Mundo Bundesbank protege 1.700 toneladas de ouro de bomba da II Guerra Mundial

Bundesbank protege 1.700 toneladas de ouro de bomba da II Guerra Mundial

E improvável que a bomba, encontrada esta semana, deflagre, dizem as autoridades. Ainda assim, o banco central alemão manterá pessoal de segurança no local para proteger as reservas de ouro.
Bundesbank protege 1.700 toneladas de ouro de bomba da II Guerra Mundial
Dario Pignatelli/Bloomberg
Negócios 02 de setembro de 2017 às 12:55
Uma zona a Norte do centro financeiro da cidade alemã de Frankfurt, onde se encontra o banco central alemão (o Bundesbank) e dois hospitais, vai ser evacuada este domingo para se proceder à desactivação de uma bomba lançada durante a II Guerra Mundial.

Segundo o Financial Times, a operação vai obrigar à saída de mais de 60 mil pessoas da zona, num raio de 1,5 quilómetros quadrados. Contudo, alguns funcionários da segurança continuarão na sede do Bundesbank, para proteger as reservas de ouro da instituição: mais de 1.700 toneladas do metal precioso.

A bomba, com 1,8 toneladas, terá sido lançada por aviões britânicos e foi encontrada na terça-feira passada durante a realização de uma obra e pode provocar "enorme destruição" se não for desactivada, segundo as autoridades. Além do Bundesbank, nas imediações encontram-se ainda as sedes do Commerzbank e do Deutsche Bank, bem como uma universidade.

Já o Banco Central Europeu, sediado na mesma cidade, não está incluído na área de evacuação, mas fica disponível para receber funcionários que possam ser afectados pelo processo em curso. Incluindo Mario Draghi, apesar de se prever que o presidente do BCE estará fora da cidade a celebrar o seu 70.º aniversário.

Os residentes deverão deixar as suas casas às 8:00 locais (7:00 em Portugal Continental) e a polícia está autorizada a evacuar a área pela força, se necessário. Embora seja frequente a detecção de bombas da II Guerra Mundial na Alemanha, esta será uma das maiores operações do género, diz o FT.

"Na improvável possibilidade de algo correr mal, todas as autoridades públicas estão preparadas. Haverá perdas materiais elevadas mas, devido à evacuação, nenhuma pessoa será afectada," afirmam as autoridades.