Política Balsemão: "Assustar os investidores não é o melhor caminho a seguir"

Balsemão: "Assustar os investidores não é o melhor caminho a seguir"

"Continuamos a marcar passo", defende o presidente da administração da Impresa. "Não podemos continuar a ter uma economia que apenas cumpre os mínimos", diz Francisco Pinto Balsemão.
Balsemão: "Assustar os investidores não é o melhor caminho a seguir"
Sofia A. Henriques/Negócios
Diogo Cavaleiro 20 de Outubro de 2016 às 10:18

Francisco Pinto Balsemão defende que Portugal, como está, não chega. É preciso mais, sublinha. O empresário até deixou alguns conselhos na conferência "Portugal em Exame", que se realiza esta quinta-feira, 20 de Outubro. Um deles é que os investidores não podem ser maltratados.

 

Sem assumir qualquer crítica, o "chairman" do grupo Impresa deixou um alerta: "assustar os investidores nacionais e estrangeiros não é, com certeza, o melhor caminho a seguir".

 

Pinto Balsemão defendeu, na conferência que tinha como tema "transformar Portugal", que é necessário apostar na "liberdade de escolha". Não só: "é preciso garantir um bom ambiente empresarial e sindical, e estabilidade política e financeira".

 

Para o antigo líder social-democrata, as perspectivas para o futuro apontam "para que as coisas não mudem". "Não podemos continuar a ter uma economia que apenas cumpre os mínimos".

 

O presidente da administração da empresa de media que detém a SIC e o Expresso lembrou a mesma conferência realizada em 2015. "No ano passado, estávamos lentamente a sair de uma das mais graves crises financeiras e económica que tivemos".

 

"Um ano depois, infelizmente, estamos a marcar passo no caminho que nos vai permitir recuperar o que perdemos", continuou Pinto Balsemão, acrescentando que há uma conclusão que se pode retirar desde o início do século: "Decorridos 16 anos, com toda a certeza, devemos afirmar que a receita do passado não funcionou". 




A sua opinião44
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Em vez de copiar-mos exemplos de paises semelhantes ao nosso e que têm atitudes favoraveis ao investimento (Irlanda, Holanda, Belgica, Republica Checa, Suiça, etc.) andamos sistematicamente a seguir exemplos extremistas e demagogicos. Enquanto não se perceber que quem cria riqueza sao as empresas e quem trabalha nelas e se criarem condições para atrair essas mesmas empresas como faz a Irlanda por exemplo, seremos sempre pobres e mediocres.

comentários mais recentes
SALAZAR Há 1 semana

TAMBÉM JÁ NÃO ENGANAS NINGUÉM. FOSTE CONIVENTE COM TODOS OS AMIGALHAÇOS PS, PSD E CDS QUE DESTRUÍRAM O PAÍS. NÃO PASSAS DE MAIS UM PALHAÇO CORRUPTO E TRAIDOR.

Sílvia Cardoso Santos Há 1 semana

E tu assustas o mundo , carrasco!!!!!

Tiago Almeida Há 1 semana

Olha primeiro para a tua casa e para os milhares de falsos recibos e estagiários que te enchem a conta bancária e da famiglia....

Amadeu Matos Há 1 semana

Haja alguém com bom senso no PSD.

ver mais comentários
pub