José Bancaleiro, director do MBA da EG&N
As parcerias são uma consequência da globalização
02 Abril 2012, 12:00 por Maria Martins
1
Enviar por email
Reportar erro
0
Num mercado cada vez mais competitivo e complexo, as parcerias são uma mais-valia também para os alunos
"Um MBA significa, habitualmente, a certificação de uma melhoria de competências."


Quando se sonha cada vez mais com uma carreira internacional, como atraem os alunos portugueses?
O nosso programa tem características diferenciadoras que são a principal razão do seu sucesso. É um programa muito equilibrado e de grande abrangência das matérias tratadas, com um carácter muito prático das abordagens, um corpo docente com provas dadas e muito ligado à prática das matérias que leccionam.

As parcerias internacionais continuarão a ser uma tendência?
São uma consequência da globalização, da competitividade e da complexidade.

De que forma o vosso MBA prepara os alunos para lidarem com a situação que se vive actualmente?
Mesmo que periodicamente surjam opiniões em contrário, posso afirmar enquanto profissional de Recursos Humanos e executive searcher, habituado a lutar pela atracção de profissionais talentosos, que as empresas dão importância à apresentação no CV de um MBA. Em tempos exigentes e cada vez mais competitivos estes cursos poderão ser determinantes na escolha entre dois candidatos similares. Essa formação significa, habitualmente, a certificação duma melhoria de competências relevantes em termos de desempenho profissional. Um MBA indica que estamos perante uma pessoa que investe na sua actualização e evolução. Para os participantes, fazer um destes cursos significa, na maior parte dos casos, um processo de aprendizagem eficaz e trabalhoso, que enriquecerá muito a sua vida pessoal e profissional. Para além disso são também períodos importantes de partilha de experiências em equipas multi-sectoriais, e de criação de laços de amizade, temperados pela solidariedade que se consegue nos projectos de elevado grau de dificuldade. E convém realçar a grande importância do 'network' que se vai construindo entre os alunos.

Considera que esta é a altura certa para investir num MBA?
Em tempos de grande competitividade, as pessoas têm que ter argumentos (qualificação, experiências e vivências) para poderem competir e, se possível, diferenciar-se no mercado.

1
Enviar por email
Reportar erro
0