Política Cameron vai ser consultor de empresa americana de pagamentos

Cameron vai ser consultor de empresa americana de pagamentos

Depois de ter saído do governo britânico, Cameron tinha tido apenas funções não remuneradas em organizações de beneficência. Agora segue as pisadas dos seus antecessores com um emprego no sector financeiro.
Cameron vai ser consultor de empresa americana de pagamentos
REUTERS
Paulo Zacarias Gomes 06 de outubro de 2017 às 18:44

O antigo primeiro-ministro britânico David Cameron vai ser consultor da empresa norte-americana First Data Corp., especializada em sistemas de pagamentos através de cartões de crédito e débito.


Esta será, segundo a Reuters, a primeira posição remunerada do ex-líder do governo de Sua Majestade desde que saiu do executivo, em Junho do ano passado na sequência da sua derrota no referendo do Brexit.

Cameron ajudará a empresa na consolidação nos seus principais mercados e na expansão para outras zonas do globo desta empresa que presta serviços a seis milhões de comerciantes em todo o mundo. O valor do seu ordenado não foi tornado público.
 
"A indústria de pagamentos está a evoluir rapidamente nesta era de mudanças drásticas e, à medida que trabalhamos para reforçar e aumentar a nossa presença em mercados-chave, a experiência e conselhos de David Cameron serão inestimáveis," afirmou o CEO da First Data, Frank Bisignano.

Antes da First Data e depois de ter deixado o Governo, Cameron ocupou apenas funções não remuneradas a título voluntário, como a presidência da Alzheimer's UK. 

A Reuters recorda que os antecessores do primeiro-ministro no cargo também acabaram por ir trabalhar para o sector privado: o também conservador Gordon Brown foi para a PIMCO enquanto o trabalhista Tony Blair se ligou ao JP Morgan.