Mundo António Guterres toma hoje posse como secretário-geral das Nações Unidas

António Guterres toma hoje posse como secretário-geral das Nações Unidas

António Guterres vai tomar hoje posse como secretário-geral da ONU, numa cerimónia em que Portugal estará representado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo primeiro-ministro, António Costa.
António Guterres toma hoje posse como secretário-geral das Nações Unidas
Miguel Baltazar / Negócios
Lusa 12 de dezembro de 2016 às 07:39

A cerimónia acontece às 10:00 (15:00 de Lisboa) na sede da ONU, na sala da Assembleia Geral, perante representantes dos 193 Estados-membros, e é antecedida por uma homenagem ao secretário-geral cessante, Ban Ki-moon, que fará o seu último discurso como secretário-geral perante o plenário. 

 

No discurso inaugural e depois de fazer o juramento sobre a Carta das Nações Unidas, o novo secretário-geral da ONU deverá traçar as linhas mestras do seu "programa de governo", desde a resposta às crises globais até ao muito aguardado e muito adiado processo de reforma da pesada maquinaria institucional da organização de 71 anos.

 

Desde que foi aclamado pela Assembleia-geral da ONU em Outubro, António Guterres já tratou de visitar as capitais e de se reunir com os líderes dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança.

 

Um dos primeiros actos de António Guterres depois de tomar posse deverá ser o anúncio da nomeação do vice-secretário-geral e do seu chefe de gabinete, com analistas a anteciparem que os dois lugares-chave serão ocupados por mulheres. Guterres já afirmou que as questões de igualdade de género no interior da ONU vão merecer atenção particular no seu mandato. 

 

A ministra do Ambiente da Nigéria, Amina Mohammed, é tida como a principal candidata ao cargo de vice-secretário-geral.

 

António Guterres, 67 anos, vai iniciar o seu mandato de cinco anos a 1 de Janeiro de 2017, três semanas antes da tomada de posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos da América, em Washington.

(Notícia corrigida às 13:06, com indicação da hora em Portugal Continental)




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
john doe 12.12.2016

o reflexo da irrelevancia da ONU...

Saber mais e Alertas
pub