Política Aumenta a pressão para que Hugo Soares se demita

Aumenta a pressão para que Hugo Soares se demita

Conhecido o novo líder do PSD, as atenções viraram-se este domingo para o líder parlamentar, Hugo Soares.
Aumenta a pressão para que Hugo Soares se demita
Miguel Baltazar
Negócios 14 de janeiro de 2018 às 21:07
Luís Marques Mendes, ex-presidente do PSD e comentador, aconselhou Hugo Soares (na foto ao centro) a "colocar de imediato o seu lugar à disposição. É o que se exige nestas circunstâncias", declarou esta noite, na SIC. 

Antes disso, o antigo secretário de Estado José Eduardo Martins apontou já um nome para substituir Soares: António Leitão Amaro (na foto à direita), deputado que se destacou nos temas económicos e que foi secretário de Estado da Administração Local de Pedro Passos Coelho.

Em declarações à TSF, o também ex-deputado José Eduardo Martins argumentou que António Leitão Amaro é um dos "mais destacados deputados, cuja intervenção ao longo desta legislatura foi absolutamente marcante, muito importante para o PSD e um daqueles que reconciliou [o partido] com as novas gerações".

Contactado pela Lusa, Leitão Amaro - um dos dois 'vices' da bancada que apoiou Rui Rio, a par de Adão Silva - escusou-se a fazer qualquer comentário, uma vez que se encontra desde sábado na zona de Tondela afetada pelo incêndio que causou oito mortos e apontou como prioridade neste momento o "apoio à população".

O líder parlamentar do PSD deverá falar nas próximas duas semanas com o presidente eleito do partido, Rui Rio, tal como disse que faria, mas dois 'vices' da bancada já colocaram o seu lugar à disposição de Hugo Soares.

Fontes da direção da bancada, referidas pela Lusa, salientaram que Hugo Soares, que apoiou Pedro Santana Lopes nas eleições diretas, sempre afirmou que conversaria com o novo presidente, independentemente de quem fosse, o que deverá acontecer nas próximas duas semanas.

O site do Expresso noticiava ontem que Hugo Soares não tinha intenção de se demitir, preferindo esperar pela iniciativa do novo presidente do partido.



A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Lol Há 5 dias

O gajo não larga o tacho

Anónimo Há 5 dias

O problema de economias como a portuguesa é terem, por um lado, empregados a mais a ocupar postos de trabalho que não se justificam, com todos os elevados custos de oportunidade que isso representa para a sustentabilidade do Estado, a competitividade da economia e o nível de equidade na sociedade. Estes agentes económicos pertencem à esfera da extracção de valor. Por outro lado, terem relativa e proporcionalmente poucos empregados a ocupar postos de trabalho justificáveis e que criem valor excepcional. Estes agentes económicos pertencem à esfera da criação de valor. Há efectivamente um desequilíbrio muito pronunciado entre criação de valor e extracção de valor na economia portuguesa. O IMD explica-nos isso muito bem. http://www.imd.org/news/is-value-extraction-viable.cfm

A geringonça foi uma dádiva de Deus.Sorte do Povo Há 5 dias

O povo é sábio não quer trapalhadas dos oportunistas vai correr com eles,não há lugar para ladrões.Ex.votante do PSD vou votar geringonça são sérios..

CL Há 5 dias

De mal a igual. Só Jotinhas arrogantes e imbecis que nunca fizeram nada na vida. Porca miséria!

ver mais comentários
pub