Conjuntura BdP: Actividade económica cresce ao ritmo mais célere em quase um ano

BdP: Actividade económica cresce ao ritmo mais célere em quase um ano

Os indicadores coincidentes do Banco de Portugal revelam um acelerar do crescimento económico e uma estabilização do aumento do consumo privado.
BdP: Actividade económica cresce ao ritmo mais célere em quase um ano
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 17 de março de 2017 às 12:37

O indicador coincidente da actividade económica do Banco de Portugal cresceu 1,4%, em Fevereiro, o que corresponde a um acelerar do ritmo de aumento, de acordo com os dados divulgados esta sexta-feira, 17 de Março.

 

Este é mesmo o ritmo mais célere desde Março de 2016.

 

Já o consumo privado observou um aumentou 2,3%, em Fevereiro, registando esta variação pelo quarto dia consecutivo.

 

Ainda esta sexta-feira, o INE publicou a síntese de conjuntura económica, com os dados a mostrarem que a economia portuguesa fechou 2016 em aceleração e essa trajectória parece manter-se no arranque de 2017, mostram os dados do INE. Tanto a actividade económica como o clima económico deram sinais positivos em Janeiro e Fevereiro. 

Estes dados corroboram as expectativas de que a economia continue a crescer, mantendo a tendência verificada no final do ano passado. Os economistas estão mesmo mais optimistas em relação ao crescimento do PIB português. Segundo uma estimativa da Bloomberg junto de 25 economistas, as previsões apontam agora para uma subida do PIB de 1,5% este ano, um valor em linha com as estimativas do Governo de António Costa e acima da anterior previsão que apontava para um crescimento de apenas 1,2%.

 

 


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Pertineiro 17.03.2017

O Diabo continua a arder no fogo do inferno!

pub