Zona Euro Banco de Espanha melhora previsões de crescimento

Banco de Espanha melhora previsões de crescimento

O banco central espanhol elevou para mais de 3% a previsão de crescimento deste ano.
Banco de Espanha melhora previsões de crescimento
Bloomberg
Negócios 13 de junho de 2017 às 09:57
O Banco de Espanha melhorou em três décimas as suas previsões de crescimento da economia espanhola. As novas estimativas apontam para que o produto interno bruto (PIB) de Espanha cresça 3,1% este ano.

Para 2018 a estimativa também foi melhorada em três décimas, mas aponta para um abrandamento do ritmo de crescimento para 2,5%. 

A instituição liderada por Luis María Linde (na foto) explica que a revisão se deve a uma perspectiva de evolução "mais favorável" no que respeita ao contexto internacional e nacional. 

O desemprego deverá descer para cerca de 13% no final de 2019, prevê o banco central.

Já a inflação deverá rondar os 2% este ano e recuar para 1,3% no ano que vem.



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Portugal tem sentido tanto os efeitos da crise que consolidam a sua posição entre os mais pobres dos ricos e os menos desenvolvidos dos desenvolvidos, por causa de não ter vindo a fazer os despedimentos que devia ter feito e por tê-los substituído por progressões, aumentos e blindagens contratuais absurdas e anacrónicas que os seus pares mais ricos e desenvolvidos souberam desmantelar há muito.

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

u mad.

Anónimo Há 1 semana

O Crescimento de Espanha está assente na Industria. Por isso é um crescimento sustentável.
O de Portugal está sustentado em consumo e divida. Por isso rebentará (Exemplo, Importaçoes a crescer de forma descontrolada)

Pinto Há 1 semana

Olha, em Espanha, com um governo de direita, sem "geringonça" e sem fim da "austeridade", o PIB também cresce. E mais que em Portugal. Se calhar não depende assim tanto do governo que está em funções, mas mais da conjuntura. E hoje, mais algum familiar do César arranjou emprego no Estado?

Anónimo Há 1 semana

Portugal tem sentido tanto os efeitos da crise que consolidam a sua posição entre os mais pobres dos ricos e os menos desenvolvidos dos desenvolvidos, por causa de não ter vindo a fazer os despedimentos que devia ter feito e por tê-los substituído por progressões, aumentos e blindagens contratuais absurdas e anacrónicas que os seus pares mais ricos e desenvolvidos souberam desmantelar há muito.

pub