Política Monetária Apostas na subida de juros nos EUA em Dezembro disparam para 80%

Apostas na subida de juros nos EUA em Dezembro disparam para 80%

A probabilidade de subida de juros nos EUA já em Dezembro continua a aumentar, numa altura em que se aguarda pela divulgação de dados económicos que poderão sustentar esta visão.
Apostas na subida de juros nos EUA em Dezembro disparam para 80%
Bloomberg
Negócios 04 de Novembro de 2016 às 11:07

A probabilidade de uma subida de juros por parte da Fed em Dezembro aumentou para 78%, o que corresponde ao nível mais elevado desde Março, de acordo com os contratos futuros de obrigações, segundo a Bloomberg. Na semana passada, a probabilidade estava nos 69%.

 

Este aumento de probabilidades surge no dia em que será divulgado um relatório sobre o mercado de trabalho. O relatório que será publicado esta sexta-feira, 4 de Novembro, deverá revelar um aumento de 173 mil pessoas empregadas em Outubro, segundo os economistas consultados pela Bloomberg.

 

O relatório sobre o mercado de trabalho "vai autorizar o aumento de juros em Dezembro", afirmou Hiroki Shimazu, enconomista na MCP Asset Management. 

Vários responsáveis da autoridade monetária liderada por Yellen Janet (na foto) têm dito que está a chegar a altura de subir os juros nos EUA, com os indicadores económicos a revelarem robustez. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas


SALÁRIO MÉDIO DOS PROFESSORES PORTUGUESES É O 3.º MAIS ALTO DA EUROPA, EM 2015 (antes da reposição).

"No caso dos docentes com salários mais altos, em que o rendimento dos docentes é superior ao PIB per capita, Portugal aparece em destaque como o terceiro com salários mais elevados da Europa.

Relatório Eurydice.

pub