Economia China rumo a um crescimento de 6,5%: Reformas ou estímulos?

China rumo a um crescimento de 6,5%: Reformas ou estímulos?

Jonathan Fenby da Trusted Sources e Mike McDonough da Bloomberg falam sobre o potencial impacto económico de a China abandonar a política de filho único e sobre a meta do país de alcançar um crescimento de 6,5% em 2020.
A carregar o vídeo ...
Bloomberg TV 30 de outubro de 2015 às 00:59



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub