Comércio Brexit prejudica vendas de whisky em Portugal e Espanha

Brexit prejudica vendas de whisky em Portugal e Espanha

As variações cambiais após o voto no Brexit acabaram por pesar negativamente na compra de whisky nas lojas de aeroportos. A William Grant & Sons fala mesmo numa quebra em Portugal.
Brexit prejudica vendas de whisky em Portugal e Espanha
Bloomberg
Negócios 01 de fevereiro de 2017 às 15:49

O voto do Reino Unido na saída da União Europeia – processo conhecido como Brexit – está a afectar as vendas de whisky nas lojas de aeroportos ou livres de impostos em Portugal e Espanha.

O cenário foi traçado pelo director para a área de comércio de viagens da William Grant & Sons, empresa escocesa dona do whisky Grant’s, que não adianta contudo a escala da quebra.


"Os passageiros britânicos são consumidores de whisky. Assim sendo, as vendas em Espanha e Portugal foram afectadas devido a variações cambiais desde o referendo", afirmou Ed Cottrell citado pelo The Spirits Business.


Todavia, a desvalorização da libra face ao euro acabou por criar oportunidades dentro do Reino Unido, sobretudo pelo preço junto dos passageiros asiáticos. Este público-alvo considera o Reino Unido mais seguro perante a insegurança em outros países europeus, nomeadamente França, acredita.


Neste cenário, a William Grant & Sons – também dona do gin Hendrick’s – assistiu a um "crescimento muito saudável" em 2016, destacando desempenhos à frente da concorrência.


O Negócios contactou a Associação Nacional de Bebidas Espirituosas (ANEBE) para procurar perceber se existem indicadores quanto ao consumo de whisky em Portugal em 2016, estando a aguardar uma resposta.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 2 semanas

Oxalá que essa bebida vá par o tripulo do preço. Temos em Portugal boas aguardentes velhas que substituem bem o whisky. Tudo que é fabricado em Portugal deveria ser mais valorizado por nós. Olhem para os n/ EMIGRANTES>

comentários mais recentes
pertinaz Há 2 semanas

QUE DRAMA...

Tereza economista Há 2 semanas

Vamos vender menos vinho do porto mas mais aguardentes, brandy e licores. Muita coisa vai mudar.

Juca Há 2 semanas

Aguardente velha ou de medronho, eventualmente com cubo de gelo, marcha que é uma maravilha. E desentope as vias respiratórias e intestinais.

Manuel Há 2 semanas

Eles que o bebam, nós temos cá a nossa cachaça bem boa até cura constipaçoes.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub