Economia Carlos Tavares quer CMVM a avaliar idoneidade dos gestores
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Carlos Tavares quer CMVM a avaliar idoneidade dos gestores

O antigo presidente da CMVM quer que os administradores e directores de topo das cotadas sejam escolhidos através de concurso e que a idoneidade dos gestores das sociedades não financeiras passe a ser avaliada pelo regulador do mercado de capitais.
Carlos Tavares quer CMVM a avaliar idoneidade dos gestores
Miguel Baltazar
Elisabete Miranda 21 de junho de 2017 às 00:01

Carlos Tavares, antigo presidente da CMVM e líder do grupo de trabalho sobre a reforma da supervisão financeira, defende que a idoneidade dos administradores das empresas cotadas, não financeiras, passe a ser avaliada pelo regulador

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 4 dias

Seria bonito. Avaliação por burocratas que nunca tiveram de arranjar financiamento, pagar salários ou vender um parafuso....

comentários mais recentes
Para quê? Há 3 dias

Eles roubam na mesma e vocês só dão despesa. Acabem com esta reguladora. Extinção.

Anónimo Há 4 dias

E quem vai fazer um teste de idoniedade e de inteligência a este lambão do Carlos Tavares? Tirem lá este cinico da Caixa. O povo não pode pagar um tusto a este sem vergonha. Temos de denunciar isto ao Ministerio Publico.

PadeiraAljubarrota Há 4 dias

Isto é uma alegria ! Carlos Tavares, o supervisor , passa a Carlos Tavares, o consultor da supervisionada CGD.Por sua vez , Filomena de Oliveira a supervisionada presidente dos fundos de investimento da CGD (alguns deles falidos), passa a supervisora como vice presidente da CMVM.Por estas e por outras, no cemitério de S. Comba Dão, em noites negras e lúgubres, é bem possível que se faça ouvir o gargalhar sinistro do defunto Salazar...

Anónimo Há 4 dias

O chulo está na Caixa a mamar mais umas massas. Um nojo de homem. Casado com jornalista e por isso levam no ao colo. Nós os lesados do BES e Banif deviamos processar este marreta.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub