LEX Ainda não temos direito a desligar do trabalho?
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
LEX

Ainda não temos direito a desligar do trabalho?

A lei portuguesa não regula o "direito à desconexão", mas limita os períodos de descanso. Que quando podem ser afastados implicam, em regra, o pagamento de uma compensação ao trabalhador.
Ainda não temos direito a desligar do trabalho?
Bruno Simão/Negócios
Catarina Almeida Pereira 12 de janeiro de 2017 às 10:53

O debate foi lançado em França e estendeu-se a Portugal com a mesma rapidez com que pode surgir no telemóvel uma mensagem de trabalho à hora de jantar. A discussão sobre o "direito a desligar" ou "o direito à

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 12.01.2017

Concordo plenamente.
Dos vários locais por bom de já passei, os patrões só se lembram de nos pedir coisas, quando a nossa hora contratada e paga, já está próxima, sendo quase sempre .... horas a mais sem estas serem remuneradas. Deveria haver registo de pontos ligados directamente com a ACT.

Anónimo 12.01.2017

Acho que a lei deve ser debatida.
Há muitos (bons) patrões que passam o dia fora da empresa (a terminar a sua vida!) e quando está próximo o fim do horário de trabalho ou à hora do jantar é que se lembram de falar do serviço!

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub