Política António Costa diz que PS é o único partido com verdadeira representação nacional

António Costa diz que PS é o único partido com verdadeira representação nacional

O líder socialista, António Costa, afirmou, em Coimbra, que o PS é hoje "o único partido político em Portugal que tem uma representação verdadeiramente nacional", destacando o resultado "histórico" nas autárquicas.
António Costa diz que PS é o único partido com verdadeira representação nacional
Ricardo Castelo
Lusa 14 de outubro de 2017 às 17:40

"O PS, hoje, é o único partido político em Portugal que tem uma representação verdadeiramente nacional. Não há nenhuma região autónoma onde o PS não tenha presidências de Câmara. Não há nenhum distrito no continente onde o PS não tenha presidências de Câmara. O PS é o único partido que o pode dizer, quer nas regiões autónomas, quer nos distritos do continente", realçou o secretário-geral socialista, que discursava durante a reunião da Comissão Nacional do partido, em Coimbra, numa intervenção aberta à imprensa.

 

O líder socialista salientou o aumento de presidências de Câmara lideradas pelo PS face a 2013, onde o partido já tinha tido "um resultado histórico", destacando também o aumento do número de presidências de juntas de freguesia.

 

O PS, vincou, saiu das autárquicas a liderar a maior câmara do país, Lisboa, mas também o mais pequeno município do continente, Barrancos, apresentando uma "grande representação no litoral, mas uma grande representação no interior" e "um grande peso nas cidades e um grande peso no mundo rural".

 

"O PS não é um partido urbano, não é um partido rural, não é um partido do litoral, nem do interior, nem do continente, nem das regiões autónomas. O PS é o grande partido nacional em Portugal", sublinhou o secretário-geral do PS.

 

Durante o discurso, António Costa enalteceu também a proposta do Orçamento do Estado para 2018, considerando que este documento "aposta na estabilidade das boas políticas que têm dado bons resultados".

 

"Quando se está no caminho certo, só há uma opção: dar continuidade ao caminho que temos vindo a seguir", frisou o líder socialista.

 

 




pub