Mundo Ataque a mesquita no Sinai, no Egipto, fez pelo menos 270 mortos

Ataque a mesquita no Sinai, no Egipto, fez pelo menos 270 mortos

Pelo menos 270 pessoas morreram e 90 ficaram feridas num ataque contra uma mesquita na cidade de Al Arish, no norte da península do Sinai, nordeste do Egipto, segundo a Reuters, que cita a televisão estatal.
Ataque a mesquita no Sinai, no Egipto, fez pelo menos 270 mortos
Negócios com Lusa 24 de novembro de 2017 às 13:00
Os atacantes colocaram explosivos artesanais em volta da mesquita e fizeram-nos detonar quando os fiéis saíam da oração de sexta-feira, o dia sagrado dos muçulmanos, segundo fonte dos serviços de segurança.

Os atacantes também dispararam sobre os fiéis que fugiam.

Nenhum grupo reivindicou ainda a autoria do ataque, que é considerado pela Reuters como o mais mortífero na região onde, há três anos, as forças militares egípcias combatem a organização terrorista Daesh.

"Estavam a atirar sobre as pessoas enquanto elas deixavam a mesquita," disse um popular à Reuters. "Também estavam a alvejar as ambulâncias. 

(Notícia actualizada às 18:29 com mais informação)



Saber mais e Alertas
pub