Conjuntura A década perdida portuguesa em sete gráficos

A década perdida portuguesa em sete gráficos

Portugal só regressará ao PIB de 2008 em 2018, o mesmo se passa com a taxa de desemprego. Pior está o investimento que permanecerá abaixo do valor do final da década passada. São conclusões retiradas das últimas projecções do Banco de Portugal.
A década perdida portuguesa em sete gráficos
Reuters
Rui Peres Jorge 15 de dezembro de 2016 às 13:14

O Banco de Portugal (BdP) actualizou as suas previsões a 14 de Dezembro, apontando para uma recuperação lenta da economia, suportada num modelo de crescimento que recomenda (leia-se, mais apostado no investimento e nas exportações), com manutenção de um excedente externo, e o desemprego a cair para os 8,5%. Estas são as boas notícias. As más é que nos próximos anos Portugal continuará a crescer menos que a Zona Euro, e menos do que necessita: 2,5% a 3% nominais ao ano, valores inferiores à taxa de juro implícita da dívida pública (que o banco central antecipa em torno dos 3,3%), o que constitui um risco a prazo.

O trabalho dos economistas do Banco de Portugal que fecha 2016 oferece ainda a oportunidade de perspectivar a crise dos últimos anos na década 2008-2018/9. Uma das principais conclusões é que o rendimento gerado em Portugal em 2018 estará, em termos reais, ao nível do de 2008. Uma década perdida, num país que entrará nos anos 30 do século XXI com a esperança de ter encontrado um modelo de crescimento mais equilibrado, a certeza de registar níveis de investimento insuficientes, e a ameaça de não conseguir pagar as suas dívidas.

 
O Massa Monetária, um blogue do Negócios, evidencia a década perdida portuguesa em sete gráficos do Banco de Portugal.


A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado surpreso 15.12.2016

Agradeçam ao vosso querido PS.Devem estar satisfeitos

comentários mais recentes
Anónimo 16.12.2016

Ninguém perceberá a década perdida se não olhar para a estratégia inviável em que enfiaram o País nos últimos 30 anos agravada por graves erros de gestão comprometedores dos interesses nacionais.

surpreso 15.12.2016

Agradeçam ao vosso querido PS.Devem estar satisfeitos

Antunes 15.12.2016

A Europa irá crescer mais de 3%...qual Europa?! Deve ser uma cratera de Marte com o mesmo nome....

TBrites 15.12.2016

Cumprimentos dos DONOS do sistema monetário! Neste período passaram a controlar mais uns USD 50 triliões! Se eles controlam mais, alguém terá de controlar menos.

Escravos tugas não aprendem...

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub