Justiça Benfica confirma realização de buscas, mas diz que não têm o clube por objecto

Benfica confirma realização de buscas, mas diz que não têm o clube por objecto

O Benfica confirmou hoje a realização de buscas por parte da Polícia Judiciária, sem especificar o local, mas assinalou que a investigação em curso "não tem por objecto" o clube lisboeta, tetracampeão nacional de futebol.
Benfica confirma realização de buscas, mas diz que não têm o clube por objecto
Lusa 30 de janeiro de 2018 às 12:16

"O Sport Lisboa e Benfica confirma a realização de buscas no âmbito de uma investigação que não tem por objecto o clube e que se encontra em segredo de justiça", indica a nota publicada no sítio oficial na Internet.

 

Por defender que a investigação e as buscas que estão a ser realizadas pela PJ não têm como alvo o clube, o Benfica considera "totalmente especulativas" todas as interpretações que envolvam o seu nome neste processo.

 

A Polícia Judiciária está hoje a realizar buscas na SAD do Benfica e na casa do presidente do clube, Luís Filipe Vieira, no âmbito da operação "Rota do Atlântico", disse à Lusa fonte ligada ao processo.

 

A operação da Polícia Judiciária inclui também buscas à casa e gabinete do juiz desembargador Rui Rangel, à casa da sua ex-mulher, Fátima Galante, e às residências do advogado José Sousa Martins e do seu filho.

 

Segundo a mesma fonte, a operação vai incluir cerca de 30 buscas e já resultou em alguns detidos.

 

Segundo a mesma fonte, o crime central que está a ser investigado é tráfico de influências, a que se juntam outros crimes económicos conexos.

 

A Procuradoria-geral da República confirmou hoje de manhã a existência de buscas em vários locais de Lisboa, no âmbito de uma certidão extraída da Operação Rota do Atlântico, que alargou em 2016 a investigação ao juiz Rui Rangel.




Saber mais e Alertas
pub