Impostos Arbitragem tributária bate novo recorde em 2017
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Arbitragem tributária bate novo recorde em 2017

Desde que foi criada, a arbitragem tributária já recebeu cerca de 3.600 processos envolvendo 840 milhões de euros em disputa com o Fisco. Só em 2017 deram entrada processos no valor de 230 milhões de euros, um novo recorde. Em 60% dos casos, o contribuinte leva a melhor.
Arbitragem tributária bate novo recorde em 2017
Miguel Baltazar
Elisabete Miranda 08 de janeiro de 2018 às 23:20

No espaço de sete anos, chegaram à arbitragem praticamente 3.600 contenciosos fiscais, no valor global de 840 milhões de euros. A esmagadora maioria dos contribuintes que recorre são empresas e, em mais de metade dos casos,)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 09.01.2018

Então porque não fechar a Justiça que só dá despesa?

comentários mais recentes
Anónimo 18.01.2018

Os funcionários do fisco que fazem as correcções ilegais ganham pontos. Esses pontos não são retirados caso depois o estado perca o processo no tribunal. Sendo funcionários diferentes. Aquele que inventou um processo e o que tem que defender a borrada em tribunal.

mms 09.01.2018

60% dos contribuintes ganharam os processo porque os funcionários são motivados a "inventar" processo de dívida, tal como me aconteceu a mim. O estado está a comportar-se como uma pessoa de má fé, se o contribuinte não souber defender-se paga o que não lhe era devido. Lamentável!

Anónimo 09.01.2018

Como e possível?? Será que quem paga e que e o maluco?? Hoje em dia mais parece... Então devem e depois acabam por não pagar e estão preparados para outra como se tivessem acabado e nascer??? BANDALHOS

Anónimo 09.01.2018

Se se deixassem de premiar a instauração de processos com bónus aos funcionários do fisco, tudo ficaria mais racional. Atualmente a lógica é instaurar muitos processos para aumentar a remuneração. Enfim...um verdadeiro terrorismo por parte da Autoridade tributária e seus acólitos.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub