Política A três dias das eleições, Merkel recua nas sondagens mas mantém liderança destacada

A três dias das eleições, Merkel recua nas sondagens mas mantém liderança destacada

Uma sondagem da GMS mostra que o partido da chanceler alemã reúne 37% das intenções de voto, menos 1% do que na anterior.
A três dias das eleições, Merkel recua nas sondagens mas mantém liderança destacada
Reuters
Negócios 21 de setembro de 2017 às 10:14

A apenas três dias das eleições legislativas na Alemanha, uma nova sondagem aponta para um recuo nas intenções de voto no partido de Angela Merkel, e uma subida do apoio ao xenófobo e anti-Islão Alternativa para a Alemanha (AfD).

 

Ainda assim, os democratas cristãos (CDU) liderados pela chanceler alemã continuam encaminhados para vencer as eleições deste domingo, reunindo 37% das intenções de voto, segundo a sondagem da GMS revelada esta quinta-feira, 21 de Setembro. Este valor representa uma descida de 1% face à anterior sondagem.

 

O principal adversário - os social-democratas (SPD) de Martin Schulz – continua afastado do primeiro lugar, mantendo 22% das intenções de voto.

 

O AfD, prestes a entrar na câmara baixa do Bundestag (Parlamento alemão) pela primeira vez, subiu para 10%, enquanto os liberais do FDP e os esquerdistas do Die Linke reúnem 9%, cada. Os Verdes contam com 8% das intenções de voto, de acordo com a sondagem.

 

Os dados revelados apontam ainda para uma abstenção de 34%, mais elevada do que os 29% de eleitores que não votaram nas últimas eleições, há quatro anos. 

As possibilidades de coligações pós-eleitorais Alemanha:

 

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub