Cultura Ariana Grande promete dar concerto de beneficência em Manchester

Ariana Grande promete dar concerto de beneficência em Manchester

A cantora pop norte-americana Ariana Grande anunciou hoje na sua conta da rede social Twitter que irá a Manchester dar um concerto de beneficência em homenagem às vítimas do atentado de segunda-feira, mas sem indicar uma data.
Ariana Grande promete dar concerto de beneficência em Manchester
Reuters
Lusa 26 de maio de 2017 às 20:39

Um jovem bombista suicida fez-se explodir na segunda-feira à noite no final de um concerto da artista em Manchester, fazendo 22 mortos e 75 feridos. Hoje, Ariana Grande publicou uma longa mensagem de solidariedade para com as vítimas e seus familiares, dizendo-se "consternada com a dor e o medo que devem estar a sentir e com o trauma que estão a viver".

 

Os agentes da jovem cantora, de 23 anos, com 46 milhões de seguidores no Twitter, tinham anunciado na quarta-feira a interrupção da sua digressão até ao início de Junho.

 

"Não quero continuar o ano sem poder ver os meus fãs, tomá-los nos braços e apoiá-los como continuam a fazer comigo", escreveu hoje a estrela. "Regressarei à incrivelmente corajosa cidade de Manchester para passar algum tempo com os meus fãs e realizar um concerto de beneficência, para recolher fundos para as vítimas e suas famílias", acrescentou.

 

Muito abalada pelo atentado, de acordo com as suas palavras e com fotos publicadas em vários meios de comunicação, Ariana Grande regressou na terça-feira a Boca Raton, na Florida, onde reside.

 

Algumas vozes se levantaram para lamentar que a cantora tivesse abandonado Manchester tão rapidamente, nomeadamente o editorialista britânico Piers Morgan. "Se a rainha pode visitar as vítimas no hospital, então a estrela que elas pagaram para ver pode fazer o mesmo", escreveu Morgan no Twitter, desencadeando muitas críticas. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Conselheiro de Trump 26.05.2017

CREDO:que diferenca enorme entre esta e mourinho.A voz SENSABILIZADORA contra a voz MATREIRA.

Saber mais e Alertas
pub