Cultura Panteão vai ter utilização "fortemente restringida"

Panteão vai ter utilização "fortemente restringida"

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, disse hoje que a utilização do Panteão Nacional, à semelhança de outros monumentos que "honrem a memória da nação", será "fortemente restringida", no âmbito da revisão da sua regulamentação.
Panteão vai ter utilização "fortemente restringida"
Bruno Simão/Negócios
Lusa 14 de novembro de 2017 às 17:09
Luís Filipe Castro Mendes anunciou uma nova regulamentação para usos privados de espaços museológicos e de "memória da nação", sem entrar em pormenores, especificando apenas fortes restrições para o Panteão Nacional, em Lisboa, e monumentos similares.

O ministro da Cultura falava à entrada da Academia das Ciências de Lisboa, onde vai assistir ao encerramento do colóquio "O Ensino da Literatura".

A revisão do Regulamento de Utilização de Espaços, nos serviços dependentes da Direcção Geral do Património Cultural (DGPC), foi anunciada pelo Ministério da Cultura no sábado passado, na sequência de informações que davam conta da realização de um jantar para convidados, no encerramento da Web Summit, na noite de sexta-feira, no Panteão Nacional, em Lisboa.

O comunicado divulgado no sábado pelo Ministério da Cultura anunciava a revisão do despacho, no sentido de proibir "a realização de eventos de natureza festiva, no Corpo Central do Panteão Nacional".

A utilização de museus, palácios e monumentos nacionais, com objectivos promocionais, de divulgação cultural, filmagens e outros, está sujeita a um regulamento aprovado em 2014, pelo despacho n.º 8356, de 27 de Junho, que inclui uma tabela de preços e prevê a realização de outras actividades, além das visitas habituais, desde que "compatíveis com os seus valores histórico-patrimoniais".

Em maio de 2016, a Assembleia da República aprovou, por unanimidade, o reconhecimento do estatuto de panteão nacional ao Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, e ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha.



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz Há 1 semana

CONVERSA DA TRETA... BYE BYE WEB SUMMIT...!!!

JCG Há 1 semana

O ministro acordou agora? tem o sono pesado!

Anónimo Há 1 semana

Li há pouco ,um artigo no JN , de um seu diretor executivo.Senhor diretor! Porque acha que a web summit não tem dignidade para realizar um jantar no Panteão?Para si , outras organizações podem faze-lo.O seu artigo só revela as suas preferências clubísticas.Todos são culpados, da direita à esquerda

Saber mais e Alertas
pub