Cultura Bob Dylan não vai receber Nobel da Literatura

Bob Dylan não vai receber Nobel da Literatura

O cantor e compositor norte-americano, agraciado com o prémio pela Academia Sueca das Ciências, não vai receber o galardão por ter outros compromissos, comunicou a academia.
Bob Dylan não vai receber Nobel da Literatura
Andrew Harrer/Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 16 de Novembro de 2016 às 16:22

Primeiro foi premiado e não respondeu. Depois assumiu o galardão no seu site oficial e acabou por retirá-lo. Mais tarde disse que ia recebê-lo pessoalmente e agora... já não vai.

O cantor e compositor norte-americano Bob Dylan não vai afinal estar em Estocolmo em 10 de Dezembro para receber o prémio Nobel da Literatura. A confirmação é da própria Academia Sueca das Ciências, que atribui a distinção.

Segundo aquela instituição informou esta quarta-feira, 16 de Novembro, recebeu do cantor uma carta na qual este explica ter "outros compromissos."

"Ele queria ter podido receber o prémio em pessoa, mas outros compromissos levam a que, infelizmente, tal seja impossível. Ele sublinhou que se sentia extremamente honrado por este prémio Nobel," escreveu a Academia em comunicado citado pela France Presse.

Dylan foi anunciado como vencedor do prémio de 2016 a 13 de Outubro. Só 16 dias depois, a 29 de Outubro, quebrou o silêncio e anunciou numa entrevista divulgada pelo jornal britânico Daily Telegraph que viajaria para Estocolmo para receber a consagração.

"Incrível. É difícil de acreditar", disse o autor-compositor norte-americano, de 75 anos, ao jornal. "Quem sonharia com algo sim?", questionou ainda Bob Dylan. Mas já na altura deixou dúvidas sobre a sua presença física no evento: apesar de dizer que teria intenção de ir, ressalvava: "Se for mesmo possível."

Agora, para receber o prémio, segundo as regras da Academia, Dylan terá de fazer a sua palestra no prazo de seis meses a partir de 10 de Dezembro, a data em que era suposto ter aceitado presencialmente a distinção. 

A surpreendente escolha de Dylan foi justificada pela Academia Sueca das Ciências por "ter criado novas expressões dentro da grande tradição sonora norte-americana", citada então pela Reuters.

O Nobel da Literatura - um prémio que ascende a 8 milhões de coroas suecas (821,8 mil euros) - é normalmente o último a ser entregue a cada ano pela Academia, que distingue feitos nas áreas da ciência, literatura e da paz.

(Notícia actualizada às 16:34 com mais informação)




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Legru Há 3 semanas

É a justa paga por a Academia lhe ter atribuido o Nobel. Outros, e segundo o critério adoptado, teriam mais méritos, um deles, recentemente falecido, de seu nome, Leonardo Cohen.

comentários mais recentes
RioSado Há 3 semanas

Só havia uma solução boa para esta arrogância! retirarem-lhe o prémio e atribuirem-no a outro que mais merecesse. Isto revela acima de tudo, arrogância e má educação. Enfim... americanisses!

X Há 3 semanas

Tipico do "busniss american" . Assim o espertalhão assegura mais escândalo e publicidade, e vende mais.

Mas o que o cretino não disse é que prescindia do "monei" do prémio...

Legru Há 3 semanas

É a justa paga por a Academia lhe ter atribuido o Nobel. Outros, e segundo o critério adoptado, teriam mais méritos, um deles, recentemente falecido, de seu nome, Leonardo Cohen.

pub