Defesa Autoridades em alerta para ataque à fábrica do dinheiro do Banco de Portugal

Autoridades em alerta para ataque à fábrica do dinheiro do Banco de Portugal

As autoridades admitiram esta quarta-feira que o material de guerra roubado dos paióis de Tancos possa ser usado para assaltar o complexo do Carregado do Banco de Portugal, escreve o Correio da Manhã.
Autoridades em alerta para ataque à fábrica do dinheiro do Banco de Portugal
Bruno Simão
Negócios 06 de julho de 2017 às 08:59

O extenso arsenal de guerra que foi roubado dos paióis de Tancos poderá ser utilizado para atacar o complexo do Banco de Portugal do Carregado (na foto), onde são produzidas e armazenadas as notas e moedas que vão entrar em circulação no país e onde estão guardadas 176 toneladas de ouro (40% das reservas do país). Essa possibilidade terá sido admitida durante a reunião desta quarta-feira do Sistema de Segurança Interna, devido à proximidade entre Tancos e Carregado (90 quilómetros), escreve hoje o Correio da Manhã.

 

Adicionalmente, as avultadas somas guardadas neste local também contribuem para os receios de polícias, militares e serviços secretos, que estiveram ontem reunidos em Lisboa.

 

De acordo com o jornal, as autoridades receiam que o material roubado – diversas granadas, explosivos, munições e até lança-rockets – possa ser utilizado quer para atacar directamente o edifício, quer para visar as carrinhas de transporte blindadas que saem da fábrica do dinheiro. A segurança do perímetro do complexo é assegurada por militares da GNR, que têm um quartel nas proximidades.

 

Lá dentro, a segurança é assegurada pelo Banco de Portugal, que instalou sistemas topo de gama, como sensores de movimento e de calor. Ao jornal, fonte oficial do regulador bancário diz que não alterou "em nada" as medidas de segurança no local.




A sua opinião12
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 06.07.2017

Para salvar o excedentarismo de carreira ou "a dignificação" da alocação vitalícia de factor produtivo trabalho sem qualquer procura e justificação no sector público o governo PS reduziu o investimento público em bens de capital necessários em áreas muito importantes com crescente procura e incontestável pertinência. Por isso, enquanto alguns portugueses têm uma panóplia de exorbitantes e inusitados direitos adquiridos, outros portugueses têm agora direito ao crematório público como o de Pedrógão, a pagar o supermercado de armas de guerra para criminosos como o de Tancos e a ambulâncias do INEM paradas à noite por esse país fora... Que mais avanços "a pensar nas pessoas" estarão para chegar a Portugal devido à constituição socialista, à anacrónica lei laboral e ao sindicalismo troglodita? Viva a Frente Comum. Viva o socialismo lusitano e o fim da austeridade.

comentários mais recentes
Ta tudo borrado 06.07.2017

Entao as armas roubadas estao ainda aqui? E o que fazem os especialistas Criminais, e os Militares? Este filme esta muito mal contado.Dizem os generais que as forcas Armada, nao têm investimentos. Sao so quase 2000 Milhoes por ano, e ainda acham pouco? Acabem com isso e vao todos mamar outro.

Pedro 06.07.2017

Mas os políticos e seus comparsas, por eles mesmos, não têm deslapidado o ouro? nem não precisaram de granadas. Logo é pouco prável, o melhor para roubar o ouro do país, é começar por colar cartazes para partidos políticos.

37 06.07.2017

Carrega Benfica!

Pais de Panhonhas. 06.07.2017

Ja estao a Alerta e continuamos a ser Roubados que Alertas sao esses sera de abrir a porta ao ladrao? Quando nao sao os banqueiros ladroes sao os mocs de recados tudo, nos rouba ate os Generais Corneis e seus capangas. Fechem o pais para ferias e puxe-se o autoclismos da pouca vergonha, ao falta d

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub