Mundo A crise da Coreia do Norte: Dez protagonistas e um intruso

A crise da Coreia do Norte: Dez protagonistas e um intruso

Em Janeiro de 2016 a Coreia do Norte realizou, com sucesso, um teste nuclear. Paira no ar uma ameaça global. Conheça os dez principais protagonistas e um intruso.
KCNA POOL JOSHUA ROBERTS POOL POOL POOL FABRIZIO BENSCH Mohammed Salem POOL MUKHTAR KHOLDORBEKOV KYODO
Celso Filipe 06 de setembro de 2017 às 15:25
Em Janeiro de 2016 a Coreia do  Norte realizou, com sucesso, um teste nuclear. Desde então, as autoridades de Pyongyang têm intensificado as suas manifestações de poderio militar, as quais tiveram como resposta a aplicação de sanções por parte das Nações Unidas. Em paralelo, tem-se assistido a uma escalada do discurso bélico, particularmente entre a Coreia do Norte e os EUA.  

No domingo passado, dia 3, os norte-coreanos fizeram mais um teste bem-sucedido como uma bomba de hidrogénio desenvolvida para ser instalada num míssil balístico intercontinental. A reacção da comunidade internacional foi unânime no repúdio a esta acção, embora em registos diferentes. Paira no ar uma ameaça global.





A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 06.09.2017

Todos devem saber e compreênder que depois de uma guerra nuclear o mundo não será o mesmo e não haverá vencedores. Deixem os camaradas comer as bombas em paz.

fcj 06.09.2017

É tudo fogo de vista... Basta EEUU desistirem de ameaçar a Coreia do Norte - que o fazem desde a década de 50 do último século - e este estado asiático entra na normalidade, como é a sua obrigação cívica! Ou é proibido um qualquer estado ter um regime diferente de um ou mais vizinhos? É preciso PAZ

Anónimo 06.09.2017

O problema foi terem-se juntado dois loucos no poder. Há muito que eu vinha pondo a questão de armas nucleares em "boas" ou "más" mãos! vamos possivelmente pagar todos o "pequeno pormenor" de sempre acharmos que as que estavam no ocidente, estavam em boas mãos...

King Kong Um 06.09.2017

O anormal de Pingpong quer destruir o planeta! Não há dúvidas disso! Ele é o demónio à solta! É o fim do mundo!

pub