Economia Carlos Moedas: Portugal apresentou "compromissos claros" e "reformas ambiciosas"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Carlos Moedas: Portugal apresentou "compromissos claros" e "reformas ambiciosas"

Carlos Moedas elogia o programa de reformas português e incentiva o governo a implementá-lo. Portugal poderá beneficiar de flexiblidade nas metas para financiar reformas, mas avisa que não pode haver margem para complacência.
Carlos Moedas: Portugal apresentou "compromissos claros" e "reformas ambiciosas"
Miguel Baltazar/Negócios

O Comissário Europeu responsável pelas políticas Investigação, Ciência e Inovação elogia o Programa Nacional de Reformas e defende que Portugal é hoje visto como "um país robusto, que

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais

A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 dia

A verdade e a razão exigem que trabalhos jornalísticos assentes na análise comparativa e dotados da categoria e da pertinência do que aqui é deixado como exemplo passem a fazer parte das edições de mais jornais económicos portugueses de referência como é o Jornal de Negócios. Letónia com um crescimento do PIB de 3,9%, Portugal com um crescimento do PIB de 2,8%. A diferença de 1,1% na taxa de crescimento do PIB entre as duas economias da UE explica-se pelo grau de profundidade das suas reformas laborais, fiscais e administrativas. É um caso gritante dos muitos malefícios que a esquerda portuguesa no poder causa a Portugal. "The programme examines the contrasting fortunes of two EU economies – Latvia and Portugal." www.euronews.com/2015/09/15/how-do-countries-decide-how-much-they-can-afford-to-borrow" www.euronews.com/2015/09/15/how-do-countries-decide-how-much-they-can-afford-to-borrow

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 dia

Falando disto www.euronews.com/2015/09/15/how-do-countries-decide-how-much-they-can-afford-to-borrow é bom que em vez da fábula com vegetais que nos deixou o bloquista José Reis se tome antes nota das declarações da governante Liga Klavina. Para bom entendedor da língua inglesa falada por uma Letã meia palavra basta. Ela fala das reformas fiscais, do sector financeiro e, muito importante, do mercado laboral, que foi amplamente flexibilizado. Aqui deixaram fazê-lo? Não. As leis em vigor não permitem e sabendo-se que os guardiões dessas leis muito beneficiam delas à custa da sustentabilidade do Estado, da competitividade da economia e da equidade na sociedade.

Anónimo Há 1 dia

Você viu o programa todo ou limitou-se a ver enternecido a opinião de 30 segundos do bloquista José Reis, professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, aquela que tem uma sala Keynes porque ainda não foi possível inaugurar lá uma sala Marx?

Camponio da beira Há 1 dia

Reformas ambiciosas? Valha-nos Deus, a pobreza intelectual desta gente ronda o atraso. Corrupção generalizada e justiça em coma há décadas, impostos e custos energeticos descomunais, burocracia...até para licenciar uma mercearia de aldeia são 2 anos, excesso de pesos do estado.Quais reformas?

Anónimo Há 1 dia

O estudo comparativo entre a Letónia e Portugal foi elaborado em 2015/09/15 quando Passos estava no poder e mostra como as politicas de direita atrasaram o crescimento economico em Portugal mostra tb que seguindo uma política menos austera como a Letónia e agora Portugal, os resultados aparecem.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub