Segurança Social Aumentos do abono de família vão começar a chegar em Março

Aumentos do abono de família vão começar a chegar em Março

A portaria que actualiza os montantes do abono de família para crianças e jovens, o pré-natal, e o subsídio de funeral foi publicada esta quinta-feira, 9 de Fevereiro em Diário da República e começarão a ser pagos em Março mas com retroactivos a Janeiro. Consulte os novos valores.
Aumentos do abono de família vão começar a chegar em Março
Miguel Baltazar
Filomena Lança 09 de fevereiro de 2017 às 11:08

Os aumentos do abono de família, pré-natal e subsídio de funeral estabelecidos no Orçamento do Estado para 2017 foram publicados esta quinta-feira, 8 de Fevereiro, em Diário da República e poderão agora começar a ser processados pela Segurança Social. A portaria prevê, expressamente, que a produção de efeitos retroage a 1 de Janeiro, o que significa que serão sempre pagos retroactivos às famílias.

 

De acordo com a portaria, além de ser actualizado o valor destas prestações inicia-se agora "um processo de convergência do valor de apoio de que beneficiam as crianças entre os 12 meses e os 36 meses" com o valor que já é actualmente "atribuído, dentro de cada escalão, às crianças até 12 meses".

 

Por outro lado, é reposto o  4.º escalão de rendimentos, relativamente às crianças até aos 36 meses, tal como estava previsto no Orçamento do Estado. E há actualizações para famílias monoparentais e famílias numerosas.

Assim, por cada criança pertencente a agregados familiares com dois beneficiários do abono a majoração será de 36,60 euros para o 1.º escalão de rendimentos; 30,22 euros para o 2.º escalão de rendimentos e 27,35 euros em relação ao 3.º escalão de rendimentos.

Se o agregado familiar tiver mais de dois titulares de abono, então a majoração será de 73,20 euros em relação ao 1.º escalão de rendimentos; 60,44 euros em relação ao 2.º escalão de rendimentos e de 54,69 euros para o 3.º escalão.

 

Para famílias monoparentais há ainda uma majoração de 35%, tanto no abono de família, como no pré-natal.

 

Finalmente, é fixada a bonificação por deficiência, que será de 61,57 euros para titulares até aos 14 anos; de 89,67 euros entre os 14 e os 18  e de 120,04, para titulares dos 18 aos 24 anos. O subsídio mensal vitalício passa a ser de 177,64 euros e o subsídio por assistência de terceira pessoa de 101,68 euros.


O subsídio de funeral foi fixado em 214,93 euros.

 

Segundo o Jornal Económico, que cita fonte do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, os beneficiários vão receber já a partir de Março as respectivas prestações actualizadas em 0,5%, mas só em Abril é que receberão o aumento mais significativo, referente à reconfiguração dos escalões etários e à introdução do 4º escalão. Isso porque, refere a mesma fonte, as alterações obrigam "a um desenvolvimento mais complexo dos sistemas informáticos".

O aumento no abono de família vai abranger 130 mil crianças.

Abono de família e abono pré-natal

1.º escalão de rendimentos
Até 12 meses (inclusive) - 146,42 euros
12 a 36 meses (inclusive) – 54, 9 euros (até 30 de Junho de 2017)
12 a 36 meses (inclusive) – 73,21 euros (a partir de 1 de Julho de 2017)
Mais de 36 meses – 36,60 euros

2.º escalão de rendimentos
Até 12 meses (inclusive) - 120,86 euros
12 a 36 meses (inclusive) – 45,33 euros (até 30 de Junho de 2017)
12 a 36 meses (inclusive) – 60,43 euros (a partir de 1 de Julho de 2017)
Mais de 36 meses – 30,22 euros

3.º escalão de rendimentos
Até 12 meses (inclusive) - 95,08 euros
12 a 36 meses (inclusive) – 38,64 euros (até 30 de Junho de 2017)
12 a 36 meses (inclusive) – 49,93 euros (a partir de 1 de Julho de 2017)
Mais de 36 meses – 27,35 euros

4.º escalão de rendimentos
Até 36 meses (inclusive) até 30 de Junho de 2017 – 9,46 euros
Até 36 meses (inclusive) a partir de 1 de Julho de 2017 – 18,91 euros

Abono de família pré-natal
1.º escalão de rendimentos - 146,42 euros
2.º escalão de rendimentos - 120,86
3.º escalão de rendimentos - 95,08






A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 13.03.2017

Este aumento deviao dar cada criança 54 euros PK tambem tenho três crianças também custa

Dália Santos 02.03.2017

Bom dia,
Sabe-me dizer se os titulares que estejam neste momento no 4º escalão, têm que fazer alguma coisa para passar a receber?
Eu já estive no 2º escalão, mas passei para o 4º.
Obrigada

investidor1 09.02.2017

https://goo.gl/forms/3f25LE6Qekr0VWo22

Obrigado.

pub
pub
pub
pub