Finanças Públicas Álvaro Novo será secretário de Estado do Tesouro

Álvaro Novo será secretário de Estado do Tesouro

O Ministério das Finanças vai ser reforçado com um novo secretário de Estado, Álvaro Costa Novo, que ficará com a pasta do Tesouro, segundo uma nota colocada hoje no "site" da Presidência da República.
Álvaro Novo será secretário de Estado do Tesouro
Bruno Simão/Negócios
Lusa 04 de fevereiro de 2017 às 09:28

Álvaro Novo, que até agora desempenhava as funções de economista-chefe no gabinete do ministro das Finanças, Mário Centeno, vai tomar posse na próxima segunda-feira, no Palácio de Belém, como secretário de Estado do Tesouro, tal como Ricardo Mourinho Félix, que passará a desempenhar o cargo de secretário de Estado Adjunto e das Finanças.

"Na sequência das propostas nesse sentido do Primeiro-ministro, o Presidente da República exonerou o Mestre Ricardo Emanuel Martins Mourinho Félix das funções de Secretário de Estado Adjunto, do Tesouro e das Finanças, mais tendo nomeado o mesmo para as funções de Secretário de Estado Adjunto e das Finanças e também nomeado o Doutor Álvaro António da Costa Novo para as funções de Secretário de Estado do Tesouro," lê-se no comunicado colocado no site da Presidência.


A nota acrescenta que a posse dos dois Secretários de Estado acontece na próxima segunda-feira, 6 de Fevereiro, às 15h30, no Palácio de Belém.


(Notícia em actualização)




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Investidor 04.02.2017

Continuamos a usar os "titulos" de Mestre e Doutor. Somos mesmo provincianos. Não aprendemos nada.

conselheiro de estado 04.02.2017

Ano novo,vida nova,assim se diz,entao vamos la:porque hei-de fechar a capoeira se la nao tenho nada para alem da merda que as galinhas la deixaram.Foi pena o P.Portas envolver-se no caso dos submarinos porque ele era a pessoa ideal para ser o Trump portugues,portugal tem seriamente de pensar nisso.

pub