C-Studio Investir na bolsa online com simples cliques
C-Studio i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Investir na bolsa online com simples cliques

Com o mundo dos investimentos a tornar-se cada vez mais acessível, os investidores estão a começar a gerir os seus próprios portfólios, de modo a aumentar a rentabilização do seu dinheiro. Mais ainda quando estão associados às baixas comissões praticadas pelas corretoras, como é o caso da DEGIRO.
Investir na bolsa online com simples cliques

Se tempo é dinheiro, a simplicidade e a rapidez para criar uma conta são factores que seguramente agradam tanto aos novos como aos mais experimentados investidores nos mercados de capitais.

Como em qualquer plataforma, há sempre um primeiro passo, o de fazer o registo dos dados pessoais do investidor, que deverão ser depois verificados, até se chegar à creditação da conta que será usada para fazer as aplicações financeiras.

Linguagem simples e compreensível e as necessárias garantias de segurança são também ingredientes imprescindíveis para quem pretende investir online, como sucede om a DEGIRO, a corretora de origem holandesa, a operar em Portugal desde 2014.

Na página portuguesa da DEGIRO, qualquer investidor consegue fazer o seu registo de cliente em apenas dez minutos. O processo é totalmente gratuito e feito online, sendo que a corretora "usa um sistema de identificação bancária derivada para confirmar a identidade", o que evita burocracias excessivas.

Na prática, o rápido registo na DEGIRO não tem custos e basta apenas o depósito de um cêntimo para accionar a verificação de identidade do investidor. A conta fica posteriormente activada, podendo ser creditada e usada para aplicações em investimentos nos mercados.

Acresce que a corretora que mais tem crescido nos últimos anos entre os investidores portugueses apresenta uma campanha que oferece 20 euros de créditos de negociação com a validade de três meses. Esta campanha apenas é valida para membros que convidem outros membros, beneficiando os dois da promoção.



Como investir online

Com um registo efectuado e uma conta aberta online numa corretora, o investidor pode então começar a aplicar o seu dinheiro nos mercados que a plataforma disponibilize. Seja na bolsa de Lisboa ou noutras praças estrangeiras, é aconselhável diversificar as apostas, segundo os especialistas, como forma de acautelar flutuações e perdas.

Usando a plataforma de negociação da DEGIRO, para comprar acções basta aceder à mesma e no campo de pesquisa procurar o título em que pretende investir.

Depois, carregando no nome do título pretendido, o utilizador tem ao seu dispor gráficos das cotações e outros detalhes. Mas caso queira dar uma ordem rápida baste clicar no "C".

A plataforma de negociação da DEGIRO oferece também a possibilidade, na caixa "Tipo", de o utilizador escolher o género de ordem que pretende dar:

  • Ordem limitada, para se comprar um produto financeiro a um valor não superior ao preço específico que é indicado;
  • Ordem ao mercado ("market order"), que permite executar imediatamente a sua transação ao melhor preço possível;
  • Stoploss, que limita as perdas, vendendo os títulos quando as acções baixarem até ao preço que for indicado;
  • Limite de stop ("stop limit"), em que o investidor indica um preço de activação da ordem, o "stop trigger", que é o valor pelo qual comprará as acções.


Além da simplicidade da negociação online, um pequeno investidor deve também ter em atenção o preço das comissões cobradas pela corretora que desempenha o trabalho de aplicar os seus investimentos. Isto porque, essas margens podem constituir uma importante parcela que impeça o ganho de alguns lucros, quando achar ser boa altura de vender.

Comprar e vender acções em bolsa pode levar várias dezenas de euros, sendo que a diferença de preços entre algumas corretoras pode ser significativo. Pode consultar as simulações pedidas pelo Negócios neste artigo para encontrar as comissões mais baratas do mercado.

Partilhar