Finanças Públicas Cavaco Silva volta a pedir compromisso político para o futuro de Portugal

Cavaco Silva volta a pedir compromisso político para o futuro de Portugal

“Portugal é um dos países europeus onde o diálogo e o consenso entre os partidos políticos têm sido mais difíceis”, nota o Presidente da República.
Cavaco Silva volta a pedir compromisso político para o futuro de Portugal
Paulo Moutinho 01 de janeiro de 2014 às 21:00

Cavaco Silva voltou a insistir na necessidade de haver um compromisso político para o bem do País, apelo que já tinha lançado em Julho. Lembrou, na mensagem de Ano Novo, que “a questão é nacional, não é partidária”. O que está em causa é “o futuro das novas gerações”, rematou.

 

“Estou firmemente convicto de que o crescimento da nossa economia, a criação de emprego e as condições de vida dos Portugueses no período pós-troika beneficiariam de forma decisiva se fosse estabelecido um compromisso político de médio prazo em torno de grandes objectivos nacionais e de políticas públicas essenciais ao nosso futuro colectivo”, disse Cavaco Silva.

 

“Trata-se de um desígnio que vai muito para lá de cálculos eleitorais ou de estratégias partidárias. A questão é nacional, não é partidária”, exclamou o Presidente exigindo “a todas as forças políticas, sem excepção, que compreendam de uma vez por todas: o que está em causa é o futuro de Portugal, o futuro das novas gerações”.

 

Cavaco Silva rematou afirmando que “Portugal é um dos países europeus onde o diálogo e o consenso entre os partidos políticos têm sido mais difíceis, quando deveria ocorrer precisamente o contrário”.

 


A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado hipócrita 01.01.2014

É uma pena que o Presidente da Republica continue a tratar os portugueses como atrasados mentais.Haja Paciência!!!!

comentários mais recentes
Anónimo 02.01.2014

O HOMEM TEN RAZAO! OLHEM PARA A IRLANDA OU PARA A ALEMANHA QUE NAO ESTÁ EN CRISE!

Anónimo 01.01.2014

Os comentadores e votantes são quase todos os chulos dos funcionários públicos e seus pensionistas. Pois para os restantes portugueses este orçamento é uma boa notícia, se for implementado na totalidade!

hipócrita 01.01.2014

É uma pena que o Presidente da Republica continue a tratar os portugueses como atrasados mentais.Haja Paciência!!!!

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub