Justiça Advogado de Vara pede mais tempo para conhecer processo

Advogado de Vara pede mais tempo para conhecer processo

Tiago Rodrigo Bastos, advogado de Armando Vara, defende que a dimensão do processo Operação Marquês exige que seja dado mais tempo à defesa para conhecer o processo.
Advogado de Vara pede mais tempo para conhecer processo
Pedro Aperta
Sara Antunes 11 de outubro de 2017 às 15:27

O advogado de Armando Vara defende que, tendo em consideração a dimensão do processo da Operação Marquês, deve ser dada à defesa condições semelhantes às que foram dadas à acusação que "demorou, pelo menos quatro anos" a constituir o processo.

 

"Qualquer pessoa razoável aceitará que estes prazos são absolutamente inaceitáveis", sendo que "não temos nenhum paralelo com um processo desta dimensão", pelo que não é possível antecipar o tempo que será necessário para conhecer o processo, afirmou Tiago Rodrigo Bastos, advogado de Armando Vara, em declarações aos jornalistas, que foram transmitidas pelas estações de televisão.

 

O responsável defendeu que haja igualdade nos "direitos que foram assegurados à acusação", que "teve o tempo que quis" para elaborar o processo, atirou. "Agora é preciso saber quais vão ser os direitos que vão ser dados à acusação", acrescentou.

Estas declarações surgem no dia em que o Ministério Público anunciou que deduziu acusação contra 28 arguidos no âmbito da Operação Marquês. Armando Vara está acusado de cinco crimes, entre eles, corrupção passiva de titular de cargo público, branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Coleccionador 11.10.2017

Já não chegava o da "sucata" já levas com outro e se calhar não fica por aqui...

pub