Cultura António Mexia: Lisboa ganha um novo museu e miradouro sobre a cidade

António Mexia: Lisboa ganha um novo museu e miradouro sobre a cidade

O presidente da EDP, António Mexia, sublinhou esta segunda-feira que Lisboa ganha um novo espaço museológico e um miradouro com a criação do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), que inaugura na quarta-feira, na zona de Belém.
Lusa 03 de Outubro de 2016 às 14:56

O novo edifício, desenhado pela arquitecta britânica Amanda Levete, abre ao público parte do espaço no dia 5 de Outubro, e a totalidade em Março de 2017, representando um investimento de cerca de 20 milhões de euros, disse esta segunda-feira, 3 de Outubro, aos jornalistas o presidente do conselho de administração da EDP.

 

"É um espaço único em Lisboa que visa o diálogo entre as pessoas, a cidade e o rio", salientou António Mexia numa conferência de imprensa com dezenas de jornalistas no interior do novo edifício, após uma visita aos espaços que vão disponibilizar as primeiras exposições do MAAT.

 

Sobre a escolha do projecto de Amanda Levete, António Mexia justificou que era desejo da EDP criar um edifício na cidade com uma arquitectura orgânica: "Em Portugal a arquitectura tem sobretudo linhas rectas, e queríamos um outro conceito, também mais comunicativo e de usufruto público".

 

Nesta fase inicial, a entrada no museu - que envolve um espaço total de 38 mil metros quadrados - vai custar cinco euros e passará a nove euros em Março de 2017, com entrada livre até aos 18 anos e a possibilidade de aquisição de um cartão de membro do MAAT com um preço anual de 20 euros.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Manuel Freitas 04.10.2016

Pago por todos os Tugas.

Anónimo 03.10.2016


PS DEIXA MORRER UTENTES DO SNS... PARA DAR MAIS DINHEIRO À FP:

- PS aumenta despesa com salários da FP em 500 milhões de Euros;

- PS reduz horário da FP para 35 horas;

- PS corta orçamento dos Hospitais Públicos.

Resposta de jonyka Anónimo 03.10.2016

Não morras. Se te doi o K U enfia uma estaka em vez de um supositório.

pub
pub
pub
pub