Política Álvaro Beleza: Seguro saiu da reunião do PS como "o grande líder"

Álvaro Beleza: Seguro saiu da reunião do PS como "o grande líder"

O membro do secretariado do PS Álvaro Beleza considerou hoje que António José Seguro se afirmou como "o grande líder de todos os socialistas" na reunião de terça-feira da Comissão Política do partido.
Álvaro Beleza: Seguro saiu da reunião do PS como "o grande líder"
Lusa 30 de janeiro de 2013 às 15:22

Beleza defendeu que os responsáveis socialistas colocaram os interesses do país à frente de "interesses pessoais e agendas próprias", rejeitando que o actual presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), António Costa, se torne um "fantasma" a pairar sobre a liderança de Seguro.


"Acho que foi uma Comissão Política histórica no PS, da qual o partido saiu mais forte, mais unido. O secretário-geral afirmou-se como o grande líder de todos os socialistas. O António Costa confirmou a sua candidatura a Lisboa, o que deu a todos uma grande alegria, e foi selada com um abraço que significa a união do partido nos combates que temos pela frente, que são difíceis", disse à Lusa.

 

O dirigente socialista elogiou ainda António Costa, augurando-lhe um "grande futuro", e frisou que o "PS precisa de todos", com "frontalidade, confiança e união".

"Não acredito em fantasmas. O António Costa está bem presente e continuará a ser um grande presidente da CML. É um dos melhores da minha geração do PS e tem um grande futuro também ao serviço de Portugal e dos portugueses", disse, adiantando que Seguro terá oportunidade, em breve, de anunciar a decisão sobre a data do congresso electivo.

 

No final da reunião da comissão política, que decorreu esta madrugada e se prolongou por seis horas, o secretário-geral do PS afirmou que irá propor à Comissão Nacional a marcação do congresso para um período "o mais breve possível" e expressou a sua satisfação por António Costa se recandidatar à Câmara de Lisboa.

 

António Costa, que chegou a ameaçar a candidatar-se à liderança do PS na reunião da Comissão Política, caso o atual secretário-geral, António José Seguro, não conseguisse unir o partido, afirmou no final que irá trabalhar para a unidade e evitar a confrontação.

 

"O secretário-geral do PS [António José Seguro] foi receptivo à proposta que apresentei e acho que vamos poder trabalhar nos próximos dias para poder tentar construir uma alternativa forte, que fortaleça o PS nas candidaturas autárquicas e que permita unir o partido, evitando uma confrontação que, neste momento, a todos os títulos era indesejável", declarou Costa. 




A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 30.01.2013

Grande líder... Realmente entre este PS/Esquerda mofa e a Coreia do Norte, as diferenças não são muitas!

comentários mais recentes
Anónimo 03.02.2013

Não dê graxa ao cágado sr. Beleza. Olhe que o camarada Costa come-lhe as papas na cabeça! Espere pelo próximo dia 10 deste mês. É aí que vamos ver o grande líder! O seu ídolo José Seguro não passa de um bem vestido e um vaidoso, por que à inteligência não deve nada. É um segundo Sócrates, mas menos desonesto, e dizem que tirou o curso num dia não feriado nem domingo.

Maria A. Guimarães 31.01.2013

«Sou a pessoa indicada para liderar o PS e a oposição», garante Seguro. Se o palavreado derrubasse o governo e resolvesse os problemas do país, tirando o povo do desemprego, da miséria e da fome, já estaríamos na maior. Mas enquanto os partidos à esquerda lutavam para por termo à desastrosa política governamental, Seguro, o palrador, fugia da luta como o Diabo foge da Cruz.

Lorpa 30.01.2013

ò Beleza; vai beijar os tomates ao teu grande líder; vai! Depois de teres levado uma bofetada do zurro, tu não largas a bóia.Cheira-te a poder e estás disposto a rastejar.

Anónimo 30.01.2013

Quase tão grande como o "grande líder" da Coreia do Norte. Estão a tentar colar o partido perante a opinião pública, mas a cola é demasiado fraca e vai estalar de novo. Vamos ver onde vai estalar, se no mesmo sítio, se noutro.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub