Economia A semana em cinco minutos: Maria Luís debaixo de fogo, o BPI às avessas e Damásio suspeito

A semana em cinco minutos: Maria Luís debaixo de fogo, o BPI às avessas e Damásio suspeito

A contratatação da ex-ministra das Finanças pela Arrow Global lançou a polémica. No BPI, o CaixaBank e Isabel dos Santos continuam sem se entender. E Manuel Damásio é suspeito de branqueamento de capitais.
A carregar o vídeo ...
Negócios 05 de março de 2016 às 09:30

SEGUNDA-FEIRA, 29 FEVEREIRO


"Não sou financiada por dinheiros estatais". Isabel dos Santos rejeita qualquer uso de dinheiro do Estado angolano para seu benefício próprio. A empresária angolana diz que raramente vê o pai, o presidente angolano, José Eduardo dos Santos. "Ele é muito ocupado, eu também", afirmou em declarações ao Wall Street Journal, tendo como pano de fundo o facto de a Comissão Europeia ter questionado sobre a "conformidade da compra da empresa portuguesa Efacec por Isabel dos Santos. A aquisição, feita através da sociedade Winterfell, foi defendida já em comunicado e reiterada agora. Ao Wall Street Journal, Isabel dos Santos diz que a compra da empresa foi feita pelo seu próprio bolso, com o apoio de bancos comerciais. "Não sou financiada por dinheiro estatal nem por quaisquer fundos públicos", afirmou.

A empresária angolana rejeita a ideia de que é apoiada por fundos públicos do seu país.
A empresária angolana rejeita a ideia de que é apoiada por fundos públicos do seu país.


Santander Totta vai aumentar capital.
 Os accionistas do Santander Totta - neste momento, o espanhol Santander, através do Santander Totta SGPS, tem 97,65% do capital, sendo que a Taxagest SGPS detém 2,22%, havendo o restante noutros accionistas – aprovaram a operação de aumento de capital proposta, segundo o comunicado emitido através do site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). O aumento de capital do banco detido pelo grupo de capitais espanhóis será de 300 milhões de euros. "O período de subscrição deverá ocorrer entre as 8:30 horas do dia 3 de Março de 2016 e as 15:00 horas do dia 17 de Março de 2016", indica o comunicado, sendo que os actuais accionistas têm direito de preferência.


Eutanásia gera polémica. A bastonária da Ordem dos Enfermeiros deu a entender no sábado, 27 de Fevereiro, numa entrevista à Rádio Renascença, que há situações em que a eutanásia é praticada no serviço nacional de saúde. As afirmações de Ana Rita Cavaco causaram polémica. A Ordem dos Médicos vai apresentar queixa contra a bastonária. O Ministério da Saúde pede intervenção da Inspecção-Geral. A Ordem dos Médicos reagiu a estas declarações da bastonária da Ordem dos Enfermeiros. Os médicos consideram que as palavras de Ana Rita Cavaco, que sugerem que de alguma forma a eutanásia já é praticada no SNS, são "gravíssimas". O Ministério da Saúde, em comunicado, diz que solicitou, "com carácter de urgência e tendo em vista o cabal esclarecimento dos cidadãos, uma intervenção da IGAS (Inspecção-Geral das Actividades em Saúde) com vista ao apuramento dos factos". 

Governo formaliza candidatura de Guterres. O Governo português apresentou oficialmente a candidatura de António Guterres ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas, dizendo, em comunicado, tratar-se de "um candidato excepcionalmente qualificado para o desempenho daquele lugar". Além disso, sublinha, "esta candidatura é objecto de um amplo consenso interno". O ex-primeiro-ministro e, até Dezembro passado, alto-comissário da ONU para os Refugiados, tinha já anunciado no passado mês a sua intenção de se candidatar ao cargo. 

O Governo formalizou a candidatura de António Guterres à liderança da ONU.
O Governo formalizou a candidatura de António Guterres à liderança da ONU.

"Codfather" preso nos EUA. O armador de origem portuguesa Carlos Rafael, dono de uma das maiores operações de pesca comercial do nordeste dos Estados Unidos, foi detido por suspeitas de pesca e venda ilegais de espécies protegidas, acusado de conspiração e falsas declarações. De acordo com a CNN, o empresário nascido na ilha do Corvo, Açores, e nacionalizado norte-americano –  conhecido no meio como "codfather" – , terá mentido às autoridades federais sobre o volume e espécies de peixe capturadas pela sua frota pesqueira para não respeitar as quotas existentes. Carlos Rafael e a contabilista Debra Messier foram presentes a um juiz na sexta-feira, 26 de Fevereiro, tendo Debra saído em liberdade sob caução. O empresário de origem portuguesa fica detido pelo menos até esta quarta-feira, 2 de Março, quando será novamente ouvido pelas autoridades judiciais.

Óscares. E os vencedores foram... Os vencedores dos Óscares foram conhecidos durante a madrugada desta segunda-feira, 29 de Fevereiro. "Spotlight" foi eleito como o melhor filme, Leonardo DiCaprio conquistou o prémio de melhor actor pelo seu desempenho em "O Renascido" e Brie Larson arrecadou o prémio de melhor actriz pela pela sua interpretação em "O Quarto". A estatueta destinada a melhor realizador foi entregue a Alejandro González Iñárritu , que dirigiu DiCaprio em "O Renascido". Nesta 88ª edição dos Óscares, apresentado por Chris Rock e que teve lugar, como é habitual, no Teatro Dolby, em Los Angels, foram entregas 44 estatuetas douradas, correspondentes a outras tantas categorias premiadas.

Leonardi DiCaprio ganhou o Óscar de melhor actor.
Leonardi DiCaprio ganhou o Óscar de melhor actor.
Reuters

 

TERÇA-FEIRA, 1 MARÇO


E o homem que mais enriqueceu em Portugal foi… É uma espécie de Óscares dos milionários. A lista dos mais riscos do mundo foi divulgada esta terça-feira pela Forbes, e é encabeçada por Bill Gates, com uma fortuna avaliada em 68,8 mil milhões de euros, ao câmbio actual. Em segundo lugar está o dono do império Inditex, o espanhol Amancio Ortega (61,4 mil milhões de euros) e em terceiro Warren Buffett (55,7 mil milhões de euros). O primeiro português, Américo Amorim, surge na 369.ª posição. O "rei da cortiça", como lhe chama a revista, tem um património de 3,8 mil milhões de euros ao câmbio actual). Mas o que mais enriqueceu foi Alexandre Soares dos Santos. O maior accionista da Jerónimo Martins subiu 200 posições na lista, passando da 1.054ª para 854ª posição, com uma fortuna avaliada em 2,1 mil milhões de dólares. Já Belmiro de Azevedo, "dono" da concorrente Sonae, caiu alguns lugares para a 1.121ª posição, com 1,46 mil milhões de euros.

 

Quem ganha o campeonato das contas dos clubes? As SAD do Benfica, Sporting e FC Porto publicaram as contas do primeiro semestre fiscal, que vai de Junho a Dezembro. No último lugar do pódio fica o clube de Alvalade, que registou um prejuízo de 18,1 milhões de euros naqueles seis meses, com o exercício a ser penalizado pelo pagamento de 14,24 milhões à Doyen, depois de o clube ter perdido em tribunal o processo relativo à transferência de Marcos Rojo. Em segundo vem o FC Porto, com um resultado líquido negativo de 17,62 milhões de euros, um agravamento face aos 8,44 milhões reportados no período homólogo de 2014. O Benfica foi o único a conseguir lucros, 5,03 milhões de euros, menos 62% do que no mesmo período do ano anterior. Os piores resultados operacionais voltam a ser do Sporting (-15,8 milhões), seguindo-se o Porto (-9,55), com o clube da Luz em terreno positivo (13,55). O Benfica tem de longe o maior passivo (429,39 milhões), mas o Sporting é o único com capitais próprios negativos (-11.20 milhões).

O Benfica foi o único clube dos chamados três grandes com lucros no primeiro semestre fiscal.
O Benfica foi o único clube dos chamados três grandes com lucros no primeiro semestre fiscal.
Paulo Calado / Record

Nomeação de João Soares para o CCB debaixo de fogo. Foi o caso que mereceu o destaque político do dia: depois de ter avisado que queria a sua demissão, e sem ter recebido qualquer pedido, João Soares avançou para a exoneração de António Lamas da presidência do Centro Cultural de Belém. E já há sucessor: Elísio Summavielle, antigo secretário de Estado de um Governo PS. O PSD começou o ataque: "Esta atitude de ‘donos disto tudo’ é um comportamento que nos causa alguma estupefacção", atirou o social-democrata Sérgio Azevedo. Gabriela Canavilhas, do Partido Socialista, recusou uma lição de moral do PSD: "o Partido Socialista rejeita, enfaticamente, qualquer acusação de tentativa de controlo da máquina do Estado", afirmou a deputada. O Bloco pediu um concurso internacional para a nomeação.

 

O potencial buraco no Orçamento do Estado. O Conselho de Finanças Públicas divulgou hoje uma nova avaliação ao Orçamento do Estado e continua a considerar que o documento contém "riscos importantes", com o Governo a revelar pouca prudência na previsão tanto do lado da receita, como da despesa. Cálculos da equipa de Teodora Cardoso apontam para o risco de um buraco na receita com impostos indirectos de quase 600 milhões de euros (perto de 0,3 pontos de PIB). 

 

"Uber é ilegal", diz ministro. O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, afirmou no Parlamento que "é evidente que a Uber é ilegal", lembrando que quem o diz "é uma decisão de um tribunal, que o deixou escrito". Ainda que não exista ainda uma decisão final, já que a Uber recorreu. Para o responsável, uma das coisas a fazer é "reforçar aquilo que são os mecanismos de controlo e fiscalização" em relação à situação desta empresa. "Não há aqui nenhum libelo contra a tecnologia", garantiu Matos Fernandes, lembrando, todavia, que "a lei é clara quando diz que o transporte de passageiros só pode ser feito por operadores de transportes" e "a Uber não é um operador de transportes".

O ministro do Ambiente diz que a Uber não é um operador de transporte.
O ministro do Ambiente diz que a Uber não é um operador de transporte.
Bruno Simão/Negócios

Passos à espera do divórcio à esquerda. O líder do PSD apresentou a moção com que vai concorrer a novo mandato à frente do partido. Pedro Passos Coelho  garante que não provocará crises artificiais e não andará recorrentemente a pedir eleições. Mas quando o namoro à esquerda acabar, estará preparado para reassumir responsabilidades. Nas 33 páginas que compõem a moção estratégica que acompanha a sua recandidatura à liderança do PSD, Pedro Passos Coelho acusa o actual Governo de deitar borda fora o capital de credibilidade conquistado (sugere que o Governo pode "conduzir país à desgraça nacional"), mostra orgulho no trabalho feito, recusa acusações de "direitismo austeritário", afirma-se fiel à matriz social-democrata do partido, e traça um conjunto de linhas de rumo para o futuro.

 

Ana Lourenço na RTP3. A jornalista Ana Lourenço vai passar a ser um dos rostos da RTP. A notícia foi avançada pela própria estação pública. A ex-jornalista da SIC Notícias passará a ser pivô no canal de informação RTP 3. A rescisão da jornalista com SIC antecedeu um conjunto de alterações que estão a ser levadas a cabo na estação de Carnaxide depois do anúncio da chegada à Impresa do novo presidente executivo, Franscico Pedro Balsemão.

Concerto histórico dos Rolling Stones em Cuba. A banda britânica Rolling Stones vai actuar em Havana, Cuba, no dia 25 de Março. Este concerto "pioneiro" vai ser grátis e acontece três dias após a visita do presidente norte-americano, Barack Obama, visitar o país. O concerto foi anunciado na página oficial da banda, dizendo que "os verdadeiros pioneiros do rock" vão levar o seu espectáculo ao país das Caraíbas pela primeira vez.

Os Rolling Stones vão dar um concerto em Havana três dia após a visita de Obama a Cuba.
Os Rolling Stones vão dar um concerto em Havana três dia após a visita de Obama a Cuba.
REUTERS

     

De novo a ameaça de um "Grexit"? A percepção do risco de a Grécia sair do euro, o "Grexit", está a subir a uma velocidade acelerada. É para esse cenário que aponta a evolução do indicador do Sentix, instituto de análise comportamental, que tenta medir a probabilidade de um país sair da Zona Euro. Actualizado nesta terça-feira, o indicador galgou três pontos no espaço de um mês, para quase 20%, limiar que o instituto constata coincidir com as recorrentes escaladas de crise em torno da Grécia. Por detrás do crescente pessimismo estará a circunstância de, quatro meses depois do previsto, o primeiro-ministro Alexis Tsipras ainda não ter conseguido apresentar as reformas, em particular a das pensões, prometidas a troco do terceiro resgate ao país pedido no Verão. Atenas continua, assim, sem cumprir os prazos prometidos no novo memorando e, logo, sem receber a primeira fatia de dois mil milhões de euros do novo resgate que pode ascender a 86 mil milhões (o dinheiro que recebeu no Verão foi de empréstimos-ponte). 

 

QUARTA-FEIRA, 2 MARÇO

 

Acções do BPI suspensas. A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu as acções do BPI, com o regulador a aguardar a divulgação de informação por parte do banco depois de terem surgido notícias em torno de negociações entre o CaixaBank e a angolana Isabel dos Santos para a aquisição da posição da angolana por parte dos espanhóis no BPI. As acções seguiam a disparar 10,38% para 1,18 euros. Perante a especulação no mercado e a forte subida das acções do banco, a CMVM decidiu interromper a negociação "até à divulgação de informação relevante sobre o emitente".


CaixaBank confirma negociações. O CaixaBank confirmou, ao final da tarde, que "mantém contactos" com Isabel dos Santos para resolver o problema do BPI em Angola. O maior accionista do banco liderado por Fernando Ulrich adianta que "mantém contactos com o BPI e com o seu accionista, Santoro Finance – Prestação de Serviços no contexto da situação do excesso de concentração de riscos do BPI decorrente da sua participação de controlo no BFA". A posição do grupo catalão surge depois de a Bloomberg ter noticiado que há conversações entre o CaixaBank e Isabel dos Santos para a venda da participação que a empresária angolana tem no BPI.

O CaixaBank admite comprar a posição de Isabel dos Santos no BPI.
O CaixaBank admite comprar a posição de Isabel dos Santos no BPI.
Reuters

Jerónimo Martins paga novo dividendo. A Jerónimo Martins vai propor o pagamento de um novo dividendo com base nos resultados do ano passado. Após entregar 37,5 cêntimos no final de 2015, revela que vai propor aos accionistas a distribuição de mais 26,5 cêntimos por cada acção. É, diz, um "retorno do excesso de liquidez" acumulada pela empresa liderada por Pedro Soares dos Santos. "Na sequência do excelente desempenho do ‘cash flow’ [fluxos de caixa] registado no final de 2015 e sem comprometer os planos de investimento do grupo, o conselho de administração vai propor em assembleia-geral o pagamento de um dividendo no montante de 166,53 milhões de euros", refere a empresa na apresentação dos lucros de 333 milhões de euros em 2015.


Santana Lopes reconduzido na Santa Casa. O Governo de António Costa reconduziu Pedro Santana Lopes, como provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), por mais três anos. "Na base da renovação está a confiança que o primeiro-ministro e o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, que tutela a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, depositam nos actuais membros da Mesa, bem como uma perspectiva de coesão da equipa dirigente da SCML, após a saída do vice-provedor e de um dos vogais", explica um comunicado emitido pelo gabinete do primeiro-ministro.

O Governo afirma ter confiança no trabalho de Pedro Santana Lopes.
O Governo afirma ter confiança no trabalho de Pedro Santana Lopes.
Miguel Baltazar/Negócios

KPMG alvo de buscas. A KPMG foi alvo de buscas judiciais . O Expresso avançou que o BES Angola, auditado pela KPMG, é o tema das diligências que o jornal adiantou estarem a cargo da Polícia Judiciária. Segundo o mesmo jornal, a operação iniciou-se de manhã e decorreu no edifício da empresa em Lisboa. Foram apreendidos documentos e as pessoas que trabalharam com o tema BESA foram ouvidas. Apesar de várias tentativas, não foi possível obter esclarecimentos de nenhum dos envolvidos: nem PJ nem Procuradoria-Geral da República nem a KPMG responderam às perguntas do Negócios sobre o tema.  

Hillary e Trump vencem "Super terça-feira". Hillary Clinton e Donald Trump são os vencedores da "Super terça-feira", o dia em que mais estados norte-americanos vão a votos para eleger o candidato de cada partido à Presidência dos Estados Unidos. Do lado democrata, Hillary Clinton ganhou em sete dos 11 estados disputados. Pelos republicanos, Donald Trump venceu também em sete estados.


Ongoing em PER.
 A Ongoing Strategy Investments, presidida por Nuno Vasconcellos, apresentou um Processo Especial de Revitalização (PER). De acordo com o anúncio publicado no site do Citius o pedido é subscrito também pelo credor Valadas Coriel e Associados, uma sociedade de advogados. Fontes próximas do processo asseguraram ao Negócios que este pedido não tem interferência directa com a empresa que detém o Diário Económico, a ST&SF. A publicação detida pelo grupo tem passado por problemas financeiros, estando os cerca de 150 trabalhadores com ordenados em atraso. Em Janeiro também foi alvo de uma penhora às receitas pelo Fisco, entretanto já levantada.

 


QUINTA-FEIRA, 3 MARÇO


Lucro da EDP abaixo dos mil milhões. Depois de vários anos com resultados líquidos acima de mil milhões de euros, a EDP baixou desta fasquia em 2015. Os lucros do ano passado desceram 12% para 913 milhões de euros, com a eléctrica liderada por António Mexia a ser penalizada pelos resultados financeiros e pelo recuo do EBITDA em Portugal. O EBITDA total do grupo cresceu 8%, com a empresa a beneficiar do contributo positivo da EDP Renováveis e da unidade no Brasil. A dívida líquida subiu 2% para 17.400 milhões de euros e a empresa propôs um aumento do dividendo para 18,5 cêntimos por acção, tal como tinha previsto.

Os lucros de eléctrica desceram 12% em 2015.
Os lucros de eléctrica desceram 12% em 2015.
Miguel Baltazar/Negócios

Resultados da Jerónimo Martins bem recebidos. Os resultados da Jerónimo Martins foram bem recebidos no mercado, com as acções da retalhista a subirem mais de 4% depois de a cotada ter anunciado que os lucros de 2015 subiram 10,5%. Os analistas classificaram os números de "sólidos", com vários bancos de investimento a melhorarem as suas avaliações para a empresa. Na conferência de imprensa para apresentação das contas o CEO da companhia anunciou a entrada numa terceira região na Colômbia e o investimento num projecto de criação de gado Angus, em Barcelos. A propósito da distribuição de dividendos, Pedro Soares dos Santos avisou que a Jerónimo Martins não é um banco e criticou a política fiscal que onera a doação de alimentos.

Maria Luís contratada pela Arrow. A ex-ministra das Finanças vai ser administradora não executiva da Arrow Global, uma gestora britânica de dívida. Maria Luís Albuquerque começa a exercer as funções como administradora não executiva desta empresa no início da próxima semana, integrando o comité de auditoria e de risco da entidade. A Arrow investe no crédito malparado em Portugal, tendo já efectuado negócios com o Banif. A contratação da actual deputada do PSD levanta dúvidas ao PCP, mas Maria Luís não vê "nenhuma incompatibilidade" na ida para a gestora britânica, pois as funções que vai desempenhar "são de natureza estritamente não executiva, isto é, sem participação nas decisões sobre negócios em concreto, em Portugal ou noutros países".

A contratação da ex-ministra das Finanças pela Arrow está a gerar polémica.
A contratação da ex-ministra das Finanças pela Arrow está a gerar polémica.

 Bosch desenvolve carro do futuro em Braga. Para arrancar com a segunda fase de um projecto de investigação que está a desenvolver com a Universidade do Minho, a Bosch Car Multimedia de Braga pretende contratar 260 trabalhadores (90 engenheiros e 170 bolseiros). Este projecto pressupõe um investimento de 55 milhões de euros e visa desenvolver soluções que vão marcar o futuro da condução automóvel. Uma outra vertente do contrato, o "Ifactory", será dedicada ao desenvolvimento da fábrica inteligente, novas metodologias de concepção de dispositivos electrónicos e controlo de processos.

 

Providência cautelar de Sócrates contra Cofina anulada. O Tribunal da Relação de Lisboa anulou a providência cautelar que proibia que qualquer meio do grupo Cofina publicasse notícias sobre a Operação Marquês. Os magistrados decidiram que a juíza da instância central cível não era competente para decidir a questão e que esta deveria ter sido decidida pela instância local cível, o que teve por consequência a anulação da providência cautelar interposta em Outubro passado pela defesa do ex-primeiro-ministro José Sócrates.

Manuel Damásio supeito de branqueamento de capitais. Manuel Damásio foi detido pela Polícia Judiciária devido à suspeita da prática dos crimes de branqueamento de capitais e tráfico de influências. A detenção do ex-presidente do Benfica ocorreu no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público junto do DCIAP e decorre de uma investigação iniciada em finais de 2014 e que deu origem à operação Rota do Atlântico. Damásio, com 75 anos, exerce actividade empresarial no sector imobiliário, havendo a suspeita que é parceiro de José Veiga, que foi detido a 3 de Fevereiro também no âmbito deste processo. Ao final da noite, pelas 23:00, a Procuradoria-Geral da República comunicou, numa nota à comunicação social, que "o juiz decidiu aplicar ao arguido as medidas de coacção de proibição de contactos com arguidos, suspeitos e testemunhas identificados no despacho que fixa as medidas de coacção e sujeição às obrigações decorrentes do termo de identidade e residência".


SEXTA-FEIRA, 4 MARÇO

Santander ganha ao Estado no caso dos "swaps". O Tribunal de Londres deu razão ao Santander sobre a validade de nove contratos de "swap" feitos entre o banco e o Metropolitano de Lisboa, a Carris, o Metro do Porto e a STCP. A decisão obriga ao pagamento de 300 milhões de euros, referentes a cupões que deixaram de ser pagos em 2013, por estas empresas. Mas a conta não fica por aqui. No final de 2014, os valores de mercado dos nove contratos destas empresas com o Santander tinha um valor negativo de 1,2 mil milhões de euros. No entanto, com as taxas de juro cada vez mais baixas, entraram mesmo em valores negativos e essa responsabilidade potencial terá passado para 1,5 mil milhões de euros. O banco já manifestou disponibilidade para chegar a acordo com o Governo. A decisão da Justiça britânica foi tema do debate na Comissão de Orçamento e Finanças, com Mário Centeno. PSD e CDS de um lado, e PS do outro, empurraram culpas no caso.

Um tribunal inglês deu razão ao Santander no caso dos "swaps" feitos com o Estado.
Um tribunal inglês deu razão ao Santander no caso dos "swaps" feitos com o Estado.

Maria Luís Albuquerque submete-se à subcomissão de ética. A ex-ministra das Finanças enviou esta sexta-feira uma carta ao presidente da subcomissão de Ética do Parlamento, Luís Marques Guedes, a pedir que esta avalie se existem incompatibilidades entre a entrada na administração da Arrow Capital, como administradora não executiva, e o desempenho de cargos passados e actuais no Estado. "Solicito à subcomissão de Ética a avaliação da situação em causa, manifestando desde já a minha total disponibilidade e interesse em prestar junto dessa subcomissão todos os esclarecimentos entendidos como pertinentes", diz a carta revelada pela Lusa. O PSD veio defender a ministra, que foi alvo de um ataque cerrado dos partidos da Esquerda e até de Manuela Ferreira Leite. Esta decisão "em nada belisca a lei portuguesa", disse o vice-presidente social-democrata, José Matos Correia, aos jornalistas. O PSD não vê necessidade de mexer na lei das incompatibilidades, como quer o Bloco de Esquerda. 

 

Lula interrogado no caso Lava-Jato. Os procuradores judiciais brasileiros envolveram formalmente esta sexta-feira Luiz Inácio Lula da Silva no escândalo de corrupção investigado pela operação Lava Jato, suspeitando que tenha recebido verbas através de doações, palestras e do valor utilizado em obras num seu apartamento. O ex-Presidente foi detido para prestar declarações. De acordo com o procurador Carlos Lima, citado pelo jornal Folha de São Paulo durante uma conferência de imprensa conjunta com a Polícia Federal, instituições ligadas a Lula da Silva terão recebido 30 milhões de reais (7,3 milhões de euros). O ex-Presidente brasileiro saiu em liberdade depois de prestar depoimento. Apesar dos indícios, a procuradoria diz que não houve pedido de prisão de Lula nem da mulher Mariza e que a Presidente Dilma Rousseff não é investigada na operação Lava Jato.

Ex-presidente brasileiro saiu em liberdade depois de prestar declarações.
Ex-presidente brasileiro saiu em liberdade depois de prestar declarações.
Bloomberg

PS já aceitou sete propostas do PCP e do Bloco de Esquerda. Hoje é o último dia para serem apresentadas propostas de alteração ao Orçamento do Estado. O Partido Socialista (PS) compromete-se a aceitar sete propostas apresentadas pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda, além de garantir que vai analisar outras medidas de alteração à Lei do Orçamento do Estado para 2016, incluindo as do CDS e do PAN. Em comunicado, o PS afirma que assumiu o compromisso de aprovar a alteração do valor de referência do complemento solidário para idosos (CSI), o aumento no 2º e 3º escalões do abono de família e a bonificação para crianças por deficiência, tal como o Negócios já tinha noticiado, além da "clarificação no âmbito da Tarifa Social de Electricidade". Estas medidas são do Bloco de Esquerda. No caso do PCP, fica registado o compromisso de aprovar o alargamento "em condições específicas" do subsídio social de desemprego, "avanços nos domínios da gratuitidade dos manuais escolares" e o "congelamento do valor máximo das propinas".

 

Uma equipa especial para apanhar "milionários". O Partido Socialista vai avançar com uma proposta de alteração à Lei Geral Tributária (LGT) para permitir que também os contribuintes singulares possam passar a ser alvo de acompanhamento permanente por parte da Autoridade Tributária e Aduaneira. O objectivo é garantir a possibilidade de constituição de equipas especiais de vigilância sobre o grupo de milionários ou singulares com elevado património que constituem grupos de risco em termos de evasão fiscal, como foi recentemente denunciado pelo antigo Director-geral dos impostos. Os socialistas recusaram a proposta do PCP para agravar a taxa de IRS do último escalão de rendimento, contrapondo que o que é preciso é pôr os ricos que não pagam a pagar impostos.


Novo Banco avança com processo de rescisões amigáveis.
O Novo Banco lançou um processo formal de rescisões por mútuo acordo, com o objectivo de reduzir cerca de 500 trabalhadores e alcançar a meta de cortar 1.000 postos de trabalho, imposta por Bruxelas. Ao que o Negócios apurou, este programa destina-se a um grupo de trabalhadores já identificado e terá de ser concluído num curto espaço de tempo, previsivelmente até ao final deste mês. Se a meta de reduzir aqueles 500 colaboradores no prazo definido, o Novo Banco admite deixar cair o recurso ao despedimento colectivo.

Se conseguir negociar a saída de 500 trabalhadores, o Novo banco liderado por Stock da Cunha deixará cair o despedimento colectivo.
Se conseguir negociar a saída de 500 trabalhadores, o Novo banco liderado por Stock da Cunha deixará cair o despedimento colectivo.
Bruno Simão

 


A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 06.03.2016

Os bancos portugueses parece que estavam salvaguardados(tapados)por uma cortina feita de algodao:a medida que se vai desfiando a maldita cortina vamos vendo o que por la anda(va).Diz o ditado:filho de ladrao segue o pai,ate quando?

FDP 05.03.2016

"Não sou financiada por dinheiro estatal nem por quaisquer fundos públicos" afirmou Isabel dos Santos POIS O PROBLEMA É QUE "OS FINANCIADORES" SÃO OBSCUROS TIPO DINHEIRO SUJO ; OFSHORES ETC.

pub
pub
pub
pub