Economia Calor: Oito locais registaram máximos históricos

Calor: Oito locais registaram máximos históricos

Oito locais do continente bateram esta quinta-feira recordes de temperatura máxima, segundo os valores registados pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).
Calor: Oito locais registaram máximos históricos
Miguel A. Lopes/Lusa
Lusa 02 de agosto de 2018 às 22:23

Num dia de intenso calor, máximos históricos foram registados no centro e sul do país, segundo fonte do IPMA, que explicou que o registo foi feito às 17:00 e que depois disso podem ter sido batidos outros recordes, pelo que a informação pode vir a ser corrigida.

 

Hoje foram registados máximos históricos nas estações de Castelo Branco (42,2 graus celsius), Odemira (41,9), Nelas (41,3), Anadia (43,8), Coruche (44,9), Setúbal (42,6), Alvalade (43,8) e Zambujeira do Mar (41,1).

 

Num dia em que as temperaturas foram superiores a 30 graus em praticamente todo o território (excepções para estações no litoral oeste), o maior valor da temperatura do ar às 17:00 foi registado em Alvega (distrito de Santarém), com 45,2 graus.

 

Segundo um comunicado do IPMA, além de Alvega, foram registados valores da temperatura iguais ou superiores a 44 graus em Coruche (44,9), Amareleja (44,7), Tomar (44,4), Mora (44,4), Reguengos (44,4), Santarém (44,1) e Pegões (44).

 

No comunicado o IPMA lembra que até segunda-feira a temperatura máxima do ar, em grande parte do território continental, irá registar valores da ordem de 40°C, e que até sábado será o "período mais crítico", com vários locais do Alentejo, vales dos rios Douro e Tejo e na Beira Baixa a poderem registar temperaturas máximas de 45 graus celsius ou mais.

 

Contactado pela Lusa o meteorologista Bruno Café disse que também os valores das temperaturas mínimas serão muito elevados, variando entre os 20 e os 25 graus, e minimizou o efeito da poeira no ar numa eventual descida da temperatura, que hoje pode ter sido atenuada nalguns locais pela entrada de brisa marítima.

 

O IPMA diz que a actual situação pode ser comparável à situação meteorológica de Agosto de 2003, quando também se registaram valores muito elevados da temperatura mínima e da temperatura máxima, "fixando-se um novo máximo absoluto relativo à temperatura máxima, com 47,3°C, na Amareleja no dia 1 de Agosto".

 

O Instituto refere também que a partir de domingo a temperatura deverá registar uma descida nas regiões do litoral e, nos dias seguintes no restante território, "mas mantendo valores da ordem de 30-35 °C em muitos locais no final da próxima semana".




pub