Ambiente Adesão à campanha para poupar água já reduziu consumos em alguns sectores

Adesão à campanha para poupar água já reduziu consumos em alguns sectores

O ministro do Ambiente disse hoje, no Cartaxo, que a campanha para poupança de água está a ter já resultados práticos e apontou os exemplos de empresas de transportes que "estão neste momento a gastar muito menos água".
Adesão à campanha para poupar água já reduziu consumos em alguns sectores
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 25 de novembro de 2017 às 16:17
João Matos Fernandes visitou hoje a empreitada de remodelação e reabilitação da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Vale da Pedra, por onde passa parte da água que abastece a Área Metropolitana de Lisboa. A primeira fase foi concluída em Junho e a inauguração está prevista para Março de 2018.

Com um investimento de cerca de 13 milhões de euros, a intervenção, iniciada em Março de 2016, incide na introdução de novas etapas de tratamento para "assegurar a disponibilidade, em quantidade e qualidade, de água para consumo humano" e para a optimização energética, refere uma nota da EPAL – Empresa Portuguesa das Águas Livres, S.A..

Questionado sobre os resultados da campanha nacional para poupança de água, o ministro afirmou que se conhecem já algumas situações "muito concretas" de redução de consumos, dando o exemplo das empresas de transportes, nomeadamente do Metro do Porto e da rodoviária STCP, que passaram a fazer a lavagem de composições ‘dia sim, dia não’, reduzindo o consumo para metade.

"Sabemos bem que não se invertem hábitos de uma noite para uma manhã", disse o ministro, apontando ainda o caso de municípios, como Lisboa ou Cartaxo, que, mesmo sem "nenhum problema iminente de falta de água", perceberam o "empenho nacional" e se juntaram ao esforço de redução de consumos.

João Pedro Matos Fernandes, acompanhado pelo secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, assinalou, com esta visita, os dois anos de Governo socialista, escolhendo o sector do abastecimento de água e uma estrutura da EPAL (do grupo Águas de Portugal) por ser "uma área em que há um trabalho muito bem feito".

A ETA de Vale da Pedra, que funciona em articulação com a que empresa possui em Asseiceira (Tomar), ficará dotada de um "sistema robusto do ponto de vista técnico", que dá garantias de quantidade e qualidade de serviço futuro no abastecimento a um universo de três milhões de consumidores, salientou.

O governante insistiu na "mensagem" de que, "independentemente do local do país, é preciso poupar água".

"Temos dito muito que há um conjunto de entidades gestoras de pequena dimensão que têm mesmo que se agregar para terem uma maior capacidade de resposta no dia-a-dia, para reduzir a água não facturada, as fugas de água, mas também, nestas alturas de maior aperto, a capacidade técnica para poder agir", frisou.

Sobre o aviso, no âmbito do POSEUR (Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), da disponibilização de cerca de 50 milhões de euros para a renovação das redes de abastecimento, para investimentos que globalmente atingirão os 100 milhões de euros, Matos Fernandes afirmou que o objetivo é apostar em tecnologias de gestão que permitam gerir a pressão de água na rede (reduzindo-a quando não é necessária), detectar e intervir rapidamente em caso de fugas, e substituir condutas antigas.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Tereza Há 2 semanas

Este Ministro é uma anedota lança dinheiro fora e nada mais, lança água na areia de fagilde em vez de a tirar para aumentar a reserva de água em dobro.

Saber mais e Alertas
pub