Europa Chefe da diplomacia espanhol admite que Puidgemont pode vir a ser preso

Chefe da diplomacia espanhol admite que Puidgemont pode vir a ser preso

O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Alfonso Dastis, afirmou hoje que o líder catalão Carles Puidgemont, demitido por Madrid, poderá ser preso por ter participado no movimento independentista.
Chefe da diplomacia espanhol admite que Puidgemont pode vir a ser preso
Reuters
Lusa 29 de outubro de 2017 às 15:28
O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol indicou que Puidgemont pode "em teoria" ser candidato nas eleições regionais marcadas para 21 de Dezembro pelo chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, "se nessa altura não tiver sido posto na prisão".

Em entrevista à Associated Press, Alfonso Dastis referiu-se assim à possibilidade de Puidgemont enfrentar acusações criminais pelo seu papel no movimento independentista que culminou com a declaração de independência feita na sexta-feira no parlamento catalão.

O parlamento regional da Catalunha aprovou na sexta-feira a independência da região, numa votação sem a presença da oposição, que abandonou a assembleia regional e deixou bandeiras espanholas nos lugares que ocupavam.

Ao mesmo tempo, em Madrid, o Senado espanhol deu autorização ao Governo para aplicar o artigo 155.º da Constituição para restituir a legalidade na região autónoma.

O executivo de Mariano Rajoy, do Partido Popular (direita), apoiado pelo maior partido da oposição, os socialistas do PSOE, anunciou ao fim do dia a dissolução do parlamento regional, a realização de eleições em 21 de Dezembro próximo e a destituição de todo o Governo catalão, entre outras medidas.



A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Cesaltino Há 3 semanas

E esperam por quê? Outros crimes não são punidos? Há Leis que não se cumprem só quando interessa a alguns?

Anónimo Há 3 semanas

Aproveitando a boleia o Rajoy já está a analisar a aplicação do artigo 155 a Portugal, uma vez que em 1 de Dezembro de 1640 a declaração de independência a que os rebeldes chamaram "Restauração de Independência" foi uma grave violação da constituição espanhola

Anónimo Há 3 semanas

Partidos idependentista têm de ir a eleições. Estas são legais. Proposta de resolução foi impugnada pelo governo, por isso a Independencia não é legal enquanto não fõr provada o ser quer em: Espanha, UE, ONU.

Liberdade Há 3 semanas

O direito à autodeterminação é um direito inalienável dos povos é repugnante o uso de posição dominante para contrariar esse direito...Desde que exercido de forma dialogante e pacifica

ver mais comentários
pub