 39 anos e liderar 43 mil pessoas do que ser gay e liderar 43 mil pessoas".
O banco constituiu menos imparidades nos primeiros seis meses do ano, o que ajudou ao aumento do lucro no primeiro semestre, auxiliado pela melhoria da margem financeira. A ausência de venda de dívida impediu uma maior subida.
11:24 | Bolsa
A bolsa nacional acentuou a tendência negativa penalizada pelas quedas do BCP, da EDP Renováveis e da Galp Energia. As acções da Pharol já estiveram a perder 4,97% para um novo mínimo histórico nos 32,5 cêntimos.
09:16 | Mercados
O banco liderado por Nuno Amado mantém a tendência negativa e acumula uma queda de 18% nas últimas 13 sessões. A capitalização bolsista do BCP quebrou a fasquia dos 4 mil milhões de euros.
O banco norte-americano chegou a ter uma posição superior a 2% no capital do banco "mau" que resultou da resolução do antigo BES, detendo agora 1,88% do capital.
09:17 | Bolsa
Depois de ter afundado mais de 16% na sessão de ontem, a bolsa grega continua em terreno negativo, com uma desvalorização de 6,5%. Os bancos continuam a pressionar a bolsa, com perdas de quase 30%.
13:16 | Zona Euro
O governo grego espera aprovar no parlamento em 18 de Agosto o memorando que prometerá cumprir a troco de um terceiro resgate dos europeus. Depois das pensões, banca e privatizações estão hoje na agenda das negociações.
14:37 | Bolsa
As bolsas dos Estados Unidos iniciaram a sessão praticamente inalteradas, numa altura em que os investidores aguardam pela divulgação dos resultados das empresas e de indicadores económicos.
Empréstimos à Grécia, plano Juncker e inexistência de uma base de capital explicam mudança no "outlook".
O montante aplicado em produtos de poupança para a reforma, sob a forma de seguro, registou um aumento de 2,7% nos primeiros seis meses do ano. Entraram mais de 1.200 milhões no semestre.
O governo britânico reduziu a sua participação no Royal Bank of Scotland de 78,3% para 72,9%, arrecadando 2,2 mil milhões de libras. O prejuízo é equivalente a metade deste valor.
13:12 | Petróleo
A matéria-prima está a negociar em alta depois de três sessões consecutivas de quedas. O Brent negoceia acima de 50 dólares depois de ter quebrado ontem esta fasquia pela primeira vez desde Janeiro.
00:01 | Obrigações
A instituição monetária comprou em Julho 1.160 milhões de euros em dívida portuguesa. Desta forma, o BCE tem agora 20% de todas as obrigações nacionais. Isto no mês em que estreou-se a comprar de dívida do Chipre.
11:17 | Emprego
No mês passado, o desemprego em Espanha diminuiu em 74.028 pessoas para um total de 4.046.276, o valor mais baixo num mês de Julho desde 1998.
As bolsas europeias estão a negociar em terreno negativo depois de cinco sessões consecutivas de ganhos. Já o petróleo segue em alta, ainda que próximo de mínimos de seis meses em Londres.
O aumento do consumo está a fazer aumentar a receita para os cofres públicos, mas para este resultado contribui também o agravamento da fiscalidade sobre a gasolina e o gasóleo desde o início do ano.
12:45 | Automóvel
A Toyota apresentou um lucro de 646,3 mil milhões de ienes (4,74 mil milhões de euros) no segundo trimestre do ano. Este é o resultado líquido trimestral mais elevado da empresa japonesa.
13:48 | Empresas
A Shire fez uma oferta não solicitada para a compra da Baxalta, por 30 mil milhões de dólares (cerca de 27,3 mil milhões de euros) em acções, para criar uma empresa biotécnica líder na área das doenças raras. Esta oferta não teve a recepção esperada pela Baxalta, que “recusou entrar em negociações substanciais em torno desta proposta”.
PUBLICIDADE
O número dois do PSD rejeitou comentar as críticas feitas pela Comissão de Trabalhadores do INE, que garante poderem apenas ser dirigidas ao comportamento adoptada pela oposição nesta matéria. Marco António Costa assegura que "os factos falam por si" para notar que o desemprego está a descer.
11:22 | Justiça
Rui Lucena Marques, ex-presidente do conselho de administração da Fernave, empresa detida pela CP, foi detido pela Polícia Judiciária no aeroporto de Lisboa. Em causa estão suspeitas de crimes de peculato e de abuso de poder.
10:13 | Tecnologias
Se um voo com partida ou destino para um país da UE se atrasar mais de três horas ou for cancelado, o cliente pode ter direito a uma indemnização. Já lhe aconteceu? Foi há menos de três anos? Há uma "app" que o pode ajudar a ser compensado pela companhia aérea.
O poder de Cavaco Silva termina dentro de meses, que vão ser dos mais importantes de todo o mandato. Apesar dos seus avisos, ninguém acredita que não emposse um Governo minoritário. Cavaco irá pressionar e mediar conversas, esse é o seu poder. Mas não deverá ir mais longe.
03 de Agosto | Transportes
Mais de 65 mil euros de dívidas de portagens foram regularizadas até às 15 horas desta segunda-feira, adiantou o Ministério das Finanças, num balanço ao regime de regularização que vai vigorar até 29 de Setembro.
01:49 | Empresas
Está desfeito o mistério sobre os motivos que levaram Cristiano Ronaldo a fazer um vídeo, em Janeiro, disfarçado de sem-abrigo a jogar futebol nas ruas da capital espanhola.
03 de Agosto | Indústria
A associação das empresas gráficas e de transformação do papel está a desenhar a estratégia de internacionalização de um sector que actualmente apenas exporta directamente um quinto da produção anual.
00:01 | Justiça
O Ministério da Justiça está a preparar várias melhorias ao Citius para o regresso de férias judiciais, em Setembro. A certidão judicial permanente será mais barata que as certidões em papel e poderá ser usada mais do que uma vez.
Editorial
  • André Veríssimo
    Um ano depois da resolução do BES, os investidores em papel comercial do Grupo Espírito Santo continuam sem uma saída que ponha fim ao pesadelo ou lhes permita fazer o luto. CMVM e Banco de Portugal chutam, de um para o outro, a responsabilidade pela solução.
  • Nuno Carregueiro
    Os accionistas da Pharol, os mesmos que assistiram impávidos e serenos a esta perda de valor na PT, aprovaram agora a iniciativa de processar os antigos gestores da PT. No caso que vão interpor em tribunal, os novos gestores da Pharol deverão usar a queda de 90% das acções da empresa desde 2013 para culpar os ex-gestores. Mas há outro gráfico bem interessante para mostrar, o da outrora rival Nos.
  • Celso Filipe
    A preocupação que Passos Coelho manifestou em relação à Caixa Geral de Depósitos, na Redacção Aberta do Negócios, é um sinal de que está descontente com a administração do banco público. Por muitas subtilezas que se possam encontrar nas palavras do primeiro-ministro, não há volta a dar: caso a coligação PSD/CDS vença as eleições de Outubro, José de Matos, cujo mandato termina precisamente este ano, tem os dias contados como presidente da Caixa.
Luís Máximo dos Santos vai continuar à frente dos destinos do BES, cujo buraco financeiro ainda é desconhecido. Já foram dados passos mas, pela frente, tem um desafio: a venda do Novo Banco, que ditará a insolvência.
03 de Agosto | Empresas
Em cumprimento do decidido na AG e em reunião do conselho de administração, no dia 31 de Julho, a José de Mello Saúde procedeu à nomeação do 12º membro do "board", que será também vice-CEO. A administração era composta apenas por 11 membros e foi agora alargada.
03 de Agosto | África
Moçambique é o país africano onde se espera o mais rápido aumento do número de milionários na próxima década. Apesar da desaceleração registada na África do Sul, este continuará a ser o país com mais milionários no continente nos próximos dez anos.
03 de Agosto | Américas
O ex-homem forte do antigo presidente Lula, pelo qual passaram os grandes negócios luso-brasileiros, voltou a ser detido. Estava a cumprir prisão domiciliária no âmbito do Mensalão, e é agora suspeito de estar também envolvido no esquema de corrupção e de financiamento ilegal partidário centrado na Petrobras.
economistas Em colaboração com Project Syndicate
  • Quando se trata de elaborar boas políticas digitais, a Europa falhou o seu primeiro grande teste. Em Maio, a Comissão Europeia anunciou que iria criar um mercado digital único de 500 milhões de consumidores, que acrescentaria 415 mil milhões de euros ao produto interno bruto (PIB) da União Europeia (UE) e criaria cerca de 3,8 milhões de empregos. Infelizmente, a recente decisão sobre um importante problema digital – a privacidade de dados – ameaça destruir esse esforço.
  • A economia dos Estados Unidos tem agora pleno emprego. O mercado de trabalho relativamente ajustado está a provocar uma subida acelerada dos salários, porque os empregadores têm de pagar mais para atrair e conservar os trabalhadores. Isto tem implicações importantes para as autoridades – e não apenas para a Reserva Federal.   
  • O Banco Popular da China (PBOC, na sigla anglo-saxónica) cortou a taxa de juro pela terceira vez em seis meses, de modo a aliviar o encargo da dívida de empresas e governos locais. Mas o alívio quantitativo do PBOC – acompanhado de ajustamentos orçamentais e administrativos complementares – tem feito pouco para aumentar a procura por novos empréstimos. Em vez disso, tem impulsionado uma grande subida nos mercados accionistas da China. A questão agora é se isso pode tornar-se algo muito bom.
  • No 80º aniversário do 14º Dalai Lama, que tem estado em exílio na Índia desde 1959, o futuro do Tibete parece mais incerto do que nunca. Durante o seu reinado, o actual Dalai Lama viu a sua pátria – o maior e mais elevado planalto do mundo – perder a sua independência para a China. Quando morrer, a China provavelmente irá instalar uma marioneta como seu sucessor, corroendo potencialmente a instituição.
  • O acordo alcançado em Viena para controlar as actividades nucleares do Irão enfureceu os belicistas. Os cidadãos de todo o mundo deviam apoiar o esforço corajoso do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para os vencer, tendo em mente o facto de que os signatários não incluem apenas os Estados Unidos, mas todos os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas, mais a Alemanha.
03 de Agosto | Energia
Barack Obama apresentou esta segunda-feira o "Clean Power Plan", que pretende reduzir as emissões de dióxido de carbono em 32% até 2030 nos Estados Unidos e aumentar em 30% a produção de energias renováveis.
03 de Agosto | Obrigações
A agência governamental porto-riquenha Public Finance Corporation não procedeu ao reembolso das obrigações que atingiram a maturidade no dia 1 de Agosto.
03 de Agosto | Taxas de juro
Tom Hayes, antigo "trader" do UBS e do Citigroup, tem sido, nos últimos anos, o rosto do caso de manipulação da Libor. Esta segunda-feira, foi considerado "culpado" e condenado a 14 anos de prisão.
dossier Weekend
Isabel Vaz: "Passos Coelho assusta muita gente"
"A Luz Saúde é a minha pele". Esteve em risco de a perder. Isabel Vaz partilha os dias difíceis de Agosto de 2014. A 4 de Agosto chorou agarrada ao seu administrador financeiro.
pub

 

pub

4
Terça-feira
Agosto 2015