Economia Albinen: A aldeia suíça que quer pagar 21.500 euros a quem for para lá viver

Albinen: A aldeia suíça que quer pagar 21.500 euros a quem for para lá viver

Há uma aldeia na suíça que se propõe a pagar 21.500 euros a cada pessoa que decidir ir para lá viver. Mas há requisitos a preencher: ter menos de 45 anos e ficar pelo menos uma década.
Albinen: A aldeia suíça que quer pagar 21.500 euros a quem for para lá viver
Negócios 26 de novembro de 2017 às 13:20

A pequena localidade montanhosa de Albinen, na Suíça, conta com apenas 240 residentes. E, para tentar aumentar a sua população, está a pensar em pagar um incentivo a quem decida por lá ficar.


A iniciativa de incentivo a novos habitantes, assinada por 94 pessoas, foi apresentada por um grupo de jovens em Agosto passado e visa pagar até 25.000 francos suíços (21.510 euros, à cotação deste domingo) a cada novo residente, salienta o El País.


O Conselho Municipal aceitou a iniciativa, que será votada no próximo dia 30 de Novembro. Além dos 21.510 euros por adulto, a proposta contempla a atribuição de mais 10.000 francos (8.600 euros) por cada criança.

Mas há requisitos a cumprir, como ter menos de 45 anos de idade, comprometer-se a viver em Albinen durante pelo menos 10 anos e adquirir ou reabilitar uma casa avaliada em pelo menos 200.000 francos (172.000 euros).

Albinen é uma comuna do cantão suíço de Vallais, situada a no Vale do Ródano, a 1.300 metros acima do nível do mar. E empregos na zona não faltam. O presidente da comuna, Beat Jost, sublinhou à agência de notícias suíça ATS que há postos de trabalho em cidades que ficam a menos de meia hora de carro.


Há muitas localidades de montanha que estão a avançar com medidas similares, explicou à ATS o director da Associação Suíça de Regiões de Montanha, Thomas Egger. Em Inden, por exemplo, os residentes recebem descontos em compras, e en Safien o transporte público é gratuito para os jovens, acrescenta o El País.


Segundo o website SwissInfo, citado pela Exame, a pequena localidade de Bourg-Saint-Pierre, igualmente localizada no cantão de Valais, está também a ponderar atribuir incentivos a novos residentes. Neste caso, a proposta passa por financiar até 10% do valor da renovação ou construção de um imóvel e não há limites de idade. Mas os candidatos têm de se comprometer a viver no vilarejo durante pelo menos 20 anos.




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Estou interessado o que devo fazer para saber mais informações.

carlos Há 2 semanas

esta aldeia fica no fim do mundo ...... é so calhaus ! Nem em Portugal existe uma aldeia tao isolada do mundo mas ......... 20 mil euros garantidos!

Leonardo Há 2 semanas

Quero saber o que eu preciso para me inscrever, e o que eu preciso fazer ?

Jamile rosa Há 2 semanas

Eu tenho interesse..
Como faço pra me candidatar?

ver mais comentários