União Europeia Catalunha: Procuradoria belga estudará ordem contra Puigdemont antes de ser enviada a juiz

Catalunha: Procuradoria belga estudará ordem contra Puigdemont antes de ser enviada a juiz

A Procuradoria belga indicou este sábado à agência Efe que, após receber o pedido europeu de detenção do ex-presidente do governo catalão e dos seus quatro conselheiros, o estudará e será mais tarde enviado a um juiz.
Catalunha: Procuradoria belga estudará ordem contra Puigdemont antes de ser enviada a juiz
Reuters
Lusa 04 de novembro de 2017 às 12:01

"Primeiro vamos estudá-la" e será "mais tarde que se consultará o juiz de instrução" sobre as citadas Ordens Europeias de Detenção e Entrega (OED), disse à agência espanhola o porta-voz da Procuradoria-geral da República belga, Eric Van Sjipt, sem fornecer detalhes sobre os prazos deste trâmite.

Se a ordem fosse aceite por Carles Puigdemont, proceder-se-ia à sua entrega às autoridades espanholas no prazo máximo de 10 dias, mas o advogado na Bélgica do político catalão, Paul Bekaert, anunciou que recorrerá, pelo que a entrega poderá demorar até 60 dias, ou 90, em circunstâncias excepcionais.


A possibilidade de o ex-presidente catalão, Carles Puigdemont, obter asilo na Bélgica e mesmo na União Europeia é "bastante reduzida", segundo um especialista da Universidade de Leiden.




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Invicta Há 2 semanas

Ver-se-à nas eleições de dezembro, qual a representatividade dos independentistas. Tudo o que fizeram até aqui, não passou de uma fantochada. Até lá, não passam de insurrectos. Roubo, assassínio, pedofilia, são punidos e com estragos limitados. Este que levava ao precipício milhões, ficava impune?

General Ciresp Há 2 semanas

O espanhol fugitivo faz-me lembrar a brasileira q foi presidente de felgueiras,quando soube do q tinha feito,"oh pernas para q te quero",acontece porem quando as aguas serenaram ela regressou e ainda andou aos oubros dos ratos ceguinhos.Por entre a confusao 1 ainda levou uns sopapos e 1 foi ha vida.

Anónimo Há 2 semanas

Tivesse o BURRO do Rajoy aceitado o referendo sem fazer ondas (como fizeram os ingleses com a Escócia) e nada disto tinha acontecido porque o NÃO ganharia em grande percentagem. Agora, com estas prisões só está a fazer com que mesmo os do NÃO à independência vão votar SIM. Eu sei que estas eleições não são para referendar , mas sim para a formação de outro governo, mas alguém acredita que os catalães não vão associar? ESTÚPIDO DIREITOLAS... O pior disto tudo vão ser os reflexos dentro da (des)UE...

Anónimo Há 2 semanas

Nunca imaginei que pudesse ainda haver governos tão estúpidos como o de Madrid... será que a crença direitista faz as pessoas estúpidas? é só tiros nos pés desde que este processo começou, são mesmo burros! Será que não percebem que com estas medidas estão a unir cada vez mais os catalães? Será que não percebem que mesmo aqueles que eram contra a independência agora perante estas prisões (polícia mandada de Madrid à porrada aquando do referendo, e, sei lá mais o quê) já votarão pela independência? Qualquer analfabeto percebe isso!... BURROS...

ver mais comentários
pub