Economia Berlusconi: "Ciao, ciao euro se Merkel não nos ouvir"

Berlusconi: "Ciao, ciao euro se Merkel não nos ouvir"

Berlusconi teve uma "ideia maluca": o banco de Itália deve imprimir moeda. Para emitir mais euros será necessário mudar o papel do BCE. Se a Alemanha não deixar, o país deve sair do euro e imprimir à mesma.
Hugo Paula 01 de junho de 2012 às 17:23
Sílvio Berlusconi publicou um polémico texto de opinião na página do partido, cujas ideias já reproduziu na sua página no Facebook.

"A crise política não é resolúvel internamente", lê-se na sua página da rede social. "Devíamos andar na Europa a defender com força que o BCE deve começar a imprimir moeda. Assim se muda a economia", argumenta aquele que foi um dos mais polémicos líderes europeus.

A sugestão, a rigor, não será assim tão controversa. Também Mário Monti, que sucedeu interinamente a Berlusconi como primeiro-ministro de Itália, tem repetidamente pedido um papel mais activo para o Banco Central Europeu (BCE) no combate à crise. Monti defende ainda, ao invés do Governo alemão, que os fundos de resgate do euro possam disponibilizar directamente capital aos bancos, sem que essas operações exijam a intermediação dos respectivos Estados, que passariam a ser accionistas dos bancos intervencionados.

Mas Berlusconi vai mais longe na pressão sobre a Alemanha. "A minha ‘ideia maluca’ é que o Banco de Itália imprima o euro ou imprima a nossa moeda", lê-se no curto texto do antigo líder do Governo. "Convido-o a aprofundar esta sugestão", conclui Berlusconi no texto com o título "Ciao, ciao euro se Merkel não nos ouvir".



A sua opinião38
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
unico 04.06.2012

Meus senhores o problema é sempre o mesmo
a maioria das pessoas ganham mais do que produzem.Então endividam-se ou endividam o Estado.Os que produzem mais do que ganham,são poucos,e não chegam para compensar.Portanto a saida do euro não resolve só por si o problema.Criar uma moeda própria só pode ter uma vantagem,a desvalorização em relação a algumas,sobretudo ás que compram os nossos produtos ou serviços.

jose 04.06.2012

A alemanha causadora de tudo deveria sair do euro para que todos os paises possam ficar bem.........

Anónimo 03.06.2012

os americanos nao estam assim tao contentes o mais certo correrem com obama.

Anónimo 03.06.2012

Berlusconi já está a ver o "filme" que a Alemanha está a contar à UE e não vai nessa!!!!

ver mais comentários
pub