Saúde Casos confirmados "legionella" aumentam para 46

Casos confirmados "legionella" aumentam para 46

O surto de 'legionella' no hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, provocou quatro mortes, óbitos ocorridos em 06, 09 e 10 de Novembro.
Casos confirmados "legionella" aumentam para 46
Pedro Catarino/CM
Lusa 12 de novembro de 2017 às 17:55

O número de casos de infectados pelo surto de 'legionella' em Lisboa subiu para 46, mais um face ao anterior balanço, mantendo-se em quatro o número de mortos, anunciou hoje a Direcção-geral da Saúde.

 

Os dados preliminares sujeitos a validação publicados no 'site' da Direcção-geral da Saúde pelas 17:00 dão conta de 46 casos confirmados de doença dos legionários desde 31 de Outubro, 27 (59%) do sexo feminino, 33 (72%) com idade igual ou superior a 70 anos.

 

Do total de casos, oito tiveram alta clínica, 26 estão actualmente internados em enfermaria e oito em unidades de cuidados intensivos.

 

O surto de 'legionella' no hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, provocou quatro mortes, óbitos ocorridos em 06, 09 e 10 de Novembro.

 

A 'legionella' é uma bactéria responsável pela doença dos legionários, uma forma de pneumonia grave que se inicia habitualmente com tosse seca, febre, arrepios, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade respiratória, podendo também surgir dor abdominal e diarreia. A incubação da doença tem um período de cinco a seis dias depois da infeção, podendo ir até 10 dias.

 

A infecção pode ser contraída por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água ou por aspiração de água contaminada. Apesar de grave, a infecção tem tratamento efectivo.

 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 5 dias

Pelo menos o "Dr. George" não parecia mentiroso. Esta parece aquela comunicadora dos incêndios!

pertinaz Há 5 dias

MAIS UMA EVIDÊNCIA DE QUE A ESCUMALHA QUE NOS DESGOVERNA MENTE COM TODOS OS DENTES... MESMO COM OS QUE JÁ NÃO TEM...!!!

Camponio da beira Há 5 dias

Esta historia da legionella e a falta de manutenção dos equipamentos lembra-me algumas empresas de transportes, que por baixarem tanto os preços, começaram a dever às oficinas a manutenção,e os carros a avariar e parar no estrangeiro por falta de manutenção e falta dinheiro para gasoleo.

General Ciresp Há 6 dias

Nao sei se por humildade ou matreirice o ministro da saude mexeu com o meu coracao quando despiu o pais.Vamos esperar para bem de todos ele incluido que nao morra mais ninguem,todos ja somos poucos.

pub