Economia Airbus multada em 104 milhões em litígio com Taiwan por venda de mísseis

Airbus multada em 104 milhões em litígio com Taiwan por venda de mísseis

O consórcio aeronáutico Airbus anunciou, este sábado, que foi multado em 104 milhões de euros num contencioso com Taiwan relativo à venda de mísseis por uma filial do grupo, na década de 1990.
Airbus multada em 104 milhões em litígio com Taiwan por venda de mísseis
Negócios com Lusa 13 de janeiro de 2018 às 20:11

A Airbus anunciou que foi multada em 104 milhões de euros num contencioso com Taiwan relativo à venda de mísseis por uma filial do grupo, a Matra Défense, nos anos 90.

 

"A Airbus confirma a notificação com data de 12 de Janeiro de 2018 sobre a ruptura de um acordo de compra assinado em 1992 para o fornecimento de mísseis", referiu em comunicado a empresa com sede em Toulouse, França.

 

A disputa afeta a filial Matra Défense S.A.S., que faz parte do grupo Airbus desde 1998, e que "vai analisar o texto antes de avaliar os próximos passos a dar".

 

O grupo europeu informou também que iniciou conversações com o Ministério Público de Munique sobre um inquérito aberto na Alemanha e relativo à venda de aviões de combate Eurofighter à Áustria.

 

Esta informação foi divulgada dois dias antes da publicação de resultados comerciais anuais da Airbus para 2017, na segunda-feira.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
Saber mais e Alertas
pub