Conjuntura Actividade económica continua a acelerar. Consumo privado trava

Actividade económica continua a acelerar. Consumo privado trava

Os indicadores coincidentes do Banco de Portugal revelam que a economia continua a dar sinais de vitalidade, com o ritmo de crescimento a acelerar para níveis idênticos aos observados em 2000. Já o consumo privado voltou a registar um abrandamento.
Actividade económica continua a acelerar. Consumo privado trava
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 20 de outubro de 2017 às 12:39
O indicador de actividade económica do Banco de Portugal registou um crescimento de 3,9%, em Setembro, face ao mesmo período do ano passado. Este é o ritmo de expansão mais célere desde Janeiro de 2000.

A actividade económica continua assim a acelerar, num movimento iniciado em Setembro do ano passado. E corrobora os indicadores sobre a evolução do produto interno bruto (PIB), que têm revelado que a economia nacional está a crescer. Os últimos dados conhecidos revelam que no segundo trimestre do ano a economia cresceu 3%. O Governo prevê que no acumulado do ano o PIB cresça 2,6%.

Já no que se refere ao consumo privado, os indicadores do Banco de Portugal revelam um abrandamento, tendo este aumentado 2,6% face ao ano passado, o que corresponde a uma travagem, já que em Agosto o indicador do consumo tinha aumentado 2,8%. O ritmo de crescimento deste indicador é o menor desde Março de 2017.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub