Economia Carlos Tavares quer CMVM a avaliar idoneidade dos gestores
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Carlos Tavares quer CMVM a avaliar idoneidade dos gestores

O antigo presidente da CMVM quer que os administradores e directores de topo das cotadas sejam escolhidos através de concurso e que a idoneidade dos gestores das sociedades não financeiras passe a ser avaliada pelo regulador do mercado de capitais.
Carlos Tavares quer CMVM a avaliar idoneidade dos gestores
Miguel Baltazar
Elisabete Miranda 21 de junho de 2017 às 00:01

Carlos Tavares, antigo presidente da CMVM e líder do grupo de trabalho sobre a reforma da supervisão financeira, defende que a idoneidade dos administradores das empresas cotadas, não financeiras, passe a ser avaliada pelo regulador )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 20.06.2017

Seria bonito. Avaliação por burocratas que nunca tiveram de arranjar financiamento, pagar salários ou vender um parafuso....

comentários mais recentes
Para quê? 22.06.2017

Eles roubam na mesma e vocês só dão despesa. Acabem com esta reguladora. Extinção.

Anónimo 21.06.2017

E quem vai fazer um teste de idoniedade e de inteligência a este lambão do Carlos Tavares? Tirem lá este cinico da Caixa. O povo não pode pagar um tusto a este sem vergonha. Temos de denunciar isto ao Ministerio Publico.

PadeiraAljubarrota 21.06.2017

Isto é uma alegria ! Carlos Tavares, o supervisor , passa a Carlos Tavares, o consultor da supervisionada CGD.Por sua vez , Filomena de Oliveira a supervisionada presidente dos fundos de investimento da CGD (alguns deles falidos), passa a supervisora como vice presidente da CMVM.Por estas e por outras, no cemitério de S. Comba Dão, em noites negras e lúgubres, é bem possível que se faça ouvir o gargalhar sinistro do defunto Salazar...

Anónimo 21.06.2017

O chulo está na Caixa a mamar mais umas massas. Um nojo de homem. Casado com jornalista e por isso levam no ao colo. Nós os lesados do BES e Banif deviamos processar este marreta.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub