Política BE comprometido com "acordo" com o Governo e aberto a entendimentos à esquerda nas autarquias

BE comprometido com "acordo" com o Governo e aberto a entendimentos à esquerda nas autarquias

Em contraste com o PCP, que afastou a repetição de uma solução semelhante à "geringonça" a nível local e disse não estar amarrado a um acordo com o Governo PS, Catarina Martins diz que os compromissos com os socialistas se mantêm e está aberta a entendimentos à esquerda nas autarquias.
BE comprometido com "acordo" com o Governo e aberto a entendimentos à esquerda nas autarquias
Paulo Zacarias Gomes 04 de outubro de 2017 às 11:21
No final da reunião da comissão política do Bloco de Esquerda, destinada a fazer o balanço das eleições autárquicas do último domingo, a líder do partido reafirmou o compromisso com o acordo com o Governo e disse-se disponível para entendimentos à esquerda nas autarquias.

"O Bloco de Esquerda mantém o compromisso de sempre e a determinação em fazer cumprir os compromissos que assinámos em Novembro de 2015," afirmou Catarina Martins esta quarta-feira, 4 de Outubro, em declarações em Lisboa transmitidas pela RTP 3.

A líder do BE destacou ainda que embora os resultados eleitorais deste fim-de-semana não possam ser extrapolados para o contexto nacional, são "os resultados no país de um acordo à esquerda e a perspectiva de melhoria de condições de vida populações que fazem com que direita tenha tido uma pesada derrota," nas autárquicas.

E, sobre possíveis réplicas a nível autárquico do entendimento alcançado no âmbito nacional para o Governo, Catarina Martins manifestou-se favorável: "Continuamos disponíveis, com abertura para isso. (…) O que é preciso é discutir bases programáticas que definam executivos à esquerda," afirmou.

Palavras que contrastam com a indisponibilidade manifestada ontem pelo outro parceiro do entendimento à esquerda, o PCP, que ontem afastou a repetição da "geringonça" a nível local e que disse não estar "amarrado a nenhum acordo" com o Executivo.

"Não vai haver repetição da solução política encontrada nesta fase da vida política nacional. A única garantia que daremos é a de que continuaremos a trabalhar em maioria ou minoria para resolver os problemas de cada terra, cada concelho. Por exemplo, em Lisboa, não existirá essa possibilidade de encontrar um modelo como foi encontrado ao nível nacional", afirmou Jerónimo de Sousa, após reunião do comité central do PCP, na sede nacional do partido, citado pela Lusa.

Sobre os resultados eleitorais obtidos pelo Bloco nas eleições, a coordenadora do partido reconheceu a "presença modesta no mapa autárquico em Portugal", mas disse que o "crescimento abre novas perspectivas e maior capacidade de influência e trabalho."

"O Bloco de Esquerda foi um dos partidos que sozinho mais cresceu em votos nestas autárquicas," concretizou. Isolado, nas eleições para câmaras municipais, o BE obteve 170 mil votos, mais cerca de 50 mil do que há quatro anos. Nas assembleias municipais a subida foi de quase 60 mil e nas assembleias de freguesia na ordem dos 54 mil, segundo os dados do escrutínio.

A comissão política do BE concluiu que este resultado permitiu atingir o objectivo "de aumentar representação nos municípios e freguesias," a que a líder bloquista acrescenta a derrota da direita e a redução das maiorias absolutas, como aconteceu na câmara da capital em que a eleição de Ricardo Robles foi "decisiva para retirar a maioria a Fernando Medina."



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Esta hipocrita a tirar as unhas de fora Há 2 semanas

Ó espécime mal amanhado só vales 3,3% tens demasiado tempo de antena.
Reduz-te à tua insignificância e nulidade e leva as vacuidades da tua conversita para outro lado.

General Ciresp Há 2 semanas

Se o outono trouxe poucas flores para a jarra,que lhe meta la condoms gastos para o canhoto nao andar a cuspir neles.Vamos ver se nas proximas eleicoes esta pequenada DESFORMADA desaparece do mapa.

Anónimo Há 2 semanas

Depois das palavras do Jerónimo onde é que está a maioria parlamentar que
Justificou a nomeação do Costa???

Mr.Tuga Há 2 semanas

Para esta vale tudo! Até ajoelhar ao Toine....

Tudo para obter uns míseros tostões...
Continua! O camarada Loiça já arranjou tacho no BPutoGal....

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub