Mundo  "Mãe de todas as bombas" pesa 9,5 toneladas e faz explosão com diâmetro de 1,4 quilómetros

"Mãe de todas as bombas" pesa 9,5 toneladas e faz explosão com diâmetro de 1,4 quilómetros

A bomba GBU-43 (Massive Ordnance Air Blast - MOAB), que os Estados Unidos lançaram hoje no Afeganistão, pesa 9,5 toneladas, das quais 8,4 são explosivos, e consegue uma explosão com um diâmetro de 1,4 quilómetros.
 "Mãe de todas as bombas" pesa 9,5 toneladas e faz explosão com diâmetro de 1,4 quilómetros
Lusa 13 de abril de 2017 às 19:51

Conhecida como "a mãe de todas as bombas", foi desenvolvida para o Exército norte-americano por Albert L. Weimorts Jr., entretanto falecido, e começou a ser fabricada em 2001 no Laboratório de Investigação da Força Aérea.

 

Trata-se de uma bomba com um comprimento de 9,2 metros e um diâmetro de um metro, pesando 9,5 toneladas, dos quais 8,4 toneladas são explosivos de alta potência.

 

O diâmetro da explosão provocada por esta bomba atinge os 1,4 quilómetros e a destruição na zona de impacto provocada pela onda de choque é capaz de alcançar uma distância de 1,5 quilómetros do epicentro.

 

A bomba foi lançada hoje pela primeira vez em combate, uma vez que até agora apenas foi sujeita a testes, o primeiro dos quais em 2003 na Base da Força Aérea Englin, na Flórida. Um outro teste foi realizado a 21 de Novembro do mesmo ano.

 

Uma das principais características desta bomba, a capacidade de atingir grandes profundidades e destruir construções, como túneis, esteve na origem da escolha.

 

A bomba GBU-43 consegue atingir túneis com grande precisão, tendo sido esta a razão da sua escolha, já que, segundo o general John W. Nicholson, comandante das forças norte-americanas no Afeganistão, os jihadistas têm estado a trabalhar em defesas subterrâneas em bunkers.

 

Esta bomba não nuclear é considerada a segunda mais poderosa, só ultrapassada pelo artefacto explosivo russo FOAB, conhecido como "o pai de todas as bombas".

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro do Kzar Putin 13.04.2017

Que grandes jornalecos uma bomba com 1,4 km, o avião deve ter 2 km de comprimento ! Ahahahah é CADA treta e CADA mentira, fizeram um teste militar e agora dizem que atacaram os turras.

Conselheiro de Trump 13.04.2017

Ai putin)ho),putin(ho)poe-te a pau que isto nao foi para atacar os jeadista mas para te chamar atencao.

pub