Orçamento do Estado Câmaras também querem reposição de rendimentos
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Câmaras também querem reposição de rendimentos

A Associação Nacional de Municípios apresenta na quinta-feira ao Governo as suas propostas para o próximo Orçamento. Uma delas é começar a cumprir a regra das transferências do Orçamento para as autarquias.
Câmaras também querem reposição de rendimentos
Miguel Baltazar
Marta Moitinho Oliveira 12 de Outubro de 2016 às 00:01

As autarquias querem entrar numa nova fase no relacionamento com o Governo. Depois de conseguidas algumas medidas que têm como objectivo assegurar a independência dos municípios face à Administração Central, as

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG Há 3 semanas

Mais um crânio ou uma manada de crânios que ainda não percebeu que o Estado/ Governo já não fabrica dinheiro e, em consequência, o dinheiro que o Estado dá a uns, tirou ou vai tirar a outros.

E entre os outros estou eu que aceita sem qualquer reserva viver num modelo de sociedade em que o Estado e as Autarquias devem e podem prestar alguns serviços à comunidade, incluindo serviços que podiam ser negócio de privados e que em casos até convivem com eles, e para o fazer precisa de recolher recursos financeiros, no caso cobrar impostos.

Todavia, com a mesma disponibllidade que pago impostos e até por vezes paguei impostos onde muitos se escaparam com artes e manhas, também olho com atenção para a forma como esses impostos são gastos. Pelo Estado e Autarquias, nomeadamente a minha. E o que eu vejo é muito desperdício e muito gasto abusivo e duvidoso.

Logo, o que eu sugiro ao Sr Machado é que se foque e foque a associação que dirige da discussão e prática de gestão autárquica mais competente e mais eficiente, oferecendo mais serviço com menor custo. Ao invés, aquilo que se me afigura é uma propensão à priori para aumentar preferencialmente custos e a recolha de recursos.

comentários mais recentes
Carlos Há 3 semanas

Quem votou neles, QUE PAGUE!

Anónimo Há 3 semanas

Para quê? Mais rotundas e piscinas?Desfazer o que está bem feito, cortar árvores para fazer passeios onde não passa ninguém? Tenham vergonha.

Anónimo Há 3 semanas

Paguem as dívidas! Cambada de incompetentes! É só corrupção & despesismo!

Reduzam é as transferências e imponham regras mais duras!

Anónimo Há 3 semanas

É aproveitar agora que o bar está aberto!! Em grande Portugal!! Quem não chora não mama...

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub