Finanças Públicas A dívida está descontrolada?

A dívida está descontrolada?

A dívida pública portuguesa atingiu pela primeira vez o limiar dos 250 mil milhões de euros. O jornalista Nuno Aguiar sublinha que talvez estejamos a dar atenção ao número errado.
A carregar o vídeo ...
Negócios 03 de outubro de 2017 às 14:39



A sua opinião19
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas

"We will gradually enter a time where having a lifetime employment based on tasks that are not justified will be less and less sustainable - we're actually already there." - Emmanuel Macron www.msn.com/en-gb/video/other/french-civil-servants-no-more-jobs-for-life/vi-AAeGlDD

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Uma dívida que é mais de 5 vezes a receita fiscal anual do Estado ( 48.000 milhões €) e que consome todos oa anos em juros 17% ( 8.000 milhões €) dessa receita anual, não é uma dívida é um cancro. Controlada ou descontrolada é de somenos importância.

Anónimo Há 2 semanas

Só com os milhões gastos para pagar os buracos do Laranjal no BPN BPP BES BANIF FINIBANCO 15 mil milhões não chega... Mas claro a culpa é dos otários da classe média que pagam impostos e vivem acima das suas possibilidades... Façam as contas a esta roubalheira sejam sérios...

pertinaz Há 2 semanas

CLARO, ESTAMOS CERTAMENTE A OLHAR PARA O NÚMERO ERRADO...

COMO DE COSTUME HÁ SEMPRE UMA RAPAZIADA QUE FAZ O PINO PARA JUSTIFICAR O INJUSTIFICÁVEL...!!!

Anónimo Há 2 semanas

Marcelo já foi certamente endoutrinado na cartilha anti-liberal do fundamentalismo islâmico. Em comparação com Marcelo e o seu governo das esquerdas unidas, Obama foi mesmo um fanático ultra neoliberal. Os fanáticos terroristas radicais, selvaticamente anti-liberais e inerentemente anti-mercado concorrencial, estão a conquistar território no al-Gharb al-Andalus. Da próxima chamem mas é a ONU que com a troika já não vai lá. O caso é cada vez mais sério. "Job shifts under Obama: Fewer government workers, more caregivers, servers and temps" www.pewresearch.org/fact-tank/2015/01/14/job-shifts-under-obama-fewer-government-workers-more-caregivers-servers-and-temps/

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub