Emprego Aumento do salário mínimo oficializado

Aumento do salário mínimo oficializado

O aumento de 5%, para os 557 euros mensais, que foi acordado em concertação social e tinha sido promulgado esta semana por Belém, foi tornado oficial com a publicação em Diário da República. Entra em vigor no domingo.
Aumento do salário mínimo oficializado
Miguel Baltazar/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 30 de dezembro de 2016 às 07:30

O aumento de 5% no valor do salário mínimo nacional já foi oficializado, com a publicação do decreto-Lei em Diário da República.

O documento, publicado esta quinta-feira, 29 de Dezembro, actualiza para 557 euros a retribuição mínima mensal garantida (RMMG) a partir de 1 de Janeiro de 2017, uma decisão que tinha sido promulgada esta quarta-feira pelo Presidente da República.


No texto do diploma, o Governo justifica o aumento com o compromisso estabelecido no seu programa, de "aumentar o rendimento disponível das famílias para relançar economia" e garantir "aos trabalhadores uma valorização progressiva do seu trabalho."


"O montante da RMMG e a subsistência de importantes bolsas de trabalhadores em situação de pobreza justificam o desígnio nacional de realizar um esforço extraordinário e concertado para a elevação da RMMG, durante um período limitado, para patamares que promovam uma maior modernização económica e social e uma efectiva redução das desigualdades," defende o decreto.


O documento traça ainda a evolução do aumento da retribuição desde Outubro de 2014 a finais de 2015 - 505 euros -, 2016 – 530 euros - , até ao acordo tripartido entre Governo e parceiros sociais em sede de concertação social, que elevou o salário aos 557 euros, válido a partir deste domingo.


Por outro lado, o diploma procura garantir "que nenhum trabalhador da Administração Pública aufere remuneração base inferior ao valor actualizado da RMMG".




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mário Martins Venade 30.12.2016

É uma forma eficaz de aumentar os despedimentos e perpetuar o ciclo de desemprego.

Julia Correia 30.12.2016

Infelizmente ninguém explica aos portugueses que o aumento do salário mínimo é apenas uma manobra de diversão para aumentar os salários médios e altos! Assim enquanto uns recebem 557€, um ordenado de 1000€ recebe mais 50€ e um de 5000€ mais 250€. Trata-se apenas de mais uma fraude política com o apoio dos sindicatos.

Valter Silva 30.12.2016

Eu acho uma piada.... Aumentam o salário mínimo... Todos os outros ficam na mesma, o que dá mais gente com o salário mínimo !!

Rodolfo Mourato 30.12.2016

Uma vergonha! O trabalhador leva para casa 495€ ao final do mês, e o estado fica com 200 € para sustentar todas as suas gorduras...

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub