Mundo Brasil procura investimento do Japão

Brasil procura investimento do Japão

O presidente Michel Temer está à procura de investimento no Japão. O primeiro-ministro japonês reconhece a oportunidade de investimento brasileiro.
Brasil procura investimento do Japão
Reuters
Negócios 19 de Outubro de 2016 às 11:26

Temer encontra-se actualmente no Japão, na primeira visita do Brasil ao país em 11 anos. Com a viagem o presidente brasileiro pretende reparar as relações entre os dois países, fragilizadas após o cancelamento de duas visitas de Dilma Rousseff, avança a Reuters. O actual presidente vê no Japão uma oportunidade de investimento nos sectores aeroportuário, de gás e petróleo.

 

"Existem cerca de 700 empresas japonesas no Brasil", refere Temer citado pela Reuters. "O objectivo desta viagem é promover o comércio, o investimento e as relações industriais", acrescenta.

 

Shinzo Abe acredita no "grande potencial" do investimento vindo do Brasil, salientando o campo das infra-estruturas. Depois de um encontro com Temer, o primeiro-ministro japonês afirma à Reuters estar pronto para assinar um acordo com o Brasil e dar início às conversações sobre o desenvolvimento de infra-estruturas.

 

Os planos de Temer passam também por trazer até ao mercado japonês produtos brasileiros como carne de vaca e fruta. A importação de carne de vaca fresca do Brasil está bloqueada. Na passada terça-feira, o ministro da Agricultura brasileiro espera impulsionar a quota de mercado destes dois produtos no novo parceiro económico em meados de 2017.

 

No final do ano passado, avança a Reuters, o Japão injectou 23,59 mil milhões de dólares (21,44 mil milhões de euros) em investimentos directos no Brasil.

 

Michel Temer afirma que o Brasil pretende reparar o seu balanço financeiro e cobrir as despesas do Estado. Para tal o presidente salienta a importância do banco central brasileiro na estabilização de preços e no controlo da inflação. Estas declarações surgem após um aviso de que o país poderá seguir os passos na Grécia no sentido de um desastre financeiro se as despesas não forem controladas.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Temer já desbloqueou a saída de divisas do Brasil ? Não era essa a sua principal prioridade...parece que saíram perto de 100 mil milhões de reais de uns dias para os outros para fora...

Anónimo Há 2 semanas


Os ladrões de esquerda

SÓCRATES GATUNO & COSTA LADRÃO, destroem 3 gerações de portugueses:

- Endividaram o país até à bancarrota.

- Deixaram dívidas e juros, para 3 gerações de portugueses pagarem.

pub