União Europeia Catalunha: Bloco de Esquerda condena "violenta repressão" do governo espanhol

Catalunha: Bloco de Esquerda condena "violenta repressão" do governo espanhol

O Bloco de Esquerda (BE) condenou a "violenta repressão" de Espanha e do governo de Mariano Rajoy contra o povo catalão, por causa do referendo que hoje se realiza na Catalunha.
Catalunha: Bloco de Esquerda condena "violenta repressão" do governo espanhol
Reuters
Lusa 01 de outubro de 2017 às 16:54
"A violência será vencida pela democracia e pelo direito à autodeterminação", diz, em comunicado, o BE, acrescentando que "nenhum argumento formal desculpa a violência policial contra a afirmação pacífica da vontade de um povo e do seu direito à autodeterminação".

Na perspectiva do BE, o bloqueio constitucional diz mais sobre a natureza do Estado espanhol do que sobre a legitimidade da aspiração democrática da Catalunha.

"O governo espanhol deve retirar de imediato as forças repressivas especialmente destacadas para território catalão, com vista à repressão da consulta, e repor o respeito pelas instituições autonómicas", apela o BE.

Segundo os bloquistas, a enorme participação no referendo de hoje é um exemplo de cidadania e reclama a solidariedade de todos quantos acreditam na democracia, pois "o direito a decidir o seu próprio destino é uma conquista de que nenhum povo ou nação pode prescindir".

Em solidariedade com a cidadania catalã, o BE lembra que se realiza na segunda-feira, em diversas cidades europeias, protestos junto às representações oficiais de Espanha.

Em Lisboa, o Bloco de Esquerda apela à concentração junto ao consulado espanhol, na avenida da Liberdade, pelas 18:00 de segunda-feira.

A justiça espanhola considerou ilegal o referendo pela independência convocado para hoje pelo governo regional catalão.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
invicta Há 2 semanas

Claro qe o bloco de esterco tinha de demonstrar o seu apoio aos extremistas irmaos catalaes.

pub